Freire e seu olhar dialógico: uma proposta de leitura de literatura em língua estrangeira para a construção da alteridade

Autores

  • Aliana Georgia Carvalho Cerqueira Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2021.v9.12615

Palavras-chave:

Dialogismo bakhtiniano, Mediação de leitura, Alteridade

Resumo

Neste trabalho, discorre-se sobre uma proposta de leitura em defesa de que as ideias freireanas continuam necessárias e seu olhar tem contribuições relevantes até mesmo para a leitura de literatura em língua estrangeira. A educação problematizadora de Paulo Freire aponta para uma abordagem de leitura dialógica que visa um leitor autônomo como parte do processo de leitura e o professor como mediador desta na construção dos sentidos possibilitados pelo texto, inclusive, literário. Utiliza-se a pesquisa bibliográfica e, mostrando convergências entre conceitos de Bakhtin e o pensamento de Freire, propõe-se que ler é encontrar-se com o Outro, é (re)construir linguagens, é saber-se parte de um todo, de uma cultura que parecia alheia, porém, que define o Eu como sujeito no mundo. Isto é, na aproximação entre uma filosofia da linguagem bakhtiniana e uma teoria pedagógica freireana, entende-se o lugar da literatura nas relações sociais. Consequentemente, o processo de ensino-aprendizagem de leitura de literatura em um novo idioma deve realizar-se pela perspectiva da dimensão social da linguagem. Mediar a leitura de narrativas literárias em língua estrangeira é construir pontes entre a cultura do aluno e a cultura ensinada de forma sistemática, utilizando estratégias de leitura, desenvolvendo a curiosidade de que trata Freire, promovendo o diálogo entre o modo de ver o mundo e a janela de possibilidades que se abre para a compreensão da/pela narrativa literária. Finalmente, a dialogia dessa abordagem mostra-se presente, também, na construção da alteridade, isto é, uma identidade marcada pelo outro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aliana Georgia Carvalho Cerqueira, Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho

Licenciada em Letras, habilitada em Português/Espanhol, pela Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC/Ilhéus-BA; especialista em Didática do Espanhol como Língua Estrangeira na Educação Básica e mestra em Letras: Linguagens e Representações, pela mesma instituição. Doutora em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Unesp/Assis-SP.

 

Referências

BAJTIN, M. M. Hacia una filosofia del acto ético. De los borradores y otros escritos. Trad. Tatiana Bubnova. San Juan de Puerto Rico: Antropos, 1997.

BAKHTIN, M. M. A cultura popular na Idade Média e no renascimento: o contexto de François Rabelais. Tradução Yara Frateschi Vieira. São Paulo: Hucitec, 2010.

______. Estética da Criação Verbal. Trad. Paulo Bezerra. 6 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

______. Questões de estilística no ensino da língua. Trad. Sheila Grillo e Ekaterina Vólkova Américo. São Paulo: Editora 34, 2013.

CLIMACO, Adriana. O.; ORTEGA, Raquel da Silva. Literatura é arte: dimensão estética ocultada no ensino. In: CLÍMACO, Adriana Ortega; MILREU, Isis; ORTEGA, Raquel da Silva. (Orgs.). Ensino de literaturas hispânicas: reflexões, propostas e relatos. 1ed. Campina Grande: EDUFCG, 2018, v. 1, p. 113-131.

FREIRE, Paulo. FREI BETTO. Essa escola chamada vida. São Paulo: Ática, 1985.

FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. São Paulo: Cortez, 1989.

______. Pedagogia da autonomia: saberes necessários a prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

______. Por uma pedagogia da pergunta. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2002

______. Educação como prática da Liberdade. São Paulo: Cortez, 2005.

______. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2011.

GERALDI, João. Wanderley. Ancoragens: estudos bakhtinianos. São Carlos; Pedro & João Editores, 2010.

JOUVE, V. Por que estudar literatura? Trad. Marcos Bagno e Marcos Marcionilo. São Paulo: Parábola, 2012.

MACHADO, Regina. Acordais: fundamentos teórico-poéticos da arte de contar histórias. São Paulo: DCL, 2004.

MARQUES, Luís. Provocações de alteridade. In. Palavras e contrapalavras: constituindo o sujeito em alter-ação. São Carlos: Pedro e João editores, 2014. p. 32-35.

MILREU, Isis. O ensino de literaturas hispânicas na contemporaneidade: desafios e perspectivas. In. CLÍMACO, Adriana Ortega; MILREU, Isis; ORTEGA, Raquel da Silva. (Orgs.). Ensino de literaturas hispânicas: reflexões, propostas e relatos. 1ed. Campina Grande: EDUFCG, 2018, v. 1, p. 83-111.

MOURA, Edite Marques de. Leitura em Bakhtin e Paulo Freire: palavras e mundos. São Carlos: Pedro e João editores, 2012.

OSORIO, Ester Myriam Rojas (org.). O discurso literário como motivação para o desenvolvimento da LE. In: OSORIO, Ester Myriam Rojas. CAMARGO JR., Ivo Di. (orgs.) Bakhtin: o lugar da leitura na educação. São Carlos: Pedro e João editores, 2016. p. 13-21.

PETRILLI, Susan. Uma leitura inclassificável de uma escritura inclassificável: a aproximação bakhtiniana da literatura. In: DE PAULA, Luciane.; STAFUZZA, Grenissa (orgs.). Círculo de Bakhtin: teoria inclassificável. Campinas: Mercado da Letras, 2010. p. 31-52.

PONZIO, Augusto. CALEFATO, Patrizia. PETRILLI, Susan. Fundamentos de filosofia da linguagem. Petrópolis: Vozes, 2007.

PONZIO, Augusto. O pensamento dialógico de Bakhtin e de seu círculo como inclassificável. In teoria inclassificável. In: DE PAULA, Luciane. STAFUZZA, Grenissa. Círculo de Bakhtin: teoria inclassificável. Campinas: Mercado de Letras, 2010. p. 293-349.

SANTOS, Raquel de Castro dos. Sendas entre o texto literário, a atividade de leitura e o livro didático de ELE. In. CLÍMACO, Adriana Ortega; MILREU, Isis; ORTEGA, Raquel da Silva. (Orgs.). Ensino de literaturas hispânicas: reflexões, propostas e relatos. 1ed. Campina Grande: EDUFCG, 2018, v. 1, p. 385-429.

VOLÓCHINOV, Valentin. Marxismo e filosofia da linguagem: problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem. Tradução, notas e glossário: Sheila Grillo e Ekaterina Vólkova Américo. Ensaio introdutório: Shiela Grillo. São Paulo: Editora 43, 2017.

Downloads

Publicado

2021-11-25

Como Citar

Cerqueira, A. G. C. (2021). Freire e seu olhar dialógico: uma proposta de leitura de literatura em língua estrangeira para a construção da alteridade: . Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 9(3). https://doi.org/10.34024/olhares.2021.v9.12615