Notícias

A Revista Olhares está recebendo textos de demanda contínua, além da chamada para números temáticos.

Veja como submeter em normas de submissão.

  • Prorrogação de Prazo para submissão de texto para o Número temático: Paulo Freire: 100 anos de práxis libertadora

    2021-07-20

    O prazo para submissão de textos para o Número temático: Paulo Freire: 100 anos de práxis libertadora foi PRORROGADO para o dia 10 de agosto de 2021.

    Em 19 de setembro de 1921 nascia Paulo Reglus Neves Freire, no Recife – PE, tornando-se, em meados dos anos de 1960, mundialmente conhecido pela sua obra “Pedagogia do Oprimido”, na qual afirmava a sua concepção libertadora como possibilidade de uma prática transformadora da e na educação. Paulo Freire foi um dos principais disseminadores da Educação Popular no Brasil, movimento que ganhou força na década de 60, contexto de resistência à ditadura militar. 

    Em 02 de maio de 1997, o nosso patrono da educação partia deixando seu legado nas inúmeras obras publicadas ao longo de 30 anos e distribuídas em milhares de exemplares, dezenas de edições e de traduções em outros idiomas. Ele dizia que não gostaria que suas ideias fossem repetidas, mas, sim, reinventadas. Afinal, “o mundo não é; o mundo está sendo”. Um dos indicativos de que o desejo de Freire reverberou e continua repercutindo é a diversidade de projetos referenciada na concepção freireana em distintas áreas do conhecimento e de atuação.

    2021 é o ano do Centenário de Paulo Freire e dos 24 anos de sua ausência – presença. Vamos comemorar essa data em meio a uma realidade mundial que sofreu retrocessos imensos em relação ao avanço de uma sociedade mais justa e igualitária, como sonhava esse grande educador. Enfrentamos uma pandemia, com medidas de isolamento social, durante o ano de 2020, o que contribuiu fortemente para o aumento das desigualdades sociais. A falta de uma política pública nacional em saúde com o firme propósito de assegurar e garantir o direito à vida impactou nos demais direitos fundamentais, sendo o direito à educação de qualidade ainda mais fragilizado. Uma realidade que Paulo Freire, de certo, combateria com suas palavras doces e seu discurso consistente. Nesse sentido, dialogar com suas ideias e reuni-las em um dossiê, será uma forma de mantermos aceso seu principal propósito, a construção de um projeto civilizatório de sociedade.

    A Revista Olhares, do Departamento de Educação, da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, do Campus Guarulhos da Unifesp, fará o registro dessa memória nesse número temático, o qual publicará trabalhos de educadores e pesquisadores que dialogam com o pensamento freireano e com as questões contemporâneas da educação. Serão aceitos para a submissão ensaios, artigos com relatos de pesquisa e de experiência que abordem a atualidade da obra de Paulo Freire e a sua reinvenção diante dos desafios da realidade educacional das sociedades neste século, conforme os seguintes eixos temáticos:

    1. Paulo Freire e a Educação Básica: educação infantil, ensino fundamental, ensino médio: concepções e práticas de gestão e pedagógica, uso de novas tecnologias, estudos dos letramentos, formação continuada de professores em serviço, relação escola-família-comunidade, legislações e políticas públicas educacionais.
    2. Paulo Freire e a Educação de Jovens e Adultos (EJA): concepções e práticas de gestão e pedagógica, uso de novas tecnologias, estudos dos letramentos, relações com o território, legislações e políticas públicas para a EJA.
    3. Paulo Freire e os Movimentos Sociais: MOVA, educação nos movimentos sociais (MST - sem terrinha, movimentos eclesiais de base, movimentos de luta por moradia), coletivos nos diversos campos das artes, das religiões, coletivos de mulheres, coletivos de juventudes, sindicatos.
    4. Paulo Freire e a Educação Superior: universidade popular, a formação em cursos de educação superior inspiradas no referencial freireano.
    5. Paulo Freire e questões no âmbito das diversidades/direitos humanos: relações étnico-raciais, gênero, pessoas com deficiência, populações em privação de liberdade, populações quilombolas, populações indígenas, populações ribeirinhas, refugiados.
    6. Paulo Freire: vida, obra e referências de autores em seu pensamento: textos de autores(as) que conviveram com Paulo Freire que possam contribuir com ensaios que revelem essas memórias; textos de autores(as) que apresentem referências de obras e estudiosos que influenciaram a obra de Freire, textos de pesquisadores e/ou grupos de pesquisas freireanos que indiquem a atualidade de seu pensamento.
    7. Paulo Freire e a educação do campo: experiências de gestão e práticas pedagógicas, estudos de letramento, uso de tecnologias, formação de professores continuada de professores, políticas públicas educacionais.
    8. Paulo Freire e questões socioambientais: educação ambiental; questões socioambientais e a formação de educadores que atuam em espaços escolares e não escolares.
    9. Paulo Freire e a Pedagogia Decolonial: estudos que desenvolvem possibilidades de reflexão entre os referenciais do pensamento freireano e os fundamentos da pedagogia decolonial.

    Organizadores:

    Ligia Rupes, Professora da Rede Pública de Ensino de São Paulo

    Magali Aparecida Silvestre, Profa. Dra. do Departamento de Educação/EFLCH/Unifesp

    Roberta Stangherlim, profa. Dra. da Comissão Editorial da Revista Olh@ares/EFLCH/Unifesp

    Souzana Mizan, Profa. Dra. do Departamento de Letras/EFLCH/Unifesp

     

    Prazo para submissão: até 10 de agosto de 2021

    Previsão de publicação: dezembro de 2021

    Saiba mais sobre Prorrogação de Prazo para submissão de texto para o Número temático: Paulo Freire: 100 anos de práxis libertadora
  • Novidades para 2019

    2018-10-17

    A Revista Olhares recebe artigos por demanda espontânea ou atendendo a chamadas específicas de Números temáticos.

    Conforme novas normas explicitadas nas "diretrizes para autores", a revista passou a exigir o título de doutor(a) para submissão de trabalhos; em casos de (co)autoria pelos menos um dos autores deverá possuir a referida titulação.

    Saiba mais sobre Novidades para 2019