NOVAS CHAMADAS PARA NÚMEROS TEMÁTICOS - 2020/2021

Número temático: Educação em Direitos Humanos

Coordenação:

Grupo de Estudos e Pesquisas Freireanos

Profas. Responsáveis: Mariangelo Graciano, Magali Silvestre, Rosangela Dantas e Roberta Stangherlim

O Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos (PNEDH), lançado em 2006 pelos Ministérios da Educação e da Justiça e pela Secretaria Especial de Direitos Humanos, estabelece concepções, princípios, objetivos, diretrizes e linhas de ação, que determinam o compromisso do estado brasileiro na formulação de políticas de Educação em Direitos Humanos, tendo em consideração cinco eixos de atuação: Educação Básica; Educação Superior; Educação Não Formal; Educação dos Profissionais dos Sistemas de Justiça e Segurança Pública e Educação e Mídia.

Treze anos após o lançamento do PNEDH, a realidade recente tem mostrado retrocessos na garantia de direitos arduamente conquistados como, por exemplo, o esvaziamento de conselhos e fóruns responsáveis pelo controle social de políticas públicas sociais diversas como é o caso do Conselho Nacional de Defesa da Criança e do Adolescente (CONANDA), o estímulo à militarização das escolas de Educação Básica e ao ensino domiciliar; as restrições à liberdade de cátedra e criminalização dos profissionais da educação; o fim de ações governamentais destinadas à reparação dos direitos educativos de pessoas jovens e adultas com baixa ou nenhuma escolaridade; as restrições orçamentárias impostas ao ensino público superior de maneira a inviabilizar a produção científica e o acesso e a permanência dos segmentos historicamente vulnerabilizados nestas instituições.

É nesse cenário que a Olhares – Revista do Departamento de Educação da Unifesp - lança a chamada para o dossiê: Educação em Direitos Humanos. Serão aceitos ensaios, artigos com pesquisas empíricas, resenhas e relatos de experiência consolidados que abordem questões relativas aos eixos temáticos do PNEDH, tendo em vista a importância de se compartilhar conhecimentos que possam contribuir na reflexão-ação sobre possíveis caminhos a serem percorridos na construção de uma sociedade menos injusta e mais respeitosa para com as liberdades individuais e coletivas de todas as pessoas.

PRAZO DE ENVIO DE TEXTOS- 31 DE MAIO/2020

PREVISÃO DE PUBLICAÇÃO – NOVEMBRO DE 2020

 

 

Número Temático: Violência Escolar, Direitos Humanos e Responsabilidade.

Coordenação:

Profa. Marian Ávila de Lima Dias- Universidade Federal de São Paulo  (Unifesp)

Prof. José Leon Crochíck - Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)

A violência no ambiente escolar é um fato grave presente em todos os países afetando atualmente milhões de crianças e jovens. Essa grave constatação da falha do processo civilizatório se espraia para além da escola e aponta para o fracasso na formação das gerações para o verdadeiramente humano. A perda da experiência tem colocado a perspectiva de uma vida boa de ser vivida como externa aos indivíduos; do mesmo modo, os direitos humanos passam a ser considerados como ponto de chegada em um horizonte incerto e não como a única forma digna dos indivíduos se relacionarem sem serem pautados pela dominação. Os direitos humanos, tematizados na educação básica como forma de minimamente se contrapor à barbarização de uma educação transformada em mera instrução e capacitação para a competição, como exercício de participação singular e aberto à alteridade dentre os membros da comunidade escolar se materializa naquilo que tem se convencionado nomear de ‘educação em direitos humanos’, tendo como expressão máxima o Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos.

É nesse cenário que a Olhares – Revista do Departamento de Educação da Unifesp lança a chamada para o dossiê: Violência Escolar, Direitos Humanos e Responsabilidade. Serão aceitos ensaios, artigos com pesquisas empíricas, e resenhas que abordem questões relativas à temática supracitada no sentido de tornar públicas a pesquisa e o pensamento capazes de oferecer formas de resistência do campo da educação frente ao avanço da violência como forma de relação entre os seres humanos dentro e fora da escola.

PRAZO DE ENVIO DE TEXTOS- 30 DE SETEMBRO/2020

PREVISÃO DE PUBLICAÇÃO – MAIO DE 2021