A Educação Ambiental promovida pela Sala Verde Caparaó e sua relação com as macrotendências pedagógicas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2021.v16.12018

Palavras-chave:

Educação Ambiental; Sala Verde; Tendência Pedagógica.

Resumo

Norteadas pelo Projeto Político Pedagógico, as Salas Verdes são espaços não formais disseminadores de educação ambiental. A Sala Verde Caparaó vem, desde 2014, desenvolvendo práticas ambientais educativas. Relacionou-se essas práticas com as macrotendências pedagógicas da Educação Ambiental analisando os relatórios anuais do período entre 2014 a 2016. Foram identificadas atividades que vão desde a realização de palestras e mostras audiovisuais, visitas técnicas e até avaliações da sustentabilidade de agroecossistemas. A maioria das ações são categorizadas como pragmáticas, embora este espaço disseminador também tenha proposto atividades de cunho conservacionista e crítica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, V. S. Estágio supervisionado com enfoque na Educação Ambiental: perspectivas de uma sala verde. 2018. 74 f. Dissertação (Mestrado em Educação Agrícola) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica - Rio de Janeiro. Disponível em: <https://tede.ufrrj.br/handle/jspui/2786>. Acesso em: 20 de mai de 2019.

BOURDIEU, P. O poder simbólico. 11. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2007. 313 f.

CAMPOS, F. C. A.; SANTORO, Fl. M.; BORGES, M. R. S. Cooperação e aprendizagem on-line. Rio de Janeiro: DP&A, 2003.

CUBA, M. A. Educação Ambiental nas escolas. Educação, Cultura e Comunicação, v. 1, n. 2, p. 23-31, 2010.

DENARDIN, V. F.; SULZBACH, M. T. Os possíveis caminhos da sustentabilidade para a agropecuária da região Oeste de Santa Catarina. Desenvolvimento em Questão, v. 3, n. 6, p. 87-115, 2005.

DIAS, B. C.; BOMFIM, A. M. A “teoria do fazer” em Educação Ambiental Crítica: uma reflexão construída em contraposição à Educação Ambiental Conservadora. Anais do VIII Encontro Nacional De Pesquisa Em Educação Em Ciências, v. 8, 2011.

FONTAN, I. C. I.; CARVALHO, A. H. O.; GUIMARÃES, E. C. S. Relatos de experiência: a Sala Verde Caparaó e a Educação Ambiental não formal. UNIFESO-Humanas e Sociais, v. 3, n. 03, 2016.

GADOTTI, M. A questão da educação formal/não-formal. Sion: Institut Internacional des Droits de 1º Enfant, p. 1-11, 2005.

GRZEBIELUKA, D.; SILVA, J. A. Educação Ambiental Na Escola: do Projeto Político Pedagógico a prática docente. Revista Monografias Ambientais, v. 14, n. 3, p. 76-101, 2015.

GUIMARÃES, M. Educação Ambiental crítica. Identidades da Educação Ambiental brasileira. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, p. 25-34, 2004.

HERNÁNDEZ, F.; VENTURA, M. A organização do currículo por projetos de trabalho: O conhecimento é um caleidoscópio. 5º Ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

JACOBI, P. R. Educação Ambiental: o desafio da construção de um pensamento crítico, complexo e reflexivo. Educação e pesquisa, v. 31, n. 2, p. 233-250, 2005.

LAYRARGUES, P. P. Identidades da educação brasileira. Ministério do Meio Ambiente/Diretoria de Educação Ambiental, 2004.

LAYRARGUES, P. P.; LIMA, G. F. C. Mapeando as macro-tendências político-pedagógicas da Educação Ambiental contemporânea no Brasil. In: Encontro Pesquisa em Educação Ambiental, 1, 2011, Rio Claro. Anais do I EACB: Pesquisa em Educação Ambiental. Rio Claro: p. 1-15, 2011.

LAYRARGUES, P. P.; LIMA, G. F. C. As macrotendências político-pedagógicas da Educação Ambiental Brasileira. Ambiente & Sociedade, v. 17, n. 1, p. 23-40, 2014.

LIMA, G. F. C. Educação Ambiental: formação, identidades e desafios. 1. ed. Campinas: Papirus, 2011.

LIMA, D. S. A construção da gestão democrática sob a perspectiva do Projeto Político Pedagógico. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017, 27 f.

LOUREIRO, C. F. B. Premissas teóricas para uma Educação Ambiental transformadora. Ambiente & Educação, v. 8, n. 1, p. 37- 54, 2003.

LOUREIRO, C. F. B. Educação Ambiental transformadora. Identidades da Educação Ambiental brasileira. Brasília: MMA, p. 65-84, 2004a.

LOUREIRO, C. F. B. Educar, participar e transformar em Educação Ambiental. Revista Brasileira de Educação Ambiental, v. 0, n. 0, p. 13-20, 2004b.

LOUREIRO, C. F. B. Educação Ambiental crítica: contribuições e desafios. Conceitos e práticas em Educação Ambiental na escola, p. 65, 2007.

LOUREIRO, C. F. B. Contra-Hegemônica. Trabalho, educação e saúde, v. 11, n. 1, p. 53-71, 2013.

LOUREIRO, C. F. B.; LAYRARGUES, P. P. Educação Ambiental Nos Anos 90. Mudou, Mas Nem Tanto. Brasília: Revista Brasileira de Meio Ambiente, v. 9, n. 5, p. 6-7.2001, 2001.

LUZ, L. Projeto Político Pedagógico de Educação Ambiental e Agricultura Familiar da Floresta Nacional de Tefé. MMA/ICMBio. Disponível em: <http://www.icmbio.gov.br/educacaoambiental/images/stories/biblioteca/PPPea/PPPEA_-_FLONA_Tef%C3%A9.pdf>. Acesso em 24 de mai de 2019.

MATOS, M. A. E. A metodologia de projetos, a aprendizagem significativa e a Educação Ambiental na escola. Ensino, Saúde e Ambiente Backup, v.2 n.1, p 22-29, 2009.

MEDEL, C. R. M. A. Projeto Politico Pedagogico: Construção e Implementação na Escola. 2. Ed. Campinas: Autores Associados, 2008.

MIRANDA, E. C. S. S.; OCHOSKI, M.; NETO, B. P.; ALMEIDA, V. S.; SOARES, A. M. D. Agrofloresta pedagógica: cultivando a agroecologia no espaço escolar. Cadernos de Agroecologia, v. 13, n. 1, 2018.

MIOTTO, H. S.; GONÇALVES, R. C.; DINARDI, A. J. A Inserção da Educação Ambiental nos Documentos que Norteiam os Diferentes Níveis de Formação. Rio Grande do Sul: REMEA-Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, n. 1, p. 295-307, 2018.

RIBEIRO, E. S.; SILVA, B. E. Revisão e modificações em um PPP sob as perspectivas da gestão democrática voltada à educação Infantil. Revista Científica Doctum: Educação, v. 1, n. 1, 2015.

SANTOS, J. A.; TOSCHI, M. S. Vertentes da Educação Ambiental: da conservacionista à critica. Fronteiras: Journal Of Social, Technological And Environmental Science, v. 4, n. 2, p. 241-250, 2015.

SAUVÉ, L. Uma Cartografia Das Correntes Em Educação Ambiental. Educação Ambiental: pesquisa e desafios, p. 17-44, 2005.

SILVA, F. D. da. Projeto político pedagógico aplicado a centros de Educação Ambiental e a salas verdes: manual de Orientação. Brasília: Ministério do Meio Ambiente/Diretoria de Educação Ambiental. 2005.

SILVA, M. D. da; CARNIATTO, I.; POLINARSKI, C. A. Projeto político-pedagógico como instrumento para Educação Ambiental formal. Anais do VII Enpec - Encontro Nacional de Pesquisas em Educação em Ciências, Florianópolis, 2009.

SILVA, R. L. F.; CAMPINA, N. N. Concepções de Educação Ambiental na mídia e em práticas escolares: contribuições de uma tipologia. Pesquisa em Educação Ambiental, v. 6, n. 1, p. 29-46, 2011.

SCHULTZ, D.; SILVA, J.; MARIA, J. T.; HALILA, N. F. K.; HAURESKO, C. O Projeto Político Pedagógico na escola: análise dos PPP do Colégio Estadual Padre Chagas e Colégio Estadual do Campo da Palmeirinha, Pelo PIBID- Geografia. In: 2015, Paraná. Anais do IV Fórum das Licenciaturas/VI Encontro do PIBID/II Encontro PRODOCÊNCIA: Diálogos entre licenciaturas: demandas da contemporaneidade. Paraná, 2015.

SORRENTINO, M. Educação Ambiental e universidade: um estudo de caso. Tese (Doutorado em Educação). São Paulo: Universidade de São Paulo, 1995.

SOUSA, T.; SANT'ANA JÚNIOR, H. A. de. Educação Ambiental crítica ou conservadora? Elementos para uma reflexão crítica acerca do projeto ECOA. Ambiente & Educação, v. 23, n. 1, 2018.

TRISTÃO, V. T. V. Educação Ambiental não formal: a experiência das organizações do terceiro setor. 2011. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011.

VEIGA, I. P. A. Inovações e projeto político-pedagógico: uma relação regulatória ou emancipatória? Cadernos Cedes, v. 23, n. 61, p. 267-281, 2003.

VEIGA, I. P. A. Perspectivas para reflexão em torno do projeto político-pedagógico. In: Projeto político-pedagógico da escola: uma construção possível. 13 ed. Campinas, SP: Papirus. p.09-32, 2008.

Downloads

Publicado

2021-08-01

Como Citar

Carvalho, A. H. de O., Passalini, G. ., & Carvalho, V. Ágda de O. (2021). A Educação Ambiental promovida pela Sala Verde Caparaó e sua relação com as macrotendências pedagógicas. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 16(4), 248–266. https://doi.org/10.34024/revbea.2021.v16.12018

Edição

Seção

Artigos
Recebido em 2021-04-16
Aceito em 2021-05-03
Publicado em 2021-08-01