ART: HOMENS DE PRETO: INDUMENTÁRIA E IDENTIDADE NAS REPRESENTAÇÕES ENTRE OS SÉCULOS XVII E XIX

Autores

  • Márcio Páscoa Professor Doutor Associado da Universidade do Estado do Amazonas

DOI:

https://doi.org/10.34024/imagem.v1i1.14191

Palavras-chave:

Iconografia Musical, Moda e indumentária, Franz Liszt, Niccolo Paganini, Toscana século XVII

Resumo

Entre os séculos XVII e XIX, a profissão de músico foi assumida com exclusividade e a sua representação em pintura mostra que a ascensão de condição social e de classe foi acompanhada por hábitos de vestir que trouxeram na adoção da cor uma forte atribuição de identidade. Através da análise de situações pontuais, foi traçado aqui um breve panorama do uso da cor preta na roupa dos músicos representados em pintura e como a cor homologou os profissionais. Passando pelos músicos do Príncipe Ferdinando da Toscana, ao fim do século XVII, chegando aos icônicos Niccolo Paganini e Franz Liszt, o uso do preto parece ter se firmado como revestimento de atributos necessários a consolidar a profissão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Andresen, H. C. (1871). A poet’s Bazaar. New York: Hourd and Houghton.

Castiglione, B. (1965). Il libro del Cortegiano, Einaudi. Italia: BUR Biblioteca Univ. Rizzoli.

Chiarini, M. (1976) Antonio Domenico Gabbiani e I Medici. Em B. Munchen. Kunst der Barock in der Toskana. Munich: Verlag F. Bruckmann.

Cont, A. (2012). I Paggi nelle Corte Italiani del Seicento. Firenze: Leo Olschki Editore.

Currie, E. (2016). Fashion and masculinity in Renaissance Florence. London; New York: Bloomsbury Editor.

Dolci, L. (1565). Dialogo di M. Lodovico Dolci, nel quale se ragiona dele qualitá, diversitá, e proprietá dei colori. Venesia: Sessa e Fratelli.

Eckhardt, M., Mueller, R., & Walker, A. (2001). Liszt, Franz. Grove Music Online. Recuperado de: https://www.oxfordmusiconline.com/grovemusic/view/10.1093/gmo/9781561592630.001.0001/omo-9781561592630-e-0000048265

Gauk-Roger, N. (2003). Sacra conversazione. Grove Art Online. Recuperado de: https://www.oxfordartonline.com/groveart/view/10.1093/gao/9781884446054.001.0001/oao--9781884446054-e-7000074882.

Gavel, J. (1979). Color: A study of its Position in the Art Theory of the Quattro & Cinquecento. Stockholm: Almqvist & Wiksell International.

Gooley, D. A. (2004). The virtuoso Liszt. Cambridge: Cambridge University Press.

Harvey, J. (1995). Men in black. Chicago: University of Chicago Press.

Hill, J.W. (1990). Antonio Veracini in context: new perspectives from documents, analysis and style. Early Music, 18(4), 561.

Hugford, I. (1762). Vita di Antonio Domenico Gabbiani, pittor fiorentino. Firenze: Francesco Moucke Editore.

Kirkendale, W. (1993). The Court Musicians in Florence During the Principate of the Medici. With a Reconstruction of the Artistic Establishment. Florence: Leo Olschki Editor.

Lichtenstein, J. (1994). A cor eloquente. São Paulo: Siciliano.

McKinney, C. (2012). Men in black: fashioning masculinity in Nineteenth century Spain, Letras Hispanas, 8(2), 78-86.

Neill, E. (2001). Paganini, Nicolò. Grove Music Online. Recuperado de: https://www.oxfordmusiconline.com/grovemusic/view/10.1093/gmo/9781561592630.001.0001/omo--9781561592630-e-0000040008

Orlandi, P.A. (1719). Abecedario pittorico. Bologna: Constantino Pifarri.

Ribeiro, A. (1995). The art of dress: fashion in England and France, 1750-1820. Connecticut: Yale University Press.

Rinaldi, M. (1978). Due secoli di musica al Teatro Argentina (Volume 1). Florence: Leo Olschki Editor.

Sonneck, O. (1922). Heinrich Heine’s musical feuilletons. The Musical Quarterly. New York: Schirmer.

Suvini-Hand, V. (2011). Isn’t He? Ingrés’s Paganini and Delacroix’s Parody. Journal of Romance Studies, 11(2), 35-59.

Downloads

Publicado

2022-08-12

Como Citar

Páscoa, M. . (2022). ART: HOMENS DE PRETO: INDUMENTÁRIA E IDENTIDADE NAS REPRESENTAÇÕES ENTRE OS SÉCULOS XVII E XIX. Imagem: Revista De Hist´ória Da Arte, 1(1). https://doi.org/10.34024/imagem.v1i1.14191

Artigos Semelhantes

1 2 3 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.