A percepção dos discentes do Curso Técnico em Mineração do Instituto Federal do Amapá, campus Macapá, sobre Educação Ambiental

  • Francisco Daniel Soares Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá, Macapá, AP
  • Joádson Rodrigues da Silva Freitas Instituto Federal do Amapá, Macapá, AP
Palavras-chave: Educação Ambiental; Instituto Federal do Amapá; Mineração; Percepção Ambiental.

Resumo

Este estudo teve por objetivo analisar a percepção dos discentes do curso técnico em mineração do Instituto Federal do Amapá, sobre a Educação Ambiental. Os dados foram obtidos por meio de aplicação de questionário online, através da ferramenta google forms, participaram da pesquisa 37 alunos, 43,2% do sexo masculino e 56,8% do feminino, todos concluintes e regularmente matriculados no ano letivo de 2017. A pesquisa mostrou que os estudantes, possuem entendimento acerca da dinâmica de interação que ocorre entre o homem e a natureza. Observou-se, que os discentes possuem um repertório de conhecimentos acerca das questões relacionadas ao meio ambiente, e que os mesmos entendem a importância da Educação Ambiental para a sua futura área de atuação profissional, tendo em vista que o setor mineral possui forte potencial de impactar o meio ambiente.

Biografia do Autor

Joádson Rodrigues da Silva Freitas, Instituto Federal do Amapá, Macapá, AP

Graduado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Amapá – UNIFAP. Mestre em Ciência pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – UFRRJ. Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá – IFAP.

Referências

AMADO, F. Direito Ambiental. - 8ª ed. rev., atual. e ampl. - Salvador: Juspodivm, 2017.

ARAÚJO, A. C.; MATSUOKA, E. M.; UNG, J. E.; HILSDORF, W. C.; SAMPAIO, M. Logística reversa no comércio eletrônico: um estudo de caso. Gest. Prod., São Carlos, v. 20, n. 2, p. 303-320, 2013.

BENNEMANN, G.; GRZEBIELUCKAS, C. Consciência ecológica dos discentes do Curso de Ciências Contábeis da UNEMAT: uma análise dos hábitos e práticas ambientais. Rev. Eletrônica Mestr. Educ. Ambient. v. 33, n.2, p. 4-19, maio/ago., 2016

BEZERRA, T. M. O.; FELICIANO, A. L. P.; ALVES, A. G. C. Percepção ambiental de alunos e professores do entorno da Estação Ecológica de Caetés – Região Metropolitana do Recife-PE. Biotemas, v. 21, n. 1, p 147-160, Mar. 2008.

BRASIL. Ministério da Educação e Desporto. Diretrizes e bases da educação nacional, lei nº. 9.394 de 20 de dezembro de 1996, atualizada até março de 2017. Senado Federal, Coordenação de Edições Técnicas, 2017. Disponível em: <http://www2.senado.leg.br>. Acesso em: 12 maio 2018.

BRASIL. Lei nº 9.795/1999 - Dispõe sobre a Educação Ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9795.htm>. Acesso em: 29 out. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais (Ensino Médio). Brasília: MEC, 2000. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/expansao-da-rede-federal/195-secretarias-112877938/seb-educacao-basica-2007048997/12598-publicacoes-sp-265002211>. Acesso em: 07 nov. 2017.

BITAR, O. Y. Avaliação da recuperação de áreas degradadas por mineração na região metropolitana de São Paulo. 1997. 185f. Tese (Doutorado). Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. 1997.

BRONDANI, C. J.; HENZEL, M. E. Análise sobre a conscientização ambiental em escolas da rede municipal de ensino. Revista Brasileira de Educação Ambiental. v. 5 (2010).

BOHNENBERGER, J. C.; PIMENTA, J. F. P.; ABREU, M. V. S.; COMINI, U. B.; CALIJURI, M. L.; MORAES, A. P.; PEREIRA, I. S. Identificação de áreas para implantação de usina de reciclagem de resíduos da construção e demolição com uso de análise multicritério. Ambiente Construído, Porto Alegre, v. 18, n. 1, p. 299-311, jan./mar. 2018.

BORGES, F. H.; TACHIBANA, W. K. A evolução da preocupação ambiental e seus reflexos no ambiente dos negócios: uma abordagem histórica. Anais do XXV Encontro Nac. de Eng. de Produção – Porto Alegre, RS, Brasil, 29 out a 01 de nov de 2005. Disponível em: . Acesso em: 18 jun. 2018.

DIÁRIO. Jornal Diário do Amapá. Amapá tem 95% do seu ecossistema preservado. Disponível em: <https://www.diariodoamapa.com.br/ cadernos/cidades/>. Acesso em: 12 maio 2018.

EMBRAPA. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Agricultura tem papel de destaque na preservação ambiental, mostra estudo, 2017. Disponível em: <https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/>. Acesso em: 13 maio 2018.

FREITAS, J. R. S.; ZAÚ, A. S. Educação Ambiental a partir da interação entre a sala de aula e arredores da comunidade. Revbea, São Paulo, v. 10, Nº 2: 249-269, 2015.

FIORILLO, C. A. P.; MORITA, D. M.; FERREIRA, P. Licenciamento Ambiental. 2ª ed. Rev., atual. e ampl. - São Paulo: Saraiva, 2015.

GREGORI, M. S.; ARAUJO, L. E. B. Epistemologia Ambiental: a crise ambiental como uma crise da razão. Revista Eletrônica do Curso de Direito – UFSM, Santa Maria. Edição Especial, v.8, p. 700-711, 2013.

IFAP. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá. Plano de curso de nível médio em mineração na forma integrada, 2012. Disponível em: <http://siteantigo.ifap.edu.br//>. Acesso em: 19 dez. 2017.

IEPA. Diagnóstico do setor mineral do Estado do Amapá/coordenador, Marcelo José de Oliveira. Macapá: Iepa, 2010. Disponível em: <http://www.mme.gov.br/documents/1138775/1732815/Diagn%C3%B3stico+do+Setor+Mineral+do+Estado+do+Amap%C3%A1/baf8b84f-2fa5-4b6e-91c0-ee8bdad01e63?version=1.0>. Acesso em: 23 jan. 2018.

JABBOUR, A. B. L. S.; JABBOUR, C. J. C. Gestão ambiental nas organizações: fundamentos e tendências. São Paulo: Atlas, 2013.

JACOBI, P. Educação Ambiental, cidadania e sustentabilidade. Cadernos de

Pesquisa, n. 118, p. 189-205, 2003.

LAYRARGUES, P. P.; LIMA, G. F. C. As macrotendências político-pedagógicas da Educação Ambiental brasileira. Ambiente & Sociedade. São Paulo v. XVII, n.1, p. 23-40, jan.-mar. 2014.

MOUSINHO, P. G. In: Trigueiro, A. (Coord.). Meio ambiente no século 21. Rio de Janeiro: Sextante. 2003.

MEC. Ministério da Educação. Catálogo nacional de cursos técnicos, 2016. Disponível em: <http://sitesistec.mec.gov.br>. Acesso em: 19 dez. 2017.

MEDINA, N. M. A formação dos professores em Educação Ambiental. BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Panorama da Educação Ambiental no Ensino Fundamental. Brasília, MEC, 2000. Disponível em: <http://www.aedmoodle.ufpa.br/mod/resource/view.php?id=104765>. Acesso em: 27 dez. 2017.

MECHI, A.; SANCHES, D. L. Impactos ambientais da mineração no Estado de São Paulo. Estudos Avançados v.24 (68), 2010.

PONTES, J. C.; FARIAS, M. M. S.; LIMA, V. L. A. Mineração e seus reflexos socioambientais: estudos de impactos de vizinhança (eiv) causados pelo desmonte de rochas com uso de explosivos. Polemica, v.12, n.1, pp.77-90. 2013.

PEREIRA, A. A. S.; COSTA, D. A. T.; BORGES, L. A. C. Percepção ambiental de pós-graduandos sobre os impactos da mineração. Rev. Eletrônica Mestrado Educação Ambiental. Rio Grande, v. 34, n. 2, p. 238-255, maio/ago. 2017.

REIS, L.; MORAIS, M. Educação Ambiental no curso técnico em edificações do proeja: percepção dos alunos quanto a influência da disciplina no seu comportamento ambiental, 2009. Disponível em: <http://www.senept.cefetmg.br/galerias/Anais_2010/Posteres/GT06/EDUCACAO_AMBIENTAL.pdf>. Acesso em: 25 set. 2017.

RUBIO, J. L. A. Estrategias para la Educación Ambiental y capacitación para el desarrolho sustentable, 2013. Disponível em: <http://www.uv.mx/iiesca/files/2013/01/ambiental1996.pdf>. Acesso em: 10 de out. 2017.

RAMOS, E. C. Educação Ambiental: evolução histórica, implicações teóricas e sociais. Uma avaliação crítica. 1996.147 f. Dissertação (Mestrado e Educação)- Curso de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Paraná, Curitiba,1996. Disponível em:<https://acervodigital.ufpr.br/bitstream/handle/1884/29517/D%20%20ELISABETH%20CHRISTMANN%20RAMOS.pdf?sequence=1>. Acesso em: 13 dez. 2017.

RODRIGUES, G. S. S. C.; COLESANTI, M. T. M. Educação Ambiental e as novas tecnologias de informação e comunicação. Sociedade & Natureza, Uberlândia, p.51-66, 2008.

RIBEIRO, C. L.; LOGAREZZI, A. J. M. Educação Ambiental crítica no contexto da educação de pessoas jovens e adultas: entre o descompasso e o desafio de transformação socioambientais. AmbientalMente sustentable: Revista científica galego-lusófona de educación ambiental, nº. 20, 2015.

SANTOS, A. M.; LOPES, E. R. N.; JÚNIOR, M. F. S. Percepção ambiental dos estudantes do ensino técnico em agropecuária do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano em relação à Educação Ambiental e a sua importância para a formação profissional. Revbea, São Paulo, V. 12, No 2: 136-155, 2017.

SILVEIRA, M. S.; BALDIN, N. Concepções de meio ambiente e Educação Ambiental em estudos de percepção ambiental: o caso de professores que lecionam em escolas públicas localizadas em área de bacia hidrográfica. Rev. Eletrônica Mestr. Educ. Ambient. v. 33, n.1, p. 152-170, jan../abr., 2016.

SANTOS, E. T. A. Educação Ambiental na escola: conscientização da necessidade de proteção da camada de ozônio. 2007. 53 f. Monografia (Pós-Graduação em Educação Ambiental) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2007. Disponível em: <http://jararaca.ufsm.br/websites/ unidadedeapoio/download/elaine07.pdf>. Acesso em: 12 dez. 2017.

SILVA, L. J. C. Estudo da percepção ambiental dos alunos do ensino médio no colégio estadual Manoel de Jesus em Simões Filho, BA. Monografia (Especialização em Gestão Ambiental em Municípios) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2013. Disponível em: <http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/bitstream/1/4551/1/MD_GAMUNI_2014_2_8.pdf>. Acesso em: 12 dez. 2017.

SIMÕES, H. C. G. Q. A história e os efeitos sociais da mineração no estado do Amapá. PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP, Nº 2. Dez. 2009.

SILVA, A. E; MARCHETTO, M. A percepção da Educação Ambiental no ensino de jovens e adultos – EJA Escola Estadual Antônio Aggio - São Paulo, Capital. E&S - Engineering and Science, 2015.

SILVA, J. P. L. Impactos ambientais causados por mineração. Revista Espaço da Sophia, n. 8, pp.1-13. Nov. 2007.

SEMA. Secretaria de Estado do Meio Ambiente do Amapá. O Amapá planeja o plano de comunicação para as unidades de conservação estaduais. Disponível em: <http://www.sema.ap.gov.br/>. Acesso em: 10 maio 2018.

Publicado
2020-02-20
Como Citar
Soares, F. D., & Freitas, J. R. da S. (2020). A percepção dos discentes do Curso Técnico em Mineração do Instituto Federal do Amapá, campus Macapá, sobre Educação Ambiental. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 15(1), 288-309. https://doi.org/10.34024/revbea.2020.v15.9357
Seção
Relatos de Experiências