Pedagogia dos R'S nas escolas: da teoria à prática

Autores

  • Victor Matheus de Morais Mendes Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) https://orcid.org/0000-0002-4332-2128
  • Kadydja Karla Nascimento Chagas Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN)

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2023.v18.13952

Palavras-chave:

Resíduos Sólidos, Educação Ambiental, R's, Escola

Resumo

Um dos principais causadores dos problemas socioambientais são os resíduos sólidos (RS), devido ao consumismo desenfreado e à sua destinação inadequada. Assim, com vistas a minimizar os efeitos causados pela má gestão dos RS, o princípio dos 3 R's (reduzir, reutilizar e reciclar) tem sido um dos temas trabalhados em projetos de Educação Ambiental (EA) nas escolas. Com o passar dos anos, novos R's foram sendo inseridos nessa metodologia, a fim de conscientizar a sociedade desde a não geração dos resíduos até a reciclagem. Nesse contexto, o presente artigo buscou realizar uma análise, da teoria à prática, dos R's no âmbito da EA nas escolas e o caminho a ser percorrido para que estejam inseridos dentro da escola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kadydja Karla Nascimento Chagas, Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN)

Professora Pós-doutora em Ciências Sociais do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte. Possui graduação em Licenciatura em Educação Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2001), é especialista em Fisiologia do Exercício pela Universidade Veiga de Almeida/RJ, mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2007) e doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2014). Cursou Estágio Pós-Doutoral (2020) em Sociologia da Educação, pela Universidade do Minho/Portugal. Atualmente está cursando Pós Doutoramento em Educação Profissional pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional - PPGEP/IFRN. Tem experiência na área de Educação, Educação Física e Meio Ambiente, com ênfase nos seguintes temas: lazer, esporte, ludicidade, formação e autoformação profissional.

Referências

BESEN G. R.; BORBA, M. P. Coordenação de Mariana Valente e Philippe Thibault. Coletas Seletivas em Movimento. Brasília: WWF, 2015.

BRASIL. Lei 12.305, 02 de agosto de 2010. Política Nacional de Resíduos Sólidos.

BRASIL. Lei 12.305, 2 de ago. 2010a. Dispõe sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos. AGENDA 21. Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente. Senado Federal. Brasília: Subsecretaria de Edições Técnicas, 1997. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato20072010/2010/lei/l12305.htm>. Acesso em: 16 maio. 2021.

BRASIL. Política Nacional de Educação Ambiental – Lei nº 9.795, de 27 de abril de 1999.

BRITO, R.O.; SIVERES, L.; CUNHA, C. O uso de indicadores para avaliação qualitativa de projetos educativos socioambientais: a gestão participativa no ambiente escolar. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, v. 27, n. 104, p. 610-630, 2019.

CMMAD. Nosso futuro comum. Relatório Brundtland. Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1988.

DIDONET, D. L.; DE SOUZA, J. P.; E SOUZA, T. A. Práticas da Educação Ambiental: uma proposta de educação para o desenvolvimento sustentável. Itinerarius Reflectionis, Goiânia, v. 11, n. 1, 2015.

FADINI, P. S.; FADINI, A. A. B. Lixo: desafios e compromissos. Disponível em: <http://sbqensino.foco.fae.ufmg.br/uploads/314/lixo.pdf>. Acesso em: 22 maio. 2021.

FERREIRA, L.C.; MARTINS, L.C.F.; MEROTTO, S.C.; RAGGI, D.G.; SILVA, J.G.F. Educação Ambiental e sustentabilidade na prática escolar. Revista Brasileira de Educação Ambiental, São Paulo, v. 14, n. 2, p. 201-214, 19 jun. 2019.

FURIAM, S.M.; GÜNTHER, W.R. Avaliação da Educação Ambiental no gerenciamento dos resíduos sólidos no campus da Universidade Estadual de Feira de Santana. Sittientibus, Feira de Santana, n. 35, p. 7-27, 2006. Semestral.

GABRIELA MARCONDES. Ceo da Ecomaterioteca e Coordenadora do Movimento 1Mm. Novas práticas com 12 novos conceitos. 2016. Disponível em: <https://gabrielamarcondes.com.br/novas-praticas-com-12-novos-conceitos/#:~:text=Os%203%20Rs%20(Reduzir%2C%20Reutilizar,a%20gera%C3%A7%C3%A3o%20de%20res%C3%ADduos%2C%20evitando>. Acesso em: 11 jul. 2021

GARCIA, A.A. Aplicação do conceito 3RS no gerenciamento de resíduos com ênfase em Educação Ambiental para o consumo responsável. In: congresso associação brasileira de engenharia sanitária e ambiental, 29., 2017, São Paulo. Anais Eletrônicos. São Paulo: Feneasan, 2017. p. 1-8. Disponível em: <http://abes-dn.org.br/anaiseletronicos/trabalhos.php?pagina=524>. Acesso em: 07 jun. 2021.

HEMPE, C.; NOGUERA, JOC A EDUCAÇÃO AMBIENTAL E OS RESIDUOS SÓLIDOS URBANOS. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental , v. 5, n. 5, pág. 682–695, 2012.

JACOBI, P. Educação Ambiental, Cidadania e Sustentabilidade. Cadernos de Pesquisa, n. 118, páginas: 188-205, mar. 2003.

KLEIN, L.M. A família aumentou: os 10 Rs da sustentabilidade. 2014. Elaborada por Letícia Maria Klein. Disponível em: <http://www.sustentaacoes.com/2014/10/os-10-rs-da-sustentabilidade.html>. Acesso em: 10 jul. 2021.

LAMEU, P.H.M.; LIMA, M.S.; AMORIM, C.D.; SANTOS, K.D.L.; SILVA, L. Educação Ambiental através de uma oficina de produção de mudas em materiais reutilizados. Anais do Congresso Nacional de Educação, 6., 2019, Fortaleza.

LEITE, R.; ALMEIDA, G. F.; SOUSA, A. N.; ARAÚJO, A. O.; PEREIRA, D. S. O.; CARDOSO, E. F.; MENDES, H. S.; CORDATO, L. S. S. The ecological footprint as a comparative instrument of the levels of environmental sustainability in public and private schools in the Municipality of Pombal, Paraíba, Brazil. Research, Society and Development, v. 9, n. 9, p. e419997268, 2020.

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE (MMA). A política dos 5 R's. Disponível em: <http://www.mma.gov.br/comunicacao/item/9410>. Acesso em: 02 dez. 2021.

MOITINHO, E.B. et al. A Educação Ambiental como instrumento de sensibilização para reutilização de resíduos sólidos. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v. 12, n. 5, p. 874-878, 2017.

OLIVEIRA, N.G.N. Geração de resíduos sólidos urbanos e ações de Educação Ambiental e responsabilidade ética: Floriano –PI. 2021. Tese (Doutorado em Tecnologia e Sociedade) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2021.

PESSOA, A.S. Proposta de gestão dos resíduos sólidos em uma escola do Ensino Profissionalizante de Manaus. 2017. 79 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2017.

PORTILHO, F. Sustentabilidade ambiental, consumo e cidadania. São Paulo: Cortez, 2005.

RINALDI, M. Os resíduos sólidos como ferramenta de Educação Ambiental na Associação de Pais e Amigos do Excepcional de Cerro Grande/RS. 2015. 48 f. Monografia (Especialização) - Curso de Especialização em Educação Ambiental, Centro de Tecnologia, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2015. Disponível em: <https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/18873/TCCE_EA_EaD_2015_RINALDI_MERIDIANE.pdf?sequence=1&isAllowed=y>. Acesso em: 2 jul. 2021.

SALM, V.M.; CARPIO, J.A.V.; SOUZA, V.B.; SCHUCH, E.M. Proposta de oficina de capacitação da política dos 5 R's voltada para a Educação Ambiental em transportes. Brazilian Journal Of Development, v. 7, n. 3, p. 31356-31368, 2021.

SCUPINO, F. Avaliação de programas de Educação Ambiental voltados para gestão de resíduos sólidos em escolas municipais de Pinhais/PR. 2015. 124 f. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2015

SILVA, S.M. Uma proposta de Educação Ambiental integrando o princípio dos 3 rs (reduzir, reutilizar e reciclar) nas unidades escolares municipais de Santo Amaro da Imperatriz – SC. 2003. 177 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental, Centro Tecnológico, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2003.

SOARES, L.G.C.; SALGUEIRO, A.A.; GAZINEU, M.H.P. Educação Ambiental aplicada aos resíduos sólidos na cidade de Olinda, Pernambuco – um estudo de caso. Revista Ciências & Tecnologia, Pernambuco, ano 1, n. 1, p. 1-9, 1 jul. 2007.

ZOMBINI, E.V.; PELICIONI, M.C.F. Saneamento Básico para a Saúde Integral e a Conservação do Ambiente. In: PHILIPPI JUNIOR, A.; PELICIONI, M.C.F. (Ed.). Educação Ambiental e Sustentabilidade. 2. ed. Baruerí: Manole, 2014. p. 248.

Downloads

Publicado

01-04-2023

Como Citar

Mendes, V. M. de M., & Chagas, K. K. N. (2023). Pedagogia dos R’S nas escolas: da teoria à prática. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 18(3), 32–42. https://doi.org/10.34024/revbea.2023.v18.13952

Edição

Seção

Artigos
Recebido: 2022-05-27
Aceito: 2022-12-13
Publicado: 2023-04-01

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.