Educação Ambiental na Amazônia em período de pandemia

Autores

  • Wander de Jesus Barboza Duarte Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas de Marabá-PA

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2021.v16.12094

Palavras-chave:

Queimadas; Pandemia Covid-19; Meio Ambiente.

Resumo

A Amazônia é uma região de superlativos, com dimensões continentais, que se espalha por todos os países do norte da América do Sul. Seus múltiplos matizes culturais, ambientais e biológicos são apenas parcialmente conhecidos, fato que limita de forma marcante as necessárias intervenções físicas da região. É preciso considerar que mais de vinte e cinco milhões de pessoas vivem na parte brasileira da Amazônia e são os verdadeiros responsáveis por sua conservação, e, em parte por sua revelação nos tempos atuais. O mundo vem experimentando mudanças ambientais significativas, com reflexos diversos, ora acentuando a magnitude de eventos naturais, ora reduzindo seus efeitos. A presente pesquisa, busca desenvolver elementos que contribuam para entender as causas e consequências dos eventos climáticos extremos na Amazônia em período de pandemia Covid-19 e verificar possíveis causas e consequências das queimadas e seca na Amazônia por meio de análise robusta dos dados disponíveis, partindo de uma ampla revisão bibliográfica, para identificar os fatores críticos, propondo uma reflexão sobre essas preocupações que devem ser consideradas nos processos decisórios relacionados à conservação, mitigação e adaptação aos efeitos das queimadas, das mudanças climáticas, as quais devem se acentuar nos tempos vindouros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALFREDINI, P. et.al. Engenharia Portuária. São Paulo. Blucher, 2014.

AMAZÔNIA REAL. Queimadas e pandemia projetam cenário de desastre na Amazônia. Disponível em < http://amazonia.org.br/2020/06/queimadas-e-pandemia-projetam-cenario-de-desastre-na-amazonia-diz-ipam/> Acesso em 27 de janeiro de 2021.

AMAZÔNIA AZUL. Disponível em <https://youtu.be/RtPH0NuqQwE>. Acesso em 27 de janeiro de 2021.

BECKER, B.; STENNER, C. Um futuro para a Amazônia. São Paulo. Oficina de Textos, 2008.

BORMA, L.S. Secas na Amazônia. São Paulo. Oficina de Textos, 2013.

FRANÇA, J.L; VASCONCELOS, A.C. Manual para normalização de publicações técnico-científicas. Belo Horizonte. Editora UFMG, 2009.

GONÇALVES, C.W.P. Amazônia, Amazônias. São Paulo. Contexto, 2010.

MARTINS, G.A.; THEÓPHILO, C.R. Metodologia da Investigação Científica para Ciências Sociais Aplicadas. Editora Atlas S.A., 2007.

MARINHA DO BRASIL. Flotilha do Amazonas. Disponível em: https://www.marinha.mil.br/comflotam/> Acesso em 27 de janeiro de 2021.

MARINHA DO BRASIL. Grupamento de Patrulha Naval do Norte. Disponível em <https://pt.wikipedia.org/wiki/Grupamento_de_Patrulha_Naval_do_Norte> Acesso em 27 de janeiro de 2021.

NAPLOG. Navios de apoio logístico. Apresentado em 11 de outubro de 2017. Disponível em <https://youtu.be/iGEtmUFuegc> Acesso em 27 de janeiro de 2021.

NAVIOS PATRULHA. Da Marinha do Brasil. Apresentado em 11 de agosto de 2018. Disponível em <https://youtu.be/ZQwfQnHGgwE> Acesso em 27 de janeiro de 2021.

POLETO, C. Bacias Hidrográficas e recursos hídricos. Rio de Janeiro. 1 ed. Interciência, 2014.

PORTO DO ITAQUI. Disponível em <http://www.portodoitaqui.ma.gov.br/> Acesso em 27 de janeiro de 2021.

PORTOS E TERMINAIS. Disponível em <https://www.cdp.com.br/porto-de-belem> Acesso em 27 de janeiro de 2021.

SARACENI, P.P. Transporte Marítimo de Petróleo e derivados. Rio de Janeiro. 2 ed. Editora Interciência, 2012.

SIQUEIRA, I.P. Redes de infraestruturas críticas. Rio de Janeiro. Editora Interciência, 2014.

SOPESP. Brasil desperdiça 44 mil km de rios que poderiam ser utilizados para transporte. Disponível em <https://sopesp.com.br/2019/10/03/brasil-desperdica-44-mil-km-de-rios-que-poderiam-ser-utilizados-para-transporte/> Acesso em 26 de janeiro de 2021.

STOPFORD, M. Economia Marítima. Tradução Dra. Ana Cristina Paixão Casaca [et.al.] São Paulo. Blucher, 2017.

Downloads

Publicado

2021-08-01

Como Citar

Duarte, W. de J. B. (2021). Educação Ambiental na Amazônia em período de pandemia. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 16(4), 398–418. https://doi.org/10.34024/revbea.2021.v16.12094

Edição

Seção

Artigos
Recebido em 2021-05-03
Publicado em 2021-08-01