Percepção do conhecimento sobre resíduos sólidos da construção civil por graduandos e graduados em engenharia civil

Autores

  • Gabriel Sousa de Freitas Universidade Guarulhos
  • Patricia Bulbovas Universidade Guarulhos/Professora Mestrado em Análise Geoambiental
  • Regina de Oliveira Moraes Arruda Universidade Guarulhos

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2021.v16.11708

Palavras-chave:

Educação Ambiental; Resíduo; Engenheiro Civil; Descarte Irregular.

Resumo

O estudo realizado avaliou o grau de conhecimento referente aos resíduos sólidos da construção civil de estudantes de engenharia civil e profissionais de engenharia civil, durante a sua formação e atuação profissional. Realizou-se uma análise quantitativa com aplicação de um questionário com 15 perguntas referente a resíduos da construção civil, abordando tópicos como: órgãos fiscalizadores, legislação do resíduo da construção civil, descarte, reuso, interesse social e Educação Ambiental divididas em cinco temas. Os resultados obtidos permitiram concluir que ambos os grupos possuem conhecimento a respeito do CONAMA e sua Resolução n° 307, também foi constatado que uma parcela dos estudantes de engenharia civil e engenheiros civis não conseguem realizar o descarte de forma correta e não consideram ter um conhecimento suficiente, apesar de terem conhecimento da legislação. Compreendemos que ambos os grupos, apesar de possuírem uma ciência da legislação, não executam o descarte de forma correta por alguns itens, tais como, falta de incentivo fiscal, falta de uma Educação Ambiental, falta de conhecimento sobre o tema e a não existência de um órgão fiscalizador efetivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABRECON - Associação Brasileira para Reciclagem de Resíduos da Construção Civil e Demolição. O que é entulho. Disponível em: <https://abrecon.org.br/>. Acesso em 18 de nov de 2020.

ABRELPE, Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais. Panorama dos resíduos sólidos no Brasil, 2018. Disponivel em:< https://abrelpe.org.br/panorama/>. Acesso em 30 de jan de 2021.

ARAGÃO, F. V. et al. Análise do conhecimento dos profissionais da construção civil sobre os resíduos de construção civil e demolição na cidade de Campo Mourão-PR. REGET-Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, Santa Maria, v. 18, n. 4, p. 1326-1333, 2014.

AZEVEDO, G. O. D.; KIPERSTOK, A.; MORAES, L. R. S. Resíduos da construção civil em Salvador: os caminhos para uma gestão sustentável. Eng. Sanit. Ambient., Rio de Janeiro , v. 11, n. 1, p. 65-72, Mar. 2006.

BRASIL. Resolução CONAMA n.º 307 - Estabelece diretrizes, critérios e procedimentos para a gestão dos resíduos da construção civil. Diário Oficial da República Federativa do Brasil de 17 de julho de 2002. Disponível em: http://www2.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=307. Acesso em 29 de jan de 2021.

CATUNDA PINTO, C. H.; SANTOS, A. L.; CATUNDA, A. C. M. M.. Percepção da legislação ambiental, gestão e destinação final dos RCD – resíduos da construção e demolição: um estudo de caso em Parnamirim/RN/Brasil. HOLOS, [S.l.], v. 2, p. 33-49, abr. 2015.

FREITAS, G. S., BULBOVAS, P. Os avanços da conscientização a respeito da coleta dos resíduos sólidos na construção civil. Revista Geociências-UNG-Ser, v.19, n.1, pp.15-21, 2020.

GOUVEIA, N. Resíduos sólidos urbanos: impactos socioambientais e perspectiva de manejo sustentável com inclusão social. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro , v. 17, n. 6, p. 1503-1510, June 2012 .

MARCOTTO, H. A; TESSARO, A. A.; TESSARO, A. B. Avaliação do conhecimento de alunos do ciclo básico sobre reciclagem. Revista Brasileira de Educação Ambiental, v. 9, n. 2, p. 451-460, 2014.

MESQUITA, A. S. G.. Análise da geração de resíduos sólidos da construção civil em Teresina, Piauí. HOLOS, [S.l.], v. 2, p. 58-65, maio 2012.

PASCHOALIN FILHO, J. A.; GRAUDENZ, G. S. Destinação irregular de resíduos de construção e demolição (RCD) e seus impactos na saúde coletiva. Revista de Gestão Social e Ambiental, v. 6, n. 1, p. 127-142, 2012.

SCHNEIDER, D. M.; PHILIPPI JR, A.. Gestão pública de resíduos da construção civil no município de São Paulo. Ambiente Construído, v. 4, n. 4, p. 21-32, 2004.

SILVA, M. P. et al. A responsabilidade do engenheiro civil perante as legislações de resíduos da construção civil. Revista Panorâmica online, v. 2, 2019.

SILVA, V.G. Avaliação da sustentabilidade de edifícios de escritórios brasileiros: diretrizes e base metodológica. 2003.210f. Tese (Doutorado em Engenharia). Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003. Disponível em: <http://www.fec.unicamp.br/~vangomes/Download_Tese/Capa.pdf>. Acesso em 30 de jan de 2021.

SILVA, V. A.; FERNANDES, A. L. T.. Cenário do gerenciamento dos resíduos da construção e demolição (RCD) em Uberaba-MG. Soc. nat., Uberlândia , v. 24, n. 2, p. 333-344, Aug. 2012.

SOUSA, A. A. P. et al. A responsabilidade ambiental na formação do engenheiro civil. Maranhão: Revista do CEDS, v. 1, n. 3, 2015.

SOUZA, B. A. et al. Análise dos indicadores PIB nacional e PIB da indústria da construção civil. RDE-Revista de Desenvolvimento Econômico, v. 17, n. 31, 2015.

SOUZA, P. A. B. F.; MARQUES JUNIOR, S. A importância da Educação Ambiental na formação de profissionais de engenharia relacionados ao setor de transportes urbanos. In: Congresso Brasileiro de Educação em Engenharia. PUC-RS, Porto Alegre, 2001. Anais eletrônicos...PUCRS - Porto Alegre/RS, 2001. Disponível em:<http://www.abenge.org.br/cobenge/arquivos/18/trabalhos/EMA027.pdf>. Acesso em 29 de jan de 2021.

TAUMATURGO, A. C.; DE ALENCAR, D.; BRITO JÚNIOR, J.; DA SILVA, W. ÍCARO; DE OLIVEIRA, S. R. Implementation of a waste management plan in the construction site in Manaus case study. ITEGAM-JETIA, v. 5, n. 20, p. 45-50, 2 dez. 2019.

TAVARES, J. C., DE LIMA, T. N., DE OLIVEIRA, L. M., ALVES, D. R., SILVA, J. D. J. Análise quantitativa dos resíduos de construção e demolição (RCD) em uma cidade de pequeno porte. In: 2° Congresso Sul-Americano de Resíduos e Sustentabilidade. Foz do Iguaçu,2019. Anais eletrônicos... Foz do Iguaçu,2019 Disponível em:< http://www.ibeas.org.br/conresol/conresol2019/VII-069.pdf>. Acesso em 29 de jan de 2021

ULSEN, C. et al. Composição química de agregados mistos de resíduos de construção e demolição do Estado de São Paulo. Rem: Rev. Esc. Minas, Ouro Preto , v. 63, n. 2, p. 339-346, June 2010 .

VECHI, N. R. G., GALLARDO, A. L. C. F., & TEIXEIRA, C. E. (2016). Aspectos ambientais do setor da construção civil: uma contribuição para a adoção de sistema de gestão ambiental pelas pequenas e médias empresas de prestação de serviços. Sistemas & Gestão, v. 11, n. 1, p. 17-30.

Downloads

Publicado

2021-08-01

Como Citar

Freitas, G. S. de, Bulbovas, P., & Arruda, R. de O. M. (2021). Percepção do conhecimento sobre resíduos sólidos da construção civil por graduandos e graduados em engenharia civil. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 16(4), 305–319. https://doi.org/10.34024/revbea.2021.v16.11708

Edição

Seção

Artigos
Recebido em 2021-02-02
Aceito em 2021-05-03
Publicado em 2021-08-01