Desenvolvimento sustentável na caatinga é possível? visão dos alunos de ensino médio de uma escola pública de Quixelô (CE)

Autores

  • Paula Guedes Vicente Universidade Estadual do Ceará - UECE
  • Diego Coelho do Nascimento Universidade Federal do Cariri
  • Môngolla Keyla Freitas de Abreu Universidade Estadual do Ceará - UECE
  • Bruno Edson-Chaves Universidade Estadual do Ceará https://orcid.org/0000-0001-6031-5336

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2021.v16.11646

Palavras-chave:

Biodiversidade, Sustentabilidade, Semiárido, Educação

Resumo

O artigo discute sobre a percepção de estudantes do Ensino Médio de uma escola pública do município de Quixelô, Ceará, Brasil, acerca das características, da conservação e do desenvolvimento sustentável na Caatinga. Metodologicamente, utilizamos o questionário para a coleta de dados, a análise de conteúdo e nuvem de palavras para a análise qualitativa, e apresentamos os dados quantitativos analisados através de tabelas e gráficos. Os resultados demonstram que apesar dos estudantes conhecerem o conceito “desenvolvimento sustentável”, e sobre as características ge-rais da Caatinga, não conseguem desenvolver práticas sustentáveis para a convivên-cia com o semiárido e/ou para mitigar os impactos já ocasionados neste bioma.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paula Guedes Vicente, Universidade Estadual do Ceará - UECE

Pós - Graduanda em Ensino de Ciências e Matemática pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - IFCE campus Acopiara. Graduada em Ciências Biológicas pela Faculdade de Educação, Ciências e Letras de Iguatu - FECLI campus da Universidade Estadual do Ceará - UECE (2014-2019). Possui estudos na área de botânica e educação ambiental com ênfase em desenvolvimento sustentável no bioma Caatinga.

Diego Coelho do Nascimento, Universidade Federal do Cariri

Licenciado em Geografia pela Universidade Regional do Cariri - URCA (2010), Especialista em Geografia e Meio Ambiente pela Universidade Regional do Cariri - URCA (2012), Mestre em Desenvolvimento Regional Sustentável da Universidade Federal do Ceará - UFC/ Campus Cariri e Doutor em Geografia pelo Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE (2018). Atualmente, é Professor Adjunto da Universidade Federal do Cariri (UFCA) atuando no curso de Administração Pública/Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA). Dedica-se à pesquisas no âmbito do Planejamento Urbano, Sustentabilidade, Desenvolvimento Regional, Problemáticas e Gestão Urbanas/Metropolitanas e Políticas Públicas.

Môngolla Keyla Freitas de Abreu, Universidade Estadual do Ceará - UECE

Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual do Ceará (2008) , especialista em Ciências Ambientais pela Faculdade Integrada de Patos (2009) ,Licenciada em Química pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, Campus Iguatu-CE (2014). Mestre em Desenvolvimento Regional Sustentável (PRODER) pela Universidade Federal do Cariri (UFCA). Atualmente professora da Universidade Estadual do Ceará. Possui experiência em Ensino de Ciências e Biologia, Protagonismo Social, Educação Inclusiva, Estágio Supervisionado em Licenciaturas em Ciências Biológicas, Desenvolvimento Sustentável, Educação do Campo, Educação. 

Referências

ABÍLIO, F. J.; FLORENTINO, H. S. Elos da Educação Ambiental Sustentável: caminhos para uma pedagogia contextualizada no seminário Paraibano. Revista Temas em Educação, v. 25, n. especial, p. 172-193, 2016.

ALVES, L. I. F.; SILVA, M. M. P.; VASCONCELOS, K. J.C. Visão de comunidades rurais em Juazeirinho/PB referente à extinção da biodiversidade da caatinga. Revista Caatinga, v. 22, n. 1, p.180-186, 2009.

ALVES, R. R. N.; GONÇALVES, M. B. R.; VIEIRA, W. L. S. Caça, uso e conservação de vertebrados no semiárido brasileiro. Tropical Conservation Science, v. 5, n. 3, p. 394-416, 2012.

ARAÚJO, G. G. L.; HOLANDA, E. V. J.; KIIL, L. H. P.; CAMPANHA, M. M.; GOMES, T. O. Potencial forrageiro da caatinga na comunidade de Testa Branca, Uauá-BA. Embrapa Semiárido-Fôlder/Folheto/Cartilha (INFOTECA-E), Petrolina, 2008, p.15.

ARROYO, M. G.; CALDART, R. S.; MOLINA, M. C. (Orgs.). Por uma educação do campo. 5ª ed. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 2011.

AZEVEDO, A. K.; SANTOS, M. C. D.; PIMENTA, H. C. D.; SILVA, V. P. A Educação Ambiental e sua influência nas atitudes de alunos de uma escola de ensino fundamental de Natal/RN. Engenharia Ambiental: Pesquisa e Tecnologia, v. 9, n. 4, p. 039-065, 2012.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Tradução: Luís Augusto Pinheiro. São Paulo: Edições 70, 2016.

CAMARGO, A. L. B. Desenvolvimento sustentável: Dimensões e desafios. Campinas, SP: Papirus, 2003.

CAMARGO, B. V.; JUSTO, A. M. Iramuteq: um software gratuito para análise de dados textuais. Temas em Psicologia, v. 21, n. 2, p. 513-518, 2013.

CAMPOS, J. N. B. Água, sociedade e natureza Desenvolvimento científico e gestão de águas. In: HOFMEISTER, W.; MACEDO, M.; KÜSTER, A.; HERMANNS, K.; ARAÚJO, M.; JUNIOR, A. Água e desenvolvimento sustentável no Semi-Árido. Fortaleza: Ed. Fundação Konrad Adenauer, 2002. p. 19-34.

CANÇADO, J. E. D.; BRAGA, A.; PEREIRA, L. A. A.; ARBEX, M. A.; SALDIVA, P. H. N.; SANTOS, U. P. Repercussões clínicas da exposição à poluição atmosférica. Jornal Brasileiro de Pneumologia, v. 32, supl. 2, p. 5-11, 2006.

CARDEL, L. M. P. S.; OLIVEIRA, M. A. J.; GUEDES, L. S.; SANTANA, F. A. O uso das plantas e o saber tradicional em três comunidades Ribeirinhas do Rio São Francisco. Revista Cadernos de Ciências Sociais da UFRPE, v. 1, n. 1, p. 128-151, 2014.

CAVALCANTI, N. de B.; RESENDE, G. M. Plantas nativas da caatinga utilizadas pelos pequenos agricultores para alimentação dos animais na seca. In: III Congresso Nordestino de Produção Animal, 3. 2004, Campina Grande. [Anais...] Campina Grande: CNPA, 2004. Disponível em <https://ainfo.cnptia.

embrapa.br/digital/bitstream/CPATSA/30291/1/OPB619.pdf> Acesso em 18 dez. 2020.

DUARTE, R.G.; BASTOS, A.T.; SENA, A. P.; OLIVEIRA, F.C. Educação Ambiental na convivência com o semiárido: Ações desenvolvidas pela Secretaria de Educação do Estado do Ceará. Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade, v. 4, n. 1, p. 17-29, 2015.

EVANGELISTA, A. R. S. O processo de desmatamento do bioma caatinga: riscos e vulnerabilidades socioambientais no território de identidade do sisal, Bahia. Revista Geográfica de América Central, v. 2, n 47, especial, p. 1-13, 2011.

FERNANDES, A. P. A.; GUEDES, B. B.; PIRES, L. F. G. Efeitos sócio-ambientais causados pela queimada da cana-de-açúcar no município de Piracicaba. Revista Ciências do Ambiente On-Line, v. 4, n. 2, p. 1-6, 2008.

GADOTTI, M. Educar para a sustentabilidade: uma contribuição à década da educação para o desenvolvimento sustentável. 2 ed. São Paulo: Editora e Livraria Instituto Paulo Freire, 2012.

GIL, A.C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

MANICA, E. J.; JOHANN, L. Avaliação do conhecimento de alunos do ensino médio sobre o destino dos resíduos sólidos domésticos. Revista Brasileira de Educação Ambiental, v. 14, n. 4, p. 74-86, 2019.

GRAY, D. E. Pesquisa no mundo real. 2 ed. São Paulo: Artmed, 2012.

GUSMÃO, P. P. Sistemas municipais de governo e desenvolvimento sustentável na região do semiárido brasileiro. Planejamento e Políticas Públicas, n. 14, p. 158-236, 2009.

JACOBI, P. Educação Ambiental, cidadania e sustentabilidade. Cadernos de pesquisa, v. 118, n. 3, p. 189-205, 2003.

LIMA, E. S. Educação contextualizada no semiárido: construindo caminhos para formação de sujeitos críticos e autônomos. Monografia. Curso de especialização em Docência do Ensino Superior da Faculdade Santo Agostinho–FSA, Teresina/PI. 2006. 88f.

MARENGO, J. A.; ALVES, L. M.; BESERRA, E. A.; LACERDA, F. F. Variabilidade e mudanças climáticas no semiárido brasileiro. Recursos hídricos em regiões áridas e semiáridas: Instituto Nacional do Semiárido- INSA, Campina Grande, p. 384-422, 2011.

MARTINS, M. K. S.; CERQUEIRA, G. S.; SAMPAIO, A. M. A; LOPES, A. A; FREITAS, R. M. Exposição Ocupacional aos Agrotóxicos: Um Estudo Transversal. RevInter Revista Intertox de Toxicologia, Risco Ambiental e Sociedade, v. 5, n. 3, p. 6-27, 2012.

MENEZES, R.; SOUZA, B. I. Manejo Sustentável dos recursos naturais em uma comunidade rural do semi-árido nordestino. Cadernos do Logepa, v. 6, n. 1, p. 41-57, 2011.

MORO, M. F., SOUZA, V. C.; OLIVEIRA-FILHO, A. T.; QUEIROZ, L. P.; FRAGA, C. N.; RODAL, M. J. N.; ARAÚJO, F. S.; MARTINS, F. R. Alienígenas na sala: o que fazer com espécies exóticas em trabalhos de taxonomia, florística e fitossociologia? Acta Botanica Brasilica, v. 26, n. 4, p. 991-999. 2012.

NUNES, L. A. P. L.; FILHO, J. A. A.; JUNIOR, E. V. H.; MENEZES, R. I. Q. Impacto da queimada e de enleiramento de resíduos orgânicos em atributos biológicos de solo sob caatinga no semi-árido nordestino. Revista Caatinga, v. 22, n. 1, p. 131-140, 2009.

OLIVEIRA, J. A.; GONÇALVES, P. R.; BONVICINO, C. R. Mamíferos da caatinga. In: LEAL, I. R., TABARELLI, M, SILVA, J. M. C. (Eds). Ecologia e conservação da Caatinga. Recife: Ed. Universitária da UFPE, 2003. p. 275-302.

OLMOS, F.; SILVA, W. A. G.; ALBANO, C. G. Aves em oito áreas de Caatinga no sul do Ceará e oeste de Pernambuco, nordeste do Brasil: composição, riqueza e similaridade. Papéis Avulsos de Zoologia, v. 45, n. 14, p. 179-199, 2005.

PAIM, I. M.; NOJOSA, D. M. B. A formação em Educação Ambiental: limites e possibilidades. In: LIMA, I.B.(Org.). Didática, Educação Ambiental e ensino de ciências e matemática: múltiplos olhares. Fortaleza: EDUECE, 2013. Cap. 4 p. 213-229.

PIMENTEL, J. V. F.; GUERRA, H. O. C. Semiárido, caatinga e legislação ambiental. Prim@ Facie, v. 8, n. 14, p. 104-126, 2009.

PRODANOV, C. C.; FREITAS, E. C. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho. 2. Ed. – Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

OLIVEIRA, F. G.; QUEIROZ, L. P. Prosopis in Flora do Brasil 2020 em construção. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponível em <http://floradobrasil.jbrj.gov.br/reflora/floradobrasil/FB18990>. Acesso em 04 jan. 2021

RIBEIRO, T. F.; CARMO, S. L. Coleta seletiva de lixo domiciliar-estudo de casos. Caminhos de geografia, v. 2, n. 2, p. 50-69, 2000.

SACHS, I. Caminhos para o desenvolvimento sustentável. 2 ed. Rio de Janeiro: Garamond, 2000.

SALATINO, A.; BUCKERIDGE, M. “Mas de que te serve saber botânica? Estudos avançados, v. 30, n. 87, p. 177-196, 2016.

SAMPAIO, E. V. S. B.; ARAÚJO, M. S. B.; SAMPAIO, Y. S. B. Impactos ambientais da agricultura no processo de desertificação no Nordeste do Brasil. Revista de Geografia, v. 22, n. 1, p. 90-112, 2005.

SAMPAIO, E. V. S. B.; COSTA, T. L. Estoques e Fluxos de Carbono no Semi-árido Nordestino: Estimativas Preliminares. Revista Brasileira de Geografia Física, v. 4, n. 6, p. 1275-1291, 2012.

SAMPIERI, R. H.; COLLADO, C. F.; LUCIO, M. L. P. B. Metodologia da pesquisa. 5 ed. Porto Alegre: Penso, 2013.

SAUVÉ, L. Educação Ambiental: possibilidades e limitações. Educação e pesquisa, v. 31, n. 2, p. 317-322, 2005.

SCHISTEK, H. O semi-árido brasileiro: uma região mal compreendida. In: CONTI, I. L.; SCROEDER, E. O. Convivência com o semiárido brasileiro. Brasília: Ed. IABS, 2013. Cap. 2 p.41-53.

VEIGA, M. M. Agrotóxicos: eficiência econômica e injustiça socioambiental. Ciência & Saúde Coletiva, v. 12, n. 1, p. 145-152, 2007.

VELLOSO, A. L.; SAMPAIO, E. V. S. B.; PAREYN, F. G. C. Ecorregiões: Propostas para o bioma caatinga. Recife: Associação Plantas do Nordeste; Instituto de Conservação Ambiental The Nature Conservancy do Brasil, 2002. Disponível em <https://issuu.com/acaatinga/docs/ecorregi_es-_propostas_

para_o_bioma_caatinga> Acesso em 14 dez. 2020.

ZANELLA, F. C. V.; MARTINS, C. F. Abelhas da Caatinga: biogeografia, ecologia e conservação. In: LEAL, I. R.; TABARELLI, M.; SILVA, J. M. C.(Eds). Ecologia e conservação da Caatinga. Recife: Ed. Universitária da UFPE, 2003. p. 75-134.

ZILLER, S. R. Os processos de degradação ambiental originados por plantas exóticas invasoras. Ciência Hoje, v. 30, n. 178, p. 77-79, 2001.

RIBEIRO, E. M. S.; LIMA, R. L. F. A. Educação Ambiental na Caatinga: aprendendo o valor da biodiversidade e seus serviços ecossistêmicos no ensino escolar. Revista Brasileira de Educação Ambiental, v. 15, n. 6, p. 1-3, 2020.

Downloads

Publicado

2021-08-01

Como Citar

Vicente, P. G., Nascimento, D. C. do, Abreu, M. K. F. de, & Edson-Chaves, B. (2021). Desenvolvimento sustentável na caatinga é possível? visão dos alunos de ensino médio de uma escola pública de Quixelô (CE). Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 16(4), 102–120. https://doi.org/10.34024/revbea.2021.v16.11646

Edição

Seção

Artigos
Recebido em 2021-01-11
Publicado em 2021-08-01

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)