Conhecimento e prática dos professores de ensino básico em Educação Ambiental e saúde

Autores

  • Haryanna Arantes Universidade Federal de São Carlos https://orcid.org/0000-0002-0252-2203
  • Silvia Carla da Silva André Uehara Universidade Federal de São Carlos

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2021.v16.11429

Palavras-chave:

Educação em Saúde, Educação Ambiental; Saúde Ambiental, Promoção da Saúde, Saneamento Básico

Resumo

Este estudo teve como objetivo analisar o conhecimento e a prática de professores do ensino básico sobre educação e saúde ambiental. Trata-se de uma pesquisa descritiva e de abordagem qualitativa, realizada em seis escolas de ensino fundamental de São Carlos-SP, Brasil, com 49 professores. Os dados foram coletados por meio de grupo focal e analisados por meio da análise temática. Os professores apresentaram dificuldades para definir os conceitos de educação e saúde ambiental e para descrever as atividades práticas. Assim, torna-se necessária a inserção da temática na formação inicial dos professores e implementação de estratégias de educação permanente a fim de ampliar as ações em educação e saúde ambiental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AVELAR, M.C. et al. Educação Ambiental e interdisciplinaridade: da formação inicial à prática pedagógica na educação básica. 100 f. Dissertação - Curso de ciências ambientais, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019.

AZEVEDO, A.K. et al. A Educação Ambiental e sua influência nas atitudes de alunos de uma escola de ensino fundamental de Natal/RN. Revista de Engenharia Ambiental: Pesquisa e Tecnologia. Espírito Santo do Pinhal, v. 9, n. 4, 2012.

BEBER, L.C.C. et al. Fatores de risco para doenças respiratórias em crianças brasileiras: revisão integrativa. Revista Interdisciplinar de Estudos em Saúde, Universidade Alto Vale do Rio do Peixe, v. 9, n. 1, 2020.

BIZERRIL, M.; FARIA, D.S. Percepção de professores sobre a Educação Ambiental no ensino fundamental. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v. 82, n. 200, 2001.

BRASIL, Senado Federal. Lei nº 9.795, de 27 de abril de 1999. Política Nacional de Educação Ambiental. Brasília, DF: Senado Federal, 1999. Disponível em: <http://www.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=321> Acesso em: 10 out. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Básica. Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Cadernos de Formação. Brasília, DF: MEC/SEB, 2012.

BRASIL, Senado Federal. Senado aprova novo marco legal do saneamento básico. Fonte: Agência Senado. Brasília, DF: Senado Federal, 2020. Disponível em: <https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2020/06/24/senado-aprova-novo-marco-legal-do-saneamento-basico.> Acesso em: 01/04/2020

CANELLAS, K. Os objetivos do desenvolvimento sustentável (ODS) e suas metas. Editora Clima em Curso, 2020. Disponível em: <http://200.137.241.24:8081/jspui/bitstream/123456789/232/1/ODS.pdf.> Acesso em: 20/03/2020

CARMO, A.M.R. et al. Educação Ambiental no Projeto Político Pedagógico: um caminho para promover a sustentabilidade. 81 f. Dissertação – Curso de Mestrado Profissional em Planejamento Ambiental, Universidade Católica do Salvador, Salvador, 2020.

CARRARO, E.C.; MILITÃO, E.C.; VIANA, H.B. A percepção dos educadores quanto ao seu papel na promoção de hábitos e estilos de vida saudáveis no ambiente escolar. Revista da Faculdade de Educação, Universidade do Est. do Mato Grosso, v. 32, n. 2, p. 189-213, 2019.

CETESB, Companhia Ambiental do Estado de São Paulo. Surtos de doenças de veiculação hídrica. 2015. Disponível em: <http://laboratorios.cetesb.sp.gov.br/atendimento-a-emergencia/surtosde-doencas-de-veiculacao-hidrica/> Acesso em: 01 fev. 2020.

COLOMBANI, F.; MARTINS, R.A. O movimento higienista como política pública: aspectos históricos e atuais da medicalização escolar no Brasil. Revista online de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v.21, n.1, p.278-295, 2017.

COSTA, R.D.A. et al. Paradigmas da Educação Ambiental: análise das percepções e práticas de professores de uma rede. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, v. 17, n. 1, p. 248-262, 2018.

DIAS, G.H.; SILVA, M.R.F.; GRIGIO, A.M. Vulnerabilidade ambiental: uma abordagem sobre a exposição ao risco e a degradação ambiental em Mossoró/RN–Brasil. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v. 7, n. 2, p. 17199-17216, 2021.

DINIZ, K.S. Educação Ambiental na Educação Infantil: a percepção dos professores da educação infantil da Escola Municipal de Educação Infantil Patrimônio, em Uberlândia–MG. 22 f. Dissertação – Curso de Gestão em Saúde Ambiental, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019.

FERREIRA, M.P.; GARCIA, M.S.D. Saneamento básico: meio ambiente e dignidade humana. Dignidade Re-Vista, v. 2, n. 3, p. 12, 2017.

FERREIRA, P.S.F. et al. Avaliação preliminar dos efeitos da ineficiência dos serviços de saneamento na saúde pública brasileira. Revista internacional de ciências, Rio de Janeiro, v. 6, n. 2, p. 214-229, 2016.

FRANÇA, E.B. et al. Principais causas da mortalidade na infância no Brasil, em 1990 e 2015: estimativas do estudo de Carga Global de Doença. Revista brasileira de epidemiologia, v. 20, p. 46-60, 2017.

GAVIOLI, O. Aedes aegypti e Aedes albopictus e sua relação com materiais descartados em jardins de unidades do Quadrelátero de saúde na cidade de São Paulo. 115 f. Dissertação - Curso de Saúde Pública, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2019.

INSTITUTO TRATA BRASIL. O saneamento básico para a saúde da criança no Brasil. 2018.

JACOBI, P. Educação Ambiental, cidadania e sustentabilidade. Cadernos de pesquisa, São Paulo, n. 118, p. 189-206, 2003.

JANTSCH, L.B. et al. Conversando com adolescentes sobre higiene ambiental. Revista Contexto Saúde, Santa Maria, v. 10, n. 20, p. 841-846, 2011.

JESUS, R.A.; FIGUEIREDO, G.O. Percepção de professores do ensino fundamental sobre educação em saúde na prática pedagógica de uma escola pública. In: XI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 2017, Florianópolis. Anais, SP: ABRAPEC, 2017.

KNICKMEYER, D. Social factors influencing household waste separation: A literature review on good practices to improve the recycling performance of urban areas. Journal of cleaner production, v. 245, p. 118, 2020.

MACHADO, I.L.O.; GARRAFA, V. Proteção ao meio ambiente e às gerações futuras: desdobramentos e reflexões bioéticas. Revista Saúde em Debate, Rio de Janeiro, v. 44, n.124, p. 263-274, 2020.

MINAYO, M.C.S.; MIRANDA, A.C. Saúde e ambiente sustentável: estreitando nós. Rio de Janeiro, Editora Fiocruz, 2002.

MELLO, R.R.P.B. et al. Desafios no acesso à água e saneamento básico no Brasil e o controle da Covid-19. Revista Augustus, Rio de Janeiro, v. 25, n. 51, p. 281-293, 2020.

OLIVEIRA, N.S. et al. Educação Ambiental como promotora da saúde: revisão integrativa da literatura. Revista Saúde e Meio Ambiente, Três Lagoas, v. 10, n. 1, p. 175-188, 2020.

PEREIRA, E.F. et al. Associação entre o perfil de ambiente e condições de trabalho com a percepção de saúde e qualidade de vida em professores de educação básica. Cadernos de Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 22, n. 2, p. 113-119, 2014.

PERLROTH, N.H.; BRANCO, C.W.C. Current knowledge of environmental exposure in children during the sensitive developmental periods. Jornal de pediatria, Rio de Janeiro, v. 93, n. 1, p. 17-27, 2017.

PHILIPPI JÚNIOR, A.; MALHEIROS, T.F. Saúde ambiental e desenvolvimento. In: Educação Ambiental e sustentabilidade. Barueri, São Paulo: Ed. Manoele, Cap 4, p. 59-83, 2005.

PHILIPPI JÚNIOR, A.; MALHEIROS, T.F. Saúde ambiental e desenvolvimento. In: Educação Ambiental e sustentabilidade. Barueri, São Paulo: Ed. Manoele, Cap 1, p. 3-31, 2005.

PICCOLI, A.S. et al. A Educação Ambiental como estratégia de mobilização social para o enfrentamento da escassez de água. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 21, n. 3, p. 797-808, 2016.

REIGOTA, M. A Educação Ambiental como educação política. In: O que é Educação Ambiental, São Paulo: Ed. Brasiliense, v. 1, p. 11-19, 2009.

REIS, L.C.L.; SEMÊDO, L.T.A.S.; GOMES, R.C. Conscientização ambiental: da educação formal a não formal. Revista Fluminense de extensão universitária, Vassouras, v. 2, n. 1, p. 47-60, 2012.

RESSEL, L.B. et al. O uso do grupo focal em pesquisa qualitativa. Texto & Contexto-Enfermagem, Florianópolis, v. 17, n. 4, p. 779-786, 2008.

ROCHA, V.M.; FERNANDES, M.H. Qualidade de vida de professores do ensino fundamental: uma perspectiva para a promoção da saúde do trabalhador. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, Rio de Janeiro, v. 57, n. 1, p. 23-27, 2008.

RODRIGUES, D.G.; SAHEB, D. A formação continuada do professor de Educação Infantil em Educação Ambiental. Ciência & Educação, Bauru, v. 25, n. 4, p. 893-909, 2019.

SANTOS, D.A.S. et al. A relação das variáveis climáticas na prevalência de infecção respiratória aguda em crianças menores de dois anos em Rondonópolis-MT, Brasil. Ciência & saúde coletiva, v. 22, p. 3711-3722, 2017.

SANTOS, E.O. et al. O uso da tecnologia em sala de aula para fins pedagógicos. Revista Científica Multidisciplinar, Paraíso do Norte, v. 1, n. 1, p. 106-118, 2020.

SILVA, C.S.; BODSTEIN, R.C.A. Referencial teórico sobre práticas intersetoriais em Promoção da Saúde na Escola. Ciência & Saúde Coletiva, v. 21, n. 6, p. 1777-1788, 2016.

SILVA, J.R. Políticas Públicas Para O Saneamento Básico Nacional: A Problemática Da Universalização. Revista Cadernos de Economia, Chapecó, v. 21, n. 37, p. 87-109, 2017.

SILVEIRA, D.T.; CÓRDOVA, F.P. A pesquisa científica. Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, p. 17-20, 2009.

SOFA, A.P.; LOPES, M.M. A Educação Ambiental na escola e a separação de resíduos sólidos: relato de uma experiencia na educação básica. In: Educação e Tecnologia em Debate: perspectivas sob diferentes áreas do conhecimento. São Carlos: Pedro & João Editores, p. 23-39. 2020.

SOUZA, A.Q.. Educação Ambiental e Paulo Freire: Anunciação de um Letramento Ambiental. Revista Latino-Americana de Estudos em Cultura e Sociedade, v. 4, 2018.

THAKADU, O.T. et al. Sanitation and hygiene practices among primary school learners in Ngamiland district, Botswana. Physics and Chemistry of the Earth, Parts A/B/C, v. 105, p. 224-230, 2018.

TONIN, L.H.; UHMANN, R.I.M. Educação Ambiental em livros didáticos de Ciências: um estudo de revisão. Revista Brasileira De Educação Ambiental, v. 15, n. 1, p. 245-260, 2020.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. School and youth health: what is a health promoting school? Disponível em: <http://www.who.int/school_youth_health/gshi/hps/en/> (acessado em 06/abril/2020)

Downloads

Publicado

2021-08-01

Como Citar

Arantes, H., & Uehara , S. C. da S. A. (2021). Conhecimento e prática dos professores de ensino básico em Educação Ambiental e saúde . Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 16(4), 169–190. https://doi.org/10.34024/revbea.2021.v16.11429

Edição

Seção

Artigos
Recebido em 2020-11-23
Aceito em 2021-05-11
Publicado em 2021-08-01