A construção social do currículo do curso de História da UFMG: a prática de ensino

Autores

  • JULIO EMILIO DINIZ-PEREIRA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (UFMG)
  • VYASA PUJA PERES TEIXEIRA

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2013.v1.96

Resumo

Este artigo pretende divulgar os resultados de uma pesquisa cujo objeto de análise foi a trajetória do curso de História na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), na modalidade Licenciatura, com o enfoque na criação e implantação das disciplinas de Prática de Ensino oferecidas pela Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (FAFICH) e as repercussões disso para o Departamento de História da UFMG. Trata-se de uma reflexão acerca do quando, como e porque se deu esse processo de criação e implantação da disciplina de Prática de Ensino, visando contribuir para as discussões, debates e reflexões sobre docentes e futuros docentes do curso de História em relação ao trabalho desenvolvido durante os processos de formação acadêmica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

JULIO EMILIO DINIZ-PEREIRA, UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (UFMG)

Doutor em Educação pela Universidade de Wisconsin, em Madison, nos Estados Unidos, e Professor do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

VYASA PUJA PERES TEIXEIRA

Mestre em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Downloads

Publicado

2013-05-03

Como Citar

DINIZ-PEREIRA, J. E., & TEIXEIRA, V. P. P. (2013). A construção social do currículo do curso de História da UFMG: a prática de ensino. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 1(1), 239–262. https://doi.org/10.34024/olhares.2013.v1.96