OS DESAFIOS FILOSÓFICOS DO ENCONTRO PIAGET-CHOMSKY E SUA RENOVAÇÃO SOB O PRISMA DO MODELO DO LANGUAGING

Autores

  • Guillaume Dechauffour Universidade Paris Sorbonne

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2016.v4.660

Resumo

Buscamos reler, aqui, o debate entre Piaget e Chomsky não como a passagem de uma teoria antiga a uma atual, mas como a nova iteração de uma querela filosófica que constituiu o motor das reflexões epistemológicas e metafísicas por séculos. Não há motivos, no entanto, para que essa oposição não possa ser deixada para trás. O conceito de languaging, inscrito no paradigma da enação, nos coloca nessa via, corrigindo a abstração demasiada da compreensão tradicional da linguagem. A essência da linguagem não é nem a gramática, nem a imitação, é a comunicação e a coordenação. Para além das teorias da linguagem e da aprendizagem, o que a introdução de uma dimensão essencialmente relacional na reflexão filosófica desenha é a possibilidade de uma síntese entre o internalismo e o externalismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-11-29

Como Citar

Dechauffour, G. (2016). OS DESAFIOS FILOSÓFICOS DO ENCONTRO PIAGET-CHOMSKY E SUA RENOVAÇÃO SOB O PRISMA DO MODELO DO LANGUAGING. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 4(2), 179–202. https://doi.org/10.34024/olhares.2016.v4.660