Estágio curricular nas licenciaturas interculturais indígenas: um caso particular na área de linguagens

Autores

  • Antonio Almir Silva Gomes Universidade Federal do Amapá / NELI

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2013.v1.39

Resumo

Este artigo trata especificamente do estágio curricular das Licenciaturas Interculturais Indígenas desenvolvidas em universidades brasileiras como oportunidade para todos os envolvidos melhor conhecer a realidade da Educação Escolar Indígena, bem como pensar sobre ações que a potencialize. O artigo não trata, portanto, da relação da escola com o estagiário ou do professor com o estagiário, mas sobre o que deve ser o ato de estagiar; o que se pretende com essa ação, etc. Muito do que se discute ao longo do artigo, certamente não se constitui novo, mas inovador pelo fato de ser pensado para o contexto da escola indígena institucionalizada em sua natureza diferenciada sob a perspectiva da Legislação Federal Brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonio Almir Silva Gomes, Universidade Federal do Amapá / NELI

Professor do Curso de Licenciatura Intercultural Indigena. Trabalha com temas de Linguistica e de Educação Escolar Indigena.

Downloads

Publicado

2013-11-30

Como Citar

Gomes, A. A. S. (2013). Estágio curricular nas licenciaturas interculturais indígenas: um caso particular na área de linguagens. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 1(2), 269–296. https://doi.org/10.34024/olhares.2013.v1.39