INCLUSÃO: O MOVIMENTO DAMUDANÇA E A TRANSFORMAÇÃO DAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NO CONTEXTO DE UMA PESQUISA-FORMAÇÃO COLABORATIVA

Autores

  • francisca geny lustosa Universidade Federal do Ceará (UFC)

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2014.v2.281

Resumo

O presente texto objetiva relatar os aspectos envolvidos em um modelo de formação de professores, pautado na apropriação e no desenvolvimento de práticas pedagógicas de favorecimento a inclusão de alunos com deficiência. O quadro teórico-conceitual contemplou as discussões sobre inclusão, formação e profissionalização docente. A metodologia utilizada foi a pesquisa-ação do tipo colaborativa, entre a pesquisadora e oito professoras do ensino fundamental de uma escola pública de Fortaleza, no período de agosto de 2006 a fevereiro de 2008. Os resultados evidenciaram que investimentos na reorganização do espaço escolar, no apoio às professoras, nas ações de atenção as crianças e às suas especificidades, se reverteram em melhor acolhimento e atendimento a todos os alunos. Assim, situamos que a experiência dessa pesquisa (re)afirma que o paradigma da educação inclusiva é possível de se realizar.

 

Palavras chaves: Educação inclusiva, prática pedagógica, pesquisa-ação colaborativa

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

francisca geny lustosa, Universidade Federal do Ceará (UFC)

Universidade Federal do ceará- Departamento de Teoria e Prática

Downloads

Publicado

2014-11-30

Como Citar

lustosa, francisca geny. (2014). INCLUSÃO: O MOVIMENTO DAMUDANÇA E A TRANSFORMAÇÃO DAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NO CONTEXTO DE UMA PESQUISA-FORMAÇÃO COLABORATIVA. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 2(2), 471–494. https://doi.org/10.34024/olhares.2014.v2.281