PENSANDO A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DAS INFÂNCIAS E DE JOVENS E ADULTOS A CONTRAPELO: DESAFIOS CONTEMPORÂNEOS DA EDUCAÇÃO EM PERIFERIAS URBANAS

Autores

  • Maria Tereza Tavares Universidade do Estado do Rio de Janeiro
  • Marcia Soares de Alvarenga Universidade do Estado do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2014.v2.253

Resumo

O artigo intenciona um diálogo com o campo da Formação de Professores, em especial, com as políticas de formação de Professoras das infâncias e de jovens e adultos em periferias urbanas. Apresentamos recortes de uma pesquisa que investigou a formação de professoras egressas do Instituto de Educação Clélia Nanci, em São Gonçalo/RJ, visando conhecer e compreender suas concepções sobre seus processos formativos. O artigo convida à reflexão sobre processos formativos docentes nos quais a escala do lugar, o território material e simbólico, é tomada como um campo de forças que intensifica e interpela os modos objetivos e subjetivos de processos formativos de professores no âmbito da infância e da educação escolar de jovens e adultos.

Palavras-chave:  Processos formativos de professoras; Políticas de  Formação de Professores; Educação das infâncias e de jovens e adultos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Maria Tereza Tavares, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Pofessora Associada da UERJ, Procientista/Faperj/UERJ.Professora da Graduação e da Pós-Graduação do Mestrado em Educação Processos Formativos e Desigualdades Sociais da Faculdade de Frmação de Professores da UERJ.

Downloads

Publicado

2014-11-30

Como Citar

Tavares, M. T., & de Alvarenga, M. S. (2014). PENSANDO A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DAS INFÂNCIAS E DE JOVENS E ADULTOS A CONTRAPELO: DESAFIOS CONTEMPORÂNEOS DA EDUCAÇÃO EM PERIFERIAS URBANAS. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 2(2), 35–59. https://doi.org/10.34024/olhares.2014.v2.253