A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES ALFABETIZADORES E AS CONTRIBUIÇÕES DE UM PROJETO DE LETRAMENTO

Autores

  • Ariane Ranzani Universidade Federal de São Carlos

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2014.v2.238

Resumo

Este artigo visa refletir sobre como um curso a distância de formação continuada de professores alfabetizadores pode contribuir para atividade pedagógica docente por meio de projetos de letramento com de crianças de seis anos de um primeiro ano do Ensino Fundamental. O referencial teórico fundamenta-se nos conceitos de atividade e sentido pessoal da Teoria da Atividade, desenvolvida por Leontiev (1978, 2006a, 2006b) a partir da perspectiva sócio-histórica e de projetos de letramento dos Estudos do Letramento (KLEIMAN, 2000, 2001, 2006, 2007, 2008, 2009, 2012; MARTINS, 2007, 2008; OLIVEIRA, 2010; TINOCO, 2008). Desenvolvida sob o paradigma qualitativo-interpretativo, tais reflexões evidenciam que o projeto de letramento desencadeia um outro olhar para a atividade pedagógica docente, pois além de poder salientar a importância do professor, da sua mediação, ainda, permite que as crianças entrem em atividade, motivadas socialmente, aprendendo e usando a linguagem escrita por meio de diferentes gêneros discursivos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Ariane Ranzani, Universidade Federal de São Carlos

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Federal de São Carlos, professora da Educação Infantil na rede municipal de São Carlos/ SP e supervisora do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa pela UFSCar.

Downloads

Publicado

2014-11-30

Como Citar

Ranzani, A. (2014). A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES ALFABETIZADORES E AS CONTRIBUIÇÕES DE UM PROJETO DE LETRAMENTO. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 2(2), 179–202. https://doi.org/10.34024/olhares.2014.v2.238