AVALIAÇÃO DE CURSOS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES E INDIVIDUAÇÃO DO PROFESSOR DA ESCOLA BÁSICA

Autores

  • Claudia Madruga Cunha Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2014.v2.166

Resumo

Este texto aborda um processo de qualificação docente que vinculado a Programa Institucional, se realiza na Universidade Federal de Paraná assim como em outras universidades estaduais que fazem parceria com a Secretaria Estadual de Educação. Seu objetivo é questionar como os professores do ensino básico avaliam sua prática de formação continuada deslocados de seus contextos. Isso por meio da análise dos dados obtidos através de um instrumento de avaliação aplicado aos professores participantes que destaca critérios sobre os quais avaliam os cursos que recebem nesta formação indicando a imagem de um coletivo profissional. A influência de um meio sobre outro, universidade e escola, é refletida, quando estes professores tentam se diferenciar, se individuar pelo estudo e pela pesquisa da própria prática. A teorização lança mão da perspectiva deleuziana sobre a diferença, dialogando com outros autores, na tentativa de explicitar que nesta qualificação docente, uma prática instituída na escola clama por novos sentidos.

 

PALAVRAS-CHAVE: avaliação, pratica docente, individuação

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudia Madruga Cunha, Universidade Federal do Paraná

Mestre Filosofia e doutora em educação atua no

Setor de Educação Profissional e Tecnológica SEPT

e no PPGE/MP -Teoria e Prática de Ensino.

Grupo de pesquisa: Saberes e Práticas do Ensino Superior; Laboratório de investigação corpo, gênero e subjetividade em educação - LABIN;

Linhas de Pesquisa- Ética e formação de professores; Corpo, diferença e subjetividades contemporâneas

Downloads

Publicado

2014-05-31

Como Citar

Cunha, C. M. (2014). AVALIAÇÃO DE CURSOS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES E INDIVIDUAÇÃO DO PROFESSOR DA ESCOLA BÁSICA. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 2(1), 81–108. https://doi.org/10.34024/olhares.2014.v2.166