AVALIAÇÃO NO ENSINO-APRENDIZAGEM EM GEOGRAFIA: CONTRIBUIÇÕES DA EDUCAÇÃO ESTÉTICA PARA ESSE PROCESSO

Autores

  • Carina Copatti Universidade de Passo Fundo - UPF

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2014.v2.150

Resumo

O ato de avaliar, no ensino de Geografia, pressupõe a utilização de instrumentos que ampliem a capacidade de leitura e compreensão de diferentes fenômenos sociais ocorridos no espaço geográfico. A avaliação é um suporte de extrema importância para o processo de ensino-aprendizagem, o qual permite a análise da ação educativa num processo contínuo, investigando e dando subsídios ao redimensionamento da prática pedagógica. Nesse contexto, trazemos algumas reflexões sobre a avaliação escolar baseada na humanização do ensino por meio de contribuições da Educação Estética na disciplina de Geografia. A indagação que se faz é: de que maneira a Educação Estética pode contribuir para a avaliação na disciplina de Geografia? Consideramos a importância desse debate no atual processo educacional, o qual está pautado num modelo tradicional de educação. Portanto, avaliar não é somente o ato de atribuir uma nota ou estipular um conceito ao aluno, é interpretar habilidades, conhecimentos e limitações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carina Copatti, Universidade de Passo Fundo - UPF

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade de Passo Fundo (UPF); Licenciada em Geografia pela Universidade de Passo Fundo (UPF, 2010); Especialista em Metodologias do Ensino de Geografia (Uniasselvi, 2012). (c.copatti@hotmail.com). Autora do livro "Espaço Rural: transformações, cultura e memória".

Downloads

Publicado

2014-05-31

Como Citar

Copatti, C. (2014). AVALIAÇÃO NO ENSINO-APRENDIZAGEM EM GEOGRAFIA: CONTRIBUIÇÕES DA EDUCAÇÃO ESTÉTICA PARA ESSE PROCESSO. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 2(1), 168–193. https://doi.org/10.34024/olhares.2014.v2.150