NADA É NOVO, MAS TUDO MUDOU: a metamorfose da escola

Autores

  • Mauricio dos Reis Brasão Universidade Federal de Uberlândia https://orcid.org/0000-0002-4514-453X
  • José Carlos Souza Araújo Universidade de Uberaba/Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2022.v10.13593

Palavras-chave:

Educação e Tecnologia, Neotecnicismo Pedagógico, Formação de Professores

Resumo

Esta é uma resenha do livro intitulado “Escolas e professores: proteger, transformar, valorizar”, de António Nóvoa (2022). Apresenta discussões sobre temas atuais como o futurismo da educação e a metamorfose dos estabelecimentos de ensino; a necessidade de (re)pensar a escola futura e o modelo adotado; a pandemia, os docentes e seus papéis na construção de um espaço público comum da educação; a criação de novos ambientes escolares e a composição de uma pedagogia do encontro; a formação continuada e a indução profissional dos professores; tecnologias; entre outros. Observa-se que, apesar de serem essenciais, os meios digitais não desfazem as possibilidades educativas, pois existe um patrimônio humano que não pode ser digitalizado – sem ele, a educação se reduziria a uma “caricatura digital”. O texto aborda “três ilusões perigosas”: a) presente em todos os lugares e tempos, a educação acontece “naturalmente”, sobretudo em um viés familiar e virtual; b) enquanto ambiente físico, a escola não existe mais e haverá uma “educação a distância” por intermédio de diferentes “orientadores” ou “tutores” das aprendizagens; c) enquanto conhecimento especializado dos professores, a educação será substituída por tecnologias permeadas pela Inteligência Artificial (IA). Diante da redução da esfera educacional às aprendizagens, da construção de uma visão hiperpersonalizada das aprendizagens e da defesa de uma perspectiva consumista da educação, convida-se a uma leitura necessária da obra para refletir sobre a formação de professores em tempos de consumismo pedagógico e solucionismo tecnológico desvelados e aprofundados nos dois anos de pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2).

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mauricio dos Reis Brasão, Universidade Federal de Uberlândia

Pós-doutorando em Educação pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), doutor e mestre em Educação; especializações em Coordenação Pedagógica e Supervisão Escolar, Estudos Linguísticos: “Fundamentos para Ensino e Pesquisa”, Informática em Educação (UFLA); e licenciado em Pedagogia e em Letras – Português/Inglês, pela UFU.

José Carlos Souza Araújo, Universidade de Uberaba/Universidade Federal de Uberlândia

Mestre em História Social (USP) e doutor em Educação (Unicamp). Atua na pós-graduação em Educação da Uniube e na da UFU, nesta como professor colaborador.

Referências

NÓVOA, António. Escolas e professores: proteger, transformar, valorizar. Salvador: SEC/IAT, 2022.

Downloads

Publicado

2022-07-20 — Atualizado em 2022-07-21

Versões

Como Citar

Brasão, M. dos R. ., & Araújo, J. C. S. . (2022). NADA É NOVO, MAS TUDO MUDOU: a metamorfose da escola. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 10(1). https://doi.org/10.34024/olhares.2022.v10.13593 (Original work published 20º de julho de 2022)