IMPLICAÇÕES DO TRABALHO NA (IN)CONCLUSÃO DA ESCOLA REGULAR NAS TRAJETÓRIAS DE JOVENS CERTIFICADOS PELO ENEM

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2022.v10.12982

Palavras-chave:

juventude, Enem, trabalho

Resumo

Desde a década de 1990, vem crescendo o número de jovens que concluem a educação básica no Brasil. Porém, fatos como a evasão escolar, as reprovações de série e em muitos casos a entrada no mercado de trabalho contribuem para que parte da juventude não consiga finalizar o nível básico, principalmente na etapa do ensino médio. O presente artigo visa fazer uma análise compelida de como o trabalho pode ter influência na conclusão do ensino básico por jovens que se utilizaram do Enem para obterem a certificação do ensino médio e entrar no ensino superior. O artigo utilizou como metodologia a coleta de dados por meio de um questionário online respondido por 29 jovens e entrevistas individuais semiestruturadas com sete jovens respondentes desse questionário. A pesquisa conclui que a frequência no mercado de trabalho esteve presente em boa parte das trajetórias dos jovens entrevistados, principalmente o trabalho informal. Além disso, foi possível notar que assim como o trabalho pode ser grande responsável pela desistência escolar, também pode influenciar na busca da conclusão da escolaridade por esses jovens.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Evelyn de Souza Lima, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio)

Licenciada em Ciências Sociais, Mestre e Doutoranda em Educação pelo PPGEdu/Unirio.

Diógenes Pinheiro, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio)

Bacharel em Economia, Mestre em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA/UFRRJ) e Doutor em Ciências Sociais (UNICAMP). Professor da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio). 

Referências

ANDRADE, Eliane Ribeiro; MACEDO, Severine. Notas sobre políticas públicas de juventude no Brasil: conquistas e desafios. Revista Uruguaya de Ciencias Sociales, Montevideo, v. 31, n. 42, p. 107-126, jun. 2018. Disponível <http://www.scielo.edu.uy/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0797-55382018000100107&lng=es&nrm=iso>. Acesso em 26 nov. 2021.

BRASIL, Instituto Nacional De Estudos E Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Portaria INEP nº 109 de 27/05/2009. Estabelece a sistemática para a realização do Exame Nacional do Ensino Médio no exercício de 2009. Diário Oficial da União. República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 25 mai. 2009.

CARRANO, Paulo César Rodrigues. Educação de Jovens e Adultos e Juventude: o desafio de compreender os sentidos da presença dos jovens na escola da segunda chance. Fórun EJA. 2007.

CARRANO, Paulo Cesar Rodrigues; MARINHO, Andreia Cidade; OLIVEIRA, Viviane Netto Medeiros de. Trajetórias truncadas, trabalho e futuro: jovens fora de série na escola pública de ensino médio. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 41, n. spe, p. 1439-1454.

CORROCHANO, Maria Carla; FERREIRA, Maria Inês Caetano; SOUZA, Raquel. Jovens e trabalho no Brasil: desigualdades e desafios para as políticas públicas. Ação Educativa, Instituto IBI, São Paulo, 2008. 88 p.

CORROCHANO, Maria Carla. Qual o lugar do trabalho no Ensino Médio? In: DAYRELL, Juarez; CARRANO, Paulo; MAIA, Carla Linhares. (Org.). Juventude e ensino médio: sujeitos e currículos em diálogo. 1ed. , v. 1, p. 120-137. Belo Horizonte: UFMG, 2014.

COSTANZI, Rogério Nagamine. Relatório Trabalho decente e juventude no Brasil. Brasília, Organização Internacional do Trabalho, 2009. 220 p.

DAYRELL, Juarez Tarcísio. A escola “faz” as juventudes? Reflexões em torno da socialização juvenil. Educação e Sociedade., Campinas, vol. 28, n. 100 - Especial, p. 1105-1128, out. 2007.

FERREIRA, Maria Inês Caetano. Juventude e mundo do trabalho: diversidade de percursos. Boletim Ação Educativa. 05 jan. 2007.

FERREIRA, Mônica Dias Peregrino; CARRANO, Paulo César Rodrigues . Entrevista - Trajetórias desiguais: um estudo sobre os processos de escolarização pública de jovens pobres. Revista teias – UERJ, v. 12, p. 239-246, 2011.

FERREIRA, Mônica Dias Peregrino. Juventude, escola e trabalho: uma aproximação é necessária. Boletim CEDES, v. 35, p. 1-7, 2014.

GUIMARÃES, Nadya Araujo. Trajetórias inseguras, autonomização incerta: os jovens e o trabalho em mercados sob intensas transições ocupacionais. In: CAMARANO, A. A. (Org.). Transição para a vida adulta ou vida adulta em transição? Rio de Janeiro: IPEA, 2006. p. 171-198.

LIMA, E. S.; PINHEIRO, D. Jovens certificados pelo Enem: um estudo sobre trajetórias e possibilidades. Saber Acadêmico, v. 1, p. 3-30, 2021.

MADEIRA, Felícia Reicher. Educação e desigualdade no tempo de juventude. In: CAMARANO, A. A. (Org.). Transição para a vida adulta ou vida adulta em transição? Rio de Janeiro: IPEA, 2006, p. 139-170.

MARGULIS, Mario & URRESTI, Marcelo. La juventud es más que una palabra. In: Margulis, M. (org.). La juventud es más que una palabra. Buenos Aires, Biblos,1996.

OLIVEIRA, Ramon de. O ensino médio e a inserção juvenil no mercado de trabalho. Trabalho, Educação e Saúde [online], v. 16, n. 1, 2018, p. 79-98. Acessado em 28 Nov. 2021. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/1981-7746-sol00116>.

PERONI, Vera Maria Vidal. Avaliação institucional em tempos de redefinição do papel do Estado. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação - Periódico científico editado pela ANPAE, [S.l.], v. 25, n. 2, abr. 2011. Disponível em: <https://seer.ufrgs.br/rbpae/article/view/19498>. Acesso em: 28 nov. 2021. Doi: https://doi.org/10.21573/vol25n22009.19498.

PINHEIRO, D.; PEREGRINO, M.; SOUZA, L. C.. Engajamento, educação e trabalho. Revista Uruguaya de Ciencias Sociales, v. 31, p. 127-150, 2018.

RIBEIRO, Rosana; NEDER, Henrique D.. Juventude(s): desocupação, pobreza e escolaridade. Nova economia, Belo Horizonte, v. 19, n. 3, p. 475-506, Dez. 2009.

SERRAO, Luís Felipe Soares. Exames para certificação de conclusão de escolaridade: os casos do Encceja e do Enem. 2014. 201 p. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014.

SPOSITO, Marília Pontes. Os jovens no Brasil, desigualdades multiplicadas e novas demandas políticas. Vol. 1. 38p. São Paulo: Ação Educativa. 2003.

Downloads

Publicado

2022-07-20 — Atualizado em 2022-07-21

Versões

Como Citar

Lima, E. de S., & Pinheiro, D. (2022). IMPLICAÇÕES DO TRABALHO NA (IN)CONCLUSÃO DA ESCOLA REGULAR NAS TRAJETÓRIAS DE JOVENS CERTIFICADOS PELO ENEM. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 10(1). https://doi.org/10.34024/olhares.2022.v10.12982 (Original work published 20º de julho de 2022)