A EDUCAÇÃO BÁSICA NA PANDEMIA NO ESTADO DO PARANÁ: o que as pesquisas revelam?

Autores

  • Adriana Regina de Jesus Santos Universidade Estadual de Londrina - UEL/Docente
  • José Alexandre Gonçalves Universidade Estadual de Londrina - UEL/pesquisador https://orcid.org/0000-0002-3254-0576
  • Samuel de Oliveira Rodrigues Universidade Estadual de Londrina - UEL

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2022.v10.12968

Palavras-chave:

Educação Básica. Ensino Remoto. Paraná.

Resumo

O presente artigo trata-se de uma pesquisa qualitativa que aborda a conjuntura da educação pública paranaense durante a pandemia do Novo Coronavírus (COVID-19). Possui como justificativa os impactos do fenômeno excepcional que se apresentou aos gestores escolares, educadores e educandos da Educação Básica no período de 2020 a 2021 no Paraná. Como metodologia, utiliza-se da pesquisa bibliográfica e tem como objetivo discutir acerca dos desafios e dilemas no trabalho pedagógico dos professores. Considera-se que não foi possível evitar os impactos negativos no processo de ensino e aprendizagem, e que dentre as adversidades que impeliram no trabalho pedagógico, estão o fator econômico e a limitação tecnológica de educandos e educadores.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Adriana Regina de Jesus Santos, Universidade Estadual de Londrina - UEL/Docente

Pós Doutorado em Educação. Coordenadora do Curso de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Londrina. Docente do curso de Pedagogia e do Programa de Pós-Graduação  em Educação da Universidade Estadual de Londrina.

José Alexandre Gonçalves, Universidade Estadual de Londrina - UEL/pesquisador

Mestre em Educação pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), professor da rede estadual de educação do Estado do Paraná e integrante do Grupo de Pesquisa pelo CNPq: Currículo, Formação e Trabalho Docente.

Samuel de Oliveira Rodrigues, Universidade Estadual de Londrina - UEL

Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação da Universidade Estadual de Londrina – UEL (2022). Especialista em Docência na Educação Superior (UEL - 2018-2019). Integrante/colaborador do Grupo de Pesquisa pelo CNPq: Currículo, Formação e Trabalho Docente.

Referências

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é educação. São Paulo: Brasiliense, 2007. (Coleção primeiros passos)

BRITO, Glaucia da Silva; GARCIA, Marilene Santana dos Santos; MORAIS, Felippie Anthonio Fediuk de; MATEUS, Marlon de Campos. A reconfiguração das aulas no período de pandemia: percepções dos professores da rede pública de ensino do Estado do Paraná – BRASIL. Interações, Nº. 55, p. 186-206, 2020.

DAVID, Ricardo Santos. Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação no ensino da Língua Portuguesa. Revista de Letras JUÇARA, Caxias – Maranhão, v. 04, n. 02, dez. 2020. p. 35 – 53.

GALVÃO, Ana Carolina; SAVIANI, Dermeval. Educação na pandemia: a falácia do “ensino” remoto. Universidade e Sociedade. Andes-SN. p. 36-49, janeiro de 2021.

GUIMARÃES, Lislaine Mara da Silva; SOUZA, Marcelo Nogueira de. Intensificação do trabalho docente em tempos de coronavírus: uma análise do programa de educação a distância da rede estadual de ensino do Paraná. Boletim nº 20 - 14 de maio de 2020. Disponível em: https://ippur.ufrj.br/intensificacao-do-trabalho-docente-em-tempos-de-coronavirus-uma-analise-do-programa-de-educacao-a-distancia-da-rede-estadual-de-ensino-do-parana/. Acesso em: 18 out. 2021.

LIMA, Francisca Vieira. Educação não presencial na EJA do Paraná em tempos de pandemia: uma proposta possível? Revista Interações, n. 54, p. 106-125. 2020.

LORDANI, Silvia Fernanda de Souza; BLANCO, Marília Bazan; COELHO NETO, João. Psicomotricidade na Educação Infantil: os desafios do ensino remoto emergencial na percepção dos pais e do professor de Educacão Física. Olhares & Trilhas, Uberlândia, vol.23, n. 2, p. 447-467, abril-jun/2021.

MAINARDES, J. Metapesquisa no campo da política educacional: elementos conceituais e metodológicos. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, v. 34, n. 72, p. 303-319, nov./dez. 2018.

MARQUES, Ronualdo; FRAGUAS, Talita. A ressignificação da educação: virtualização de emergência no contexto de pandemia da COVID-19. Debates em Educação | Maceió | Vol. 13, Nº. 31, p. 778-799. 2021.

MARQUES, Ronualdo; FRAGUAS Talita. A ressignificação da educação: virtualização de emergência no contexto de pandemia da COVID-19. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n. 11, p.86159-86174, nov. 2020.

MARX, karl. Manuscritos econômico-filosóficos. São Paulo: Boitempo, 2004.

MORITA, Paula Hikari; SALERNO, Soraia Kfouri. O projeto político pedagógico no cenário pandêmico. Seminário Gepráxis, Vitória da Conquista – Bahia – Brasil, v. 8, n. 8, p. 1-13, maio, 2021.

PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação e do Esporte. RESOLUÇÃO N. 1.522. Estabelece em regime especial as atividades escolares na forma de aulas não presenciais em decorrência da pandemia causada pela COVID-19. Curitiba, maio de 2020. Disponível em: https://www.fiepr.org.br/assuntosLegislativos/uploadAddress/Resolucao-n-1.522.2020--GS.SEED[92490].pdf. Acesso em: 10 ago. 2021.

PARANÁ. DECRETO Nº 4.258. Altera dispositivos do Decreto nº 4.230, de 16 de março de 2020, que dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do Coronavírus - COVID - 19. Curitiba, 17 de março de 2020.

RUFATO, João Antonio. Práticas docentes na Educação Básica em tempos de COVID-19: implicações para o processo de formação continuada e condições de trabalho no ensino remoto. (Dissertação), Curitiba, 2021.

SERSCHON, Marcia Vorpagel; CRUZ, Michel Alves da. Um novo olhar sobre a Educação Básica em tempos de pandemia: aulas remotas no Estado do Paraná. RCMOS - Revista Científica Multidisciplinar O Saber. v. 5 n. 5, p. 20-27. 2021.

SAVIANI, Dermeval. Pedagogia Histórico-Crítica. 9. ed. Campinas: Autores Associados, 2005.

SIMM, Juliana Fogaça Sanches. Et al. As faces do ensino em tempos de pandemia: relatos de práticas docentes na área da linguagem. Revista de Estudos e Pesquisas sobre Ensino Tecnológico, v. 6, Edição Especial Desafios e avanços 1 educacionais em tempos da COVID-19, p. 1-19. 2020.

VIGOTSKI, Lev Semenovich; LURIA, Alexander Romanovich; LEONTIEV, Alex N. Linguagem, Desenvolvimento e Aprendizagem. Tradução de: Maria da Pena Villalobos. - 11ª edição - São Paulo: ícone, 2010. (Coleção Educação Crítica). Disponível em: https://www.unifal-mg.edu.br/humanizacao/wp-content/uploads/sites/14/2017/04/VIGOTSKI-Lev-Semenovitch-Linguagem-Desenvolvimento-e-Aprendizagem.pdf. Acesso em: 23 nov. 2021.

Downloads

Publicado

2022-03-17

Como Citar

Santos, A. R. de J. ., Gonçalves, J. A. ., & Rodrigues, S. de O. (2022). A EDUCAÇÃO BÁSICA NA PANDEMIA NO ESTADO DO PARANÁ: o que as pesquisas revelam?. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 10(1). https://doi.org/10.34024/olhares.2022.v10.12968

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Obs .: Este plugin requer que pelo menos um plugin de estatísticas / relatório esteja ativado. Se seus plugins de estatísticas fornecerem mais de uma métrica, selecione também uma métrica principal na página de configurações do site do administrador e / ou nas páginas de configurações do gerente da revista.