RESSIGNIFICAÇÃO DA PESQUISA ESCOLAR: O ALUNO-PESQUISADOR, INVESTIGANDO E PROMOVENDO REFLEXÃO EM SEU MEIO, ATRAVÉS DE GÊNEROS MULTIMODAIS

Autores

  • Deuzina Elaine Melo Cateluber Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
  • Patrícia Santos Resende Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2014.v2.129

Resumo

Vivemos em uma sociedade cercada por linguagens icônicas. Compreender essa particularidade da língua é fator fundamental na produção do sentido. Na escola, elas precisam ser apreendidas pelos alunos para que possam fazer o uso contínuo dessas linguagens. Nesse contexto, a concepção de língua e a mediação do professor são fundamentais para o sucesso escolar. Assim, surge a ideia de ressignificar a pesquisa escolar, tornando o aluno um pesquisador, que promove reflexões. Foram selecionados dois gêneros multimodais, para analisar até que ponto esses gêneros produzidos pelos alunos podem promover reflexão crítica, mediante aos temas encontrados em seu meio. Destacamos os pressupostos de Dell’Isola (20010), Dionísio (2006), Rojo (2004, 2009),  Zuin & Reyes (2010), Barbosa, Mori (2012). Os resultados comprovaram que as atividades interdisciplinares permitiram ao aluno a compreensão e a apreensão do gênero como evento social capaz de atender suas necessidades de leitor e como possibilidade de ler criticamente o mundo.

Palavras-chave: gênero multimodal, mediação, aluno-pesquisador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-05-31

Como Citar

Cateluber, D. E. M., & Resende, P. S. (2014). RESSIGNIFICAÇÃO DA PESQUISA ESCOLAR: O ALUNO-PESQUISADOR, INVESTIGANDO E PROMOVENDO REFLEXÃO EM SEU MEIO, ATRAVÉS DE GÊNEROS MULTIMODAIS. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 2(1), 396–421. https://doi.org/10.34024/olhares.2014.v2.129