A contribuição de Paulo Freire aos estudos sobre educação e migrações internacionais: uma breve revisão de literatura

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2021.v9.12419

Palavras-chave:

Paulo Freire, Crianças refugiadas, Educação

Resumo

Este artigo tem por objetivo analisar as contribuições da obra de Paulo Freire para os estudos sobre a relação educação e migrações internacionais. Realizamos um levantamento bibliográfico de teses, dissertações e artigos, no âmbito da pesquisa educacional, em que o pensamento freireano foi utilizado como referencial teórico. O recorte temporal foi 2010-2020. Foram consultadas as bases da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; da Biblioteca Brasileira de Teses e Dissertações, Google Scholar, e Scielo. A pesquisa mostra como a abordagem freireana pode favorecer a análise do tema proposto, suas obras são fonte profícua para implementar a transformação e a melhoria da realidade das crianças imigrantes e/ou refugiadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Solange Martins Oliveira Magalhães, Universidade Federal de Goiás – UFG

Pedagoga, Psicóloga. Doutora e Mestre em Educação pela Universidade Federal de Goiás/Brasil. Professora Titular da Universidade Federal de Goiás. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação/ FE/UFG. Professora Convidada da Facultad de Humanidades y Ciencias Sociales, da Universidad Nacional de Jujuy/Argentina. Coordenadora da REDECENTRO - Rede de Pesquisadores sobre Professores da Região Centro-Oeste

Rômulo Sousa de Azevedo, Instituto Federal de Goiás – IFG

Graduado em Administração pela FMB - Faculdade Montes Belos. Mestre em Educação pela Universidade Federal de Goiás - Regional Catalão.

Cláudia Tavares do Amaral, Universidade Federal de Catalão - UFCAT

Doutora em Educação pela Universidade de Lisboa (diploma reconhecido pela USP). Mestre em educação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e Pedagoga pela mesma Universidade. É professora do Programa de Pós-graduação em Educação da UFG-CAt e Coordenação do Curso de Pedagogia.

Altina Abadia da Silva, Universidade Federal de Catalão - UFCAT

Graduação em Artes Visuais. Doutorado em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba. Mestre em Psicologia pela Universidade Católica de Brasília. Professora do Programa de Pós-graduação em Educação/ PPGEDUC.

Referências

ALMEIDA, Cleide Rita Silvério de. Refugiados: a nova face do oprimido na educação. Educação em Perspectiva, v. 9, n. 3, p. 592-602, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufv.br/educacaoemperspectiva/article/view/7159/2887. Acesso em: 10 jun. 2021.

AKKARI, Abdeljalil; MESQUIDA, Peri. A pedagogia crítica e emancipatória de inspiração freireana. Roteiro, v. 45, 2020. Disponível em: https://unoesc.emnuvens.com.br/roteiro/article/view/23948/14928. Acesso em: 10 jun. 2021.

BRECHT, B. Die Gedichte von Bertolt Brecht in einem Band. Frankfurt A. M.: Suhrkamp, 1997.

BRASIL. Lei nº 9.474, de 22 de julho de 1997. Define mecanismos para a implementação do Estatuto dos Refugiados de 1951, e determina outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 22 jul. 1997. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9474.htm>. Acesso em: 22 mai. 2021.

BRZEZINSKI, Iria. Pedagogo: delineando identidade(s). Revista UFG, nº 10, p. 121-132. Disponível em: <https://files.cercomp.ufg.br/weby/up/694/o/10_iria_brzezinski.pdf>. Acesso em: 07 jun. 2021.

CONVENÇÃO RELATIVA AO ESTATUTO DOS REFUGIADOS (1951). Disponível em: https://www.acnur.org/fileadmin/Documentos/portugues/BDL/Convencao_relativa_ao_Estatuto_dos_Refugiados.pdf Acesso em: 15 jul. 2021.

COSTA, Albertina de Oliveira et al. (Orgs.). Memórias das mulheres do exílio. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1980.

CUNHA, Maria Isabel. O tema da formação de professores: trajetórias e tendências do campo na pesquisa e na ação. Educ. Pesq, v. 39, n. 3, p. 609-625, 2013. Disponível em: < https://www.scielo.br/pdf/ep/2013nahead/aop1096.pdf>. Acesso em: 10 mai. 2021.

CHARTIER, Roger. A visão do historiador modernista. In: FERREIRA, Marieta de M.; AMADO, Janaina. (Orgs.). Usos e abusos da história oral. Rio de Janeiro: Editora da Fundação Getúlio Vargas, 1996. p. 215-218.

CHAUÍ, Marilena. Conformismo e resistência. São Paulo: brasiliense, 1985.

DEMARTINI, Zélia de Brito Fabri. Imigração e educação: discutindo algumas pistas de pesquisa. Pro-Proposições, v. 15, n. 3(45), p. 215-228, set-dez. 2004. Disponível em: <https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8643802/11294>. Acesso em: 15 mai. 2021.

DUBAR, Claude. A crise das identidades: a interpretação de uma mutação. São Paulo: EDUSP, 2009.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1967.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Porto: Afrontamento, 1972.

FREIRE, Paulo. Há uma unidade indissolúvel entre a revolução e a educação. Entrevista. In: Jornal “Nô Pintcha”, bissau, guiné-bissau, ed. 09 de abril, p. 05, 1977.

FREIRE, Paulo. A Educação é um ato político. Entrevista. Cadernos de Ciência, 1991, p. 19-23. Disponível em: http://acervo.paulofreire.org:8080/xmlui/handle/7891/1357. Acesso em: 30 jun. 2021.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da esperança. São Paulo: Paz e Terra, 1992.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. São Paulo: Editora Unesp, 2000.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2006.

GONÇALVES, Ana Lúcia Novais. Interculturalidade na educação brasileira: A inserção de bolivianos em escolas públicas paulistanas. 2014. 109 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Nove de Julho, São Paulo, 2014.

HADDAD, Sérgio. O educador: um perfil de Paulo Freire. São Paulo: Todavia, 2019.

KREUTZ, Lúcio. A educação de imigrantes no Brasil. In: LOPES, Eliane Marta Teixeira; FILHOS, Luciano Mendes Faria; VEIGA, Cyntia Greive (Orgs.). 500 anos de Educação no Brasil. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2000a, p. 347-370.

MAGALHÃES, Giovanna Modé; SCHILLING, Flávia. Imigrantes da Bolívia na escola em São Paulo: fronteiras do direito à educação. Pro-Posições, v. 23, n. 1, p. 43-63, jan-abr. 2012. Disponível em: <https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73072012000100004>. Acesso em: 04 jun. 2021.

MAGALHÃES, Solange Martins O.; ARAUJO, Sonia; ARGÜELLO, Susana. Agudización ultra neoliberal, educación y formación docente en Brasil y Argentina. Revista Inter-Ação. Dossiê Neoliberalismo e educação: a escolarização pública e democrática sob risco. Goiânia, v. 45, n. 1, jan/abr., 2020a.

MAGALHÃES, Solange Martins O.; FORTUNATO, Ivan; MENA, Juan. La universidad como resistencia: en busca de una epistemología de la práxis. Rev. HISTEDBR. On-line Campinas, v. 20, pp. 1-14, 2020b.

MAGALHÃES, Solange Martins O. Memorial de professor Titular. Faculdade de Educação. Universidade Federal de Goiás, 2021.

OIM. Organização Internacional para as Migrações. Glossário sobre Migração. Suíça: OIM, 2009.

SANTOS, Elisângela Nogueira Janoni dos. Formação de professores para relações étnico-raciais no contexto de uma escola com estudantes bolivianos. 2018. 179 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2018.

SILVA, Débora Cristina Alves da; BRAGA, Daniel Santos. Educação e imigração contemporânea no Brasil: um silêncio bibliográfico (?). Paidéia: Revista do Curso de Pedagogia da Faculdade de Ciências Humanas, Sociais e da Saúde Fumec, Belo Horizonte, Ano 14, n. 22, p. 55-75, jul./dez. 2019. Disponível em: http://revista.fumec.br/index.php/paideia/article/view/8328. Acesso em: 15 jul. 2021.

SUYEYASSU, Sueidy Pithon. Currículo e interculturalidade: imigrantes no ambiente multicultural em uma escola na cidade de São Paulo. 2019. 203 f. Tese (Doutorado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2019.

TONETTO, Maria Luiza Posser; GOMES, Joséli Fiorin. “Um filho no mundo e um mundo virado": uma análise sobre obstáculos à efetividade do acesso à educação de crianças refugiadas no Brasil. Zero-a-Seis, v. 23, n. 43, p. 703-729, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/zeroseis/article/view/72692. Acesso em: 10 jun. 2021.

UCHÔA, Márcia Maria Rodrigues. Currículo intercultural na fronteira: um estudo sobre política e as práticas de currículo na fronteira Brasil/Bolívia do Estado de Rondônia. 2019. 162 f. Tese (Doutorado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2019.

Downloads

Publicado

2021-11-25

Como Citar

Magalhães, S. M. O., Azevedo, R. . S. de ., Amaral, C. T. do, & Silva, A. A. da. (2021). A contribuição de Paulo Freire aos estudos sobre educação e migrações internacionais: uma breve revisão de literatura. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 9(3). https://doi.org/10.34024/olhares.2021.v9.12419