Teoria bioecológica do desenvolvimento humano e suas relações com a Educação Ambiental: ensaio sobre 'A Viagem de Chihiro'

  • Rachel Aline Hidalgo Munhoz Universidade Federal do Rio Grande - FURG
Palavras-chave: Educação Ambiental, Cinema, Brofenbrenner

Resumo

A proposta deste trabalho é elaborar um ensaio sobre a metodologia da Teoria Bioecológica do Desenvolvimento Humano, de Urie Brofenbrenner, a partir da obra cinematográfica de animação japonesa “A Viagem de Chihiro”. Além disso, colaborar com uma leitura para o campo da Educação Ambiental dentro da perspectiva crítica, destacando pontos como: antropocentrismo, questão de gênero, equilíbrio de poder, sistemas de cooperação e resistência. Assim, fortalecendo a potencialidade do cinema na área científica da EA.

Biografia do Autor

Rachel Aline Hidalgo Munhoz, Universidade Federal do Rio Grande - FURG
Graduação em Comunicação Social - Jornalismo, pela Universidade Católica de Santos (2010) e, atualmente, mestranda em Educação Ambiental pela Universidade Federal do Rio Grande - FURG, com projeto de pesquisa direcionado para Educomunicação Socioambiental. Com formação em Documentário pela Academia Internacional de Cinema - AIC/SP, colabora como produtora audiovisual em coletivos, tem experiência profissional nas áreas rádio, TV e produção cultural, além de atuar também como fotógrafa e assessora de imprensa.
Publicado
2017-12-30
Como Citar
Munhoz, R. A. H. (2017). Teoria bioecológica do desenvolvimento humano e suas relações com a Educação Ambiental: ensaio sobre ’A Viagem de Chihiro’. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 12(5), 140-155. https://doi.org/10.34024/revbea.2017.v12.2519
Seção
Artigos