A contribuição dos catadores de lixo para a formação de uma Educação Ambiental no semi-árido nordestino do Brasil.

Autores

  • Luan Gomes dos Santos de Oliveira Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande, PB
  • Geovânia da Silva Toscano Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, PB
  • Ramiro Gustavo Valera Camacho Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Natal, RN
  • Gilcélia Batista de Góis Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Natal, RN

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2015.v10.1914

Palavras-chave:

Questão Socioambiental, ACREVI, Catadores de Lixo.

Resumo

Nosso estudo tem como referência a Associação Comunitária Reciclando para a Vida (ACREVI), situada na cidade de Mossoró/RN, no Bairro Nova Vida. Analisa-se quais as concepções de Educação Ambiental dos associados da ACREVI no ano de 2009. Como procedimentos metodológicos realizamos revisão, pesquisa de campo que teve como instrumentos as seis entrevistas semiestruturadas e a observação in lócus. Identificamos que para os sujeitos entrevistados a Educação Ambiental é reconhecida como uma ferramenta que é desenvolvida através da coleta seletiva e da realização de palestras nas empresas acerca do tratamento do lixo, como também pelo teatro. Trata-se de uma investigação realizada no final da Graduação em Serviço Social na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. (UERN) concluída em 2009.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luan Gomes dos Santos de Oliveira, Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande, PB

Docente e Assistente Social da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente (UFRN). Suas discussões se concentram nas seguintes áreas: Meio Ambiente e Serviço Social; Logoterapia e Saúde Mental.

Geovânia da Silva Toscano, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, PB

Docente e Socióloga. Dra. em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Ramiro Gustavo Valera Camacho, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Natal, RN

Docente e pesquisador na área de ciência biológicas e ambientais. Drº em Botânica pela Universidade de São Paulo. Suas áreas de estudo são o bioma caatinga, educação ambiental e convivência com o semi-árido.

Gilcélia Batista de Góis, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Natal, RN

Docente e Assistente Social da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Pesquisadora na área do Serviço Social e questão agrária.

Downloads

Publicado

27-09-2015

Como Citar

Oliveira, L. G. dos S. de, Toscano, G. da S., Camacho, R. G. V., & Góis, G. B. de. (2015). A contribuição dos catadores de lixo para a formação de uma Educação Ambiental no semi-árido nordestino do Brasil. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 10(3), 97–110. https://doi.org/10.34024/revbea.2015.v10.1914

Edição

Seção

Artigos
##plugins.generic.dates.received## 2014-04-30
##plugins.generic.dates.accepted## 2015-09-02
##plugins.generic.dates.published## 2015-09-27

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.