Avanços e desafios da Educação Ambiental brasileira entre a Rio92 e a Rio+20

Autores

  • Patrícia Bastos Godoy Otero Universidade Federal de São Carlos, Sorocaba, SP
  • Zysman Neiman Universidade Federal de São Paulo, Diadema, SP

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2015.v10.1842

Palavras-chave:

Educação Ambiental. Sustentabilidade. Desenvolvimento Sustentável.

Resumo

O artigo discute os avanços e os desafios do campo da Educação Ambiental (EA) brasileira, no período entre as duas grandes Conferências sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento promovidas pela Organização das Nações Unidas (ONU) e realizadas no Brasil, a Rio-92 e a Rio+20, que aconteceram respectivamente em 1992 e 2012. O principal objetivo foi analisar a evolução da Educação Ambiental brasileira no período entre as duas grandes Conferências, elaborada a partir da sistematização de informações de documentos oficiais, reportagens publicadas pela mídia sobre os dois eventos e entrevistas com lideranças ambientalistas, políticos e técnicos que estiveram nos eventos e que atuam com, destaque no campo da Educação Ambiental do Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-03-30

Como Citar

Otero, P. B. G., & Neiman, Z. (2015). Avanços e desafios da Educação Ambiental brasileira entre a Rio92 e a Rio+20. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 10(1), 20–41. https://doi.org/10.34024/revbea.2015.v10.1842

Edição

Seção

Artigos
Recebido em 2013-06-04
Aceito em 2015-01-20
Publicado em 2015-03-30

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>