Recursos didáticos produzidos com resíduos sólidos reutilizáveis em duas escolas de Manaus (AM)

Autores

  • Carlos Victor Silva e Silva Universidade do Estado do Amazonas
  • Luciane Lopes de Souza Universidade do Estado do Amazonas
  • Rosilene Gomes da Silva Ferreira Universidade do Estado do Amazonas https://orcid.org/0000-0002-2508-7283

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2023.v18.14563

Palavras-chave:

Coleta Seletiva, Jogos Educativos, Resíduos sólidos, Sensibilização

Resumo

O estudo promoveu atividades de sensibilização e reflexão sobre a crescente geração de resíduos sólidos de Manaus (AM). As atividades aconteceram em duas escolas públicas da cidade incentivando a coleta seletiva e estimulando ações educativas que contribuam para a mudança de comportamento dos cidadãos em relação ao uso/tratamento/cuidado com o ambiente. As práticas desenvolvidas consistiram na confecção de jogos educativos utilizando resíduos sólidos reutilizáveis, os quais foram coletados pela própria comunidade escolar. Cerca de 200 estudantes participaram das atividades que resultaram em 30 jogos didáticos, cuja aplicação perpassa pela interdisciplinaridade e contribui para o desenvolvimento de competências socioemocionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Victor Silva e Silva, Universidade do Estado do Amazonas

Graduando em Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Amazonas, com previsão de término para 2024. Atualmente é bolsista de Iniciação Científica - PAIC (UEA). Foi bolsista do programa de extensão (2022) e participou do programa de monitoria como Monitor voluntário em Anatomia Humana (2022). Possui interesse nas áreas de Zoologia e Sistemática zoológica.

Rosilene Gomes da Silva Ferreira, Universidade do Estado do Amazonas

Atualmente é professora Adjunto da Universidade do Estado do Amazonas; Farmacêutica Bioquímica pela Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA). Doutora em Biotecnologia pelo PPG BIONORTE/UFAM. Possui graduação em Farmácia com habilitação em Análises Clínicas pela Universidade Federal do Amazonas, graduação em Licenciatura em Ciências Naturais pela Universidade Federal do Amazonas, graduação em Licenciatura Em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Amazonas;mestrado em Ensino de Ciências na Amazônia (UEA) e Gestão e Auditoria Ambiental Área de Concentração pela Fundação Ibero Americana. Tem experiência na área de Ensino de Ciências e Biologia; Educação Ambiental e Biotecnologia e Biodiversidade.É pesquisadora nos grupos de Pesquisa Triagem de Produtos Naturais para isolamento de substâncias com Potencial Antiviral e Imunomodulador para uso na terapia de Dengue; e, Ensino , Pesquisa Interdisciplinar e Sustentabilidade na Amazônia - EPISA.

Referências

ALVES, D.O.V.; TRINDADE, B. A confecção de brinquedos e jogos reciclados para conscientização dos problemas dos resíduos sólidos. Revista Eletrônica em gestão, Educação e Tecnologia Ambiental. Santa Maria, v. 18, n. 2, p. 990-998, 2014.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO AMAZONAS - ALEAM. Amazonas tem um aterro controlado e 61 lixões a céu aberto, diz GT do Saneamento. Manaus: ALEAM, 2018.

BRASIL. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Censo 2000. Indicadores de desenvolvimento sustentável: disposição de resíduos sólidos urbanos. Disponível em: <http://www.Ibge.gov.br>. Acesso em: 29 mai. 2022.

Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento: Diagnóstico do manejo de resíduos sólidos urbanos – 2016. Brasília: MCIDADES, 2018.

CALVENTE, A.; KHARRAZI, A.; KUDO, S.; SAVAGET, P. Non-formal environmental education in a vulnerable region: Insights from a 20 year long engagement in Petrópolis, Rio de Janeiro, Brazil. Sustainability, v. 10, n. 11, p. 4247, 2018.

CARBONE, A.S.; CEZARE, J.P.; RAMOS, M.F.; EGUTE, N.S.; COUTINHO, S.M.V. 5Rs: educação para um consumo responsável. São Paulo: Instituto Siades, 1ª. Edição, 2017. 53p.

COLAVITTI, F. O que fazer com o lixo? Revista Galileu Galilei. Rio de Janeiro: Globo, p. 39-50, jun. 2003. Disponível em: <https://revistagalileu.globo.com/>. Acesso em: 25 mai. 2022.

DERQUI, B.; GRIMALDI, D.; FERNANDEZ, V. Building and managing sustainable schools: the case of food waste. Journal of Cleaner Production, v. 243, 2020.

DIAS, G. F. Educação Ambiental: princípios e práticas. São Paulo: Gaia, 2000.

FADANNI, D.; MASSOLA, U. Abordagem da Educação Ambiental nos Anos Iniciais em Três Escolas do Município de Palmitos. 2010. 48 f. Projeto de Pesquisa (Licenciatura em Ciências Biológicas) – UnoChapecó, Chapecó, 2010.

FERREIRA, I.M.P.; SILVA, A.B.; FABER, M.A. Brasil: A Coleta Seletiva do Lixo Urbano. 2008.

GALBIATI, A. F. O gerenciamento integrado de resíduos sólidos e a reciclagem. Disponível em: <https://www.redeaguape.org.br/>. Acesso em: 28 mai. 2022.

MENEZES, R.T.; SAIANI, C.C.S.; JÚNIOR, R.T. Capítulo 10. In: SAIANI, C.C.S.; DOURADO, J.; JÚNIOR, R.T.(Org.). Resíduos Sólidos no Brasil: oportunidades e desafios da lei federal nº 12.305 (lei de resíduos sólidos). Barueri: Minha Editora, 2014.

NEPOMOCENO, T.A.R. Jogos cognitivos na Educação Ambiental: para que te quero? Revista Brasileira de Educação Ambiental. São Paulo, v. 17, n. 5, p.99-116, 2022.

PIMENTA, S. G; FRANCO, M A. S. Pesquisa em educação: possibilidades investigativas/formativas da pesquisa-ação. São Paulo: Edições Loyola, 2008.

RIBEIRO, W. C. A ordem ambiental internacional. São Paulo: Contexto, 2001. 176 p.

SANTOS, M.C.L.; GONÇALVES-DIAS, S.L.F.G. Resíduos Sólidos Urbanos e seus impactos socioambientais. São Paulo: IEE-USP, 2012.

SANTOS, R.N. Colocando o lixo no lugar certo: aplicação de oficina de reciclagem do lixo como atividade prática em Educação Ambiental nas escolas de Aracaju/SE. Monografia (Licenciatura em Ciências Biológicas). Universidade Federal de Sergipe. São Cristóvão, 2005.

SEVERINO, A. J. Metodologia do Trabalho Científico. 23ª Edição. São Paulo: Cortez, 2007.

SILVA, N.J.; CAFÉ, L.J. A importância do material reciclável na Educação Infantil. Intercursos, Ituiutaba, v. 18, n. 1, p.69-80, 2019.

SOARES, D.G.; SILVA, F.P.; COSTA. H. N. A importância da Educação Ambiental na escola: reciclar para preservar no Brasil. Revista DELOS, v.13, n.37, p.1-20, 2020.

SOUZA, M.H.F. Análise sobre a importância de trabalhar a Educação Ambiental nas escolas. Revista Brasileira de Educação Ambiental. São Paulo, v. 17, n. 3, p. 169-184, 2022.

TEIXEIRA, L.S.C. Educação Ambiental e Reciclagem de Lixo: Exercício de Cidadania. Anais do Congresso Brasileiro de Extensão Universitária, 2004, Belo Horizonte. Anais. Belo Horizonte: UCG, 2004.

VIANA, I.C.; PEREIRA, D.R.; VILAS BÔAS, I.C.C.; NETO, O.J.A.G.; RAMOS, M.G.; SILVA, T.A.G.C. Implantação de sistema de coleta seletiva como instrumento de transformação socioambiental. Revista Brasileira de Educação Ambiental. São Paulo, v. 17, n. 1, p.418-432, 2022.

Downloads

Publicado

01-06-2023

Como Citar

Silva, C. V. S. e, Souza, L. L. de, & Ferreira, R. G. da S. (2023). Recursos didáticos produzidos com resíduos sólidos reutilizáveis em duas escolas de Manaus (AM). Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 18(4), 67–86. https://doi.org/10.34024/revbea.2023.v18.14563

Edição

Seção

Artigos
Recebido: 2022-11-01
Aceito: 2023-01-26
Publicado: 2023-06-01

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.