Educomunicação socioambiental: resíduos de equipamentos eletoeletrônicos e a produção da informação em um curso técnico do IFMS

Autores

  • Gleidson André Pereira de Melo Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (PPGEL/UFMS)
  • Letícia Barbosa da Silva Cavalcante Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS)
  • Beatriz Aparecida Alencar Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS)

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2022.v17.12740

Palavras-chave:

Educação Profissional e Tecnológica, Educação ambiental, Informação ambiental

Resumo

Este estudo tem como objetivo destacar a educomunicação socioambiental como ferramenta para divulgação da informação ambiental, servindo para promover debates sobre Resíduos de Equipamentos Eletroeletrônicos (REEE) e sua destinação. A metodologia utilizada baseou-se nos princípios da pesquisa-ação, por meio de atividade de intervenção em duas turmas do curso de Ensino Médio Técnico Integrado de Informática do IFMS (campus Campo Grande). Como resultados alcançados, foram produzidos sete vídeos-curtas e foi elaborado um guia para apoio didático no formato de livro eletrônico. Dessa forma, a educomunicação socioambiental constituiu uma ferramenta útil para ampliar o conhecimento a respeito de questões ambientais e para integrar os estudantes envolvidos no processo da pesquisa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gleidson André Pereira de Melo , Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (PPGEL/UFMS)

Doutorando em Estudos de Linguagens (PPGEL/UFMS), Mestre em Ciências Biológicas e Especialista em Docência para Educação Profissional e Tecnológica (EPCT) pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (IFMS).

Letícia Barbosa da Silva Cavalcante, Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS)

Mestra em Estudos de Linguagens, graduada em Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e Língua
Inglesa. Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (IFMS).

Beatriz Aparecida Alencar, Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS)

Doutora em Letras, graduada em Jornalismo e Licenciada em Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e Espanhola. Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (IFMS).

Referências

ABDI. Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial. Gestão de REEE no Brasil: Análise de Viabilidade Técnica e Econômica. Brasília: ABDI, 2013.

ABNEE. Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica. 5G: edital aprovado, marco decisivo. ABNEE, 2021. Disponível em: <http://www.abinee.org.br/informac/revista/informe4/>. Acesso em: 30 mar. 2021.

BENEDITO, S.V.C.; BRANDÃO, A.L.R. Guia Prático em Educomunicação Socioambiental. Acaraú: Edição dos autores, 2020.

BRASIL. Decreto nº 10.240, de 12 de fevereiro de 2020: Regulamenta a implementação de sistema de logística reversa de produtos eletroeletrônicos e seus componentes de uso doméstico. Brasília, 2020. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2020/decreto/D10240.htm>. Acesso em: 30 mar. 2021.

BRASIL. Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010: Política Nacional de Resíduos Sólidos. Brasília, 2010. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12305.htm>. Acesso em: 2 abr. 2021.

BRASIL. Lei nº 9.795, de 27 de abril de 1999: Política Nacional de Educação Ambiental. Brasília, 1999. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L9795.htm>. Acesso em: 16 abr. 2021.

CORREIA, T.S.; ARAÚJO, J.P.G.; SILVA, A.L.; LAMIM-GUEDES, V. Educomunicação ambiental e a inter-relação entre meio ambiente, comunicação e educação. Educação Ambiental em Ação, v. 65, 2018. Disponível em: <http://www.revistaea.org/artigo.php?idartigo=3438>. Acesso em: 2 abr. 2021.

DIAS, L.S; MARQUES, M.D.; DIAS, L.S. Educação, Educação Ambiental, percepção ambiental e educomunicação. In: DIAS; L.S.; LEAL, A.C.; CARPI JUNIOR, S. (Orgs.). Educação Ambiental: conceitos, metodologia e práticas. Tupã: ANAP, 2016.

FORTI, V.; BALDÉ, C.P.; KUEHR, R.; BEL, G. The Global E-waste Monitor: Quantities, flows, and the circular economy potential. Bonn: GEM, 2020. https://collections.unu.edu/view/UNU:7737#viewAttachments. Acesso em: 18 abr 2021.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 36. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, P. Extensão ou Comunicação? Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1977.

FREITAS, J.V. Educomunicação: contextualizando o processo de atribuição de sentidos e significados no delineamento do conceito. Revista Brasileira de Educação Ambiental, São Paulo, v. 10, n. 2, p. 149-162, 2015.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 2021. Panorama: Mato Grosso do Sul. Disponível em: <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ms/campo-grande/panorama>. Acesso em: 10 abr. 2021.

IFMS. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul. 2018. Relatório de Gestão. Disponível em: <https://www.ifms.edu.br/centrais-de-conteudo/documentos-institucionais/relatorios-de-gestao>. Acesso em: 5 abr. 2021.

KAPLÚN, M. Processos educativos e canais de comunicação. Comunicação & Educação, São Paulo, n. 14, p. 68-75, 1999.

MARTÍN-BARBERO, J. Desafios culturais, da comunicação à educomunicação: construindo uma nova área de conhecimento. São Paulo: Paulinas, 2011.

MARTÍN-BARBERO, J.; BARCELOS, C. Comunicação e mediações culturais. Intercom-Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v. 23, n. 1, 2000.

MELO, G.; CAVALCANTE, L.B.S.; ALENCAR, B.A.; SÁ, C.G.P.; SILVA-MELO, M.R. Educomunicação socioambiental: Resíduos de Equipamentos Eletroeletrônicos e a Informação Ambiental. Edição dos autores. 1. ed. Campo Grande, 2021.

NICOLESCU, B. Um novo tipo de conhecimento: transdisciplinaridade. Educação e transdisciplinaridade, Inhumas, v. 1, n. 2, 2000.

PATUSSE, A.C.; AMARAL, T.G.; MARTINS, S.A. A Educomunicação como ferramenta para o diálogo na Educação Ambiental. RELACult-Revista Latino-Americana de Estudos em Cultura e Sociedade. Foz do Iguaçu, v. 4, 2018, p. 1-10.

PRODANOV, C.C.; FREITAS, E.C. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2 ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

SANTOS, A.S.; MELO, G.A.P.; COSTA, L.F.B.M.; BARROS, S.; ALVARO, G.; MACEDO, G.A.M. Cartilha do Programa de Coleta Seletiva do Comando Militar do Oeste. Campo Grande: Editora Alvorada, 2012.

SOARES, I.O. Educomunicação, o conceito, o profissional, a aplicação: Contribuições para a reforma de Ensino Médio. São Paulo: Editora Paulinas, 2012.

STEDILE, N.L.R.; CAMARDELO, A.M.P.; CIOATO, F.M. Educação Ambiental no ensino formal para o correto manejo de resíduos. Revista Brasileira de Educação Ambiental. São Paulo, v. 16, n. 1, p. 96-113, 2021.

TASSARA, E.H. Dicionário Socioambiental: ideias, definições e conceitos. São Paulo: FAARTE Editora, 2008.

Downloads

Publicado

01-08-2022

Como Citar

Melo , G. A. P. de, Cavalcante, L. B. da S., & Alencar, B. A. (2022). Educomunicação socioambiental: resíduos de equipamentos eletoeletrônicos e a produção da informação em um curso técnico do IFMS. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 17(4), 289–302. https://doi.org/10.34024/revbea.2022.v17.12740

Edição

Seção

Artigos
Recebido: 2021-09-22
Aceito: 2022-05-31
Publicado: 2022-08-01

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)