Jogos dramáticos como proposta de Educação Ambiental

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2022.v17.12384

Palavras-chave:

Cerrado; Conscientização Ambiental; Jogos Teatrais

Resumo

A presente proposta educativa tem por finalidade trazer informação e consciência para jovens a respeito da atual crise ambiental e, mais especificamente, da perda de recursos ambientais que afetam o Cerrado Brasileiro, por meio de oficinas teatrais em um espaço não formal. O projeto utilizou as artes cênicas como mediadora do processo e como ferramenta para investigação das relações existentes entre arte e educação, promovendo debate e conscientização ambiental. Além da análise de documentário e de texto teatral, os integrantes participaram de jogos dramáticos, com o objetivo de promover conhecimento artístico e pensamento crítico acerca dos processos criativos para criar uma peça de teatro com temática socioambiental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Glenda Igridi Poletto, Senac

Possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Santa Cecília (2011). Cursou interpretação para teatro/tv na Escola de atores Wolf Maya (2012). Estudou interpretação no curso profissionalizante de atores para cinema no Studio Fátima Toledo (2015). Integrou as Oficinas de interpretação de teatro performativo do grupo paulista "Os Satyros" (2016). Participou da Oficina de teatro "O intérprete e a comunicação de texto" ministrada pela atriz Denise Fraga (2019). Fez residência artística em regime de imersão teatral com o teórico teatral Eugênio Barba e a atriz Julia Varley do grupo de teatro "Odin Teatret" - Dinamarca (2019). Pós graduada em Arte/Educação pelo Senac - SP (2020). Fundadora do Studio de Teatro GP, primeira escola livre de teatro em Rio Verde - GO, onde atualmente ministra oficinas, cursos livres de teatro e dirige espetáculos desde 2017. Professora de teatro adulto na Fundação Municipal de Cultura de Rio Verde - GO (2018 - 2021). Professora de teatro infantil na escola Maple Bear Rio Verde - GO (2021).

Andriane de Melo Rodrigues, Instituto Federal Goiano - Campus Rio Verde

Graduação em Engenharia Ambiental pelo Instituto Federal Goiano (IF Goiano) - Campus Rio Verde (2015). Mestrado em Tecnologia Ambiental e Recursos Hídricos, Universidade de Brasília (2018). Atualmente, doutoranda em Ciências Ambientais, Universidade Federal de Goiás (2021-2024) e professora efetiva no (IF Goiano) - Campus Rio Verde, onde atua como coordenadora do Laboratório de Saneamento e Meio Ambiente. Tem experiência com o tratamento de água por tecnologias avançadas (uso de membranas de nanofiltração na remoção de microcontaminantes emergentes), tratamento de efluentes, monitoramento de qualidade em corpos hídricos, educação ambiental, gestão de resíduos sólidos e drenagem urbana (a ser desenvolvida no doutorado).

Referências

ANTUNES, Irandé. Aula de português: encontro & interação. São Paulo: Parábola Editorial, 2003.

ARAUJO, Alcione. ET AL. Proposta de leitura do mundo através da narrativa dramática. Rio de Janeiro: Argus, 2006.

BOAL, Augusto. 200 Exercícios e Jogos para o ator e o não-ator com vontade de dizer algo através do teatro. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1982.

BOAL, Augusto. Jogos para atores e não atores. São Paulo: Cosac e Naify, 2015.

BOAL, Augusto. Teatro do Oprimido e Outras Poéticas Políticas. São Paulo: Editora 34, 2019. Disponível em: <http://www.editora34.com.br/detalhe.asp?id=1017>. Acesso em: 20 jul. 2020.

BORGES, José Américo. O Pequeno Circo Místico. Texto Teatral. Não publicado.

CAMPOS, Marília A. T. LIOTTI, Luciane C. Livros didáticos do ensino médio e o conhecimento escolar sobre mudanças climáticas. Revbea, São Paulo, V. 16, No 2: 19-36, 2021. Disponível em: <https://periodicos.unifesp.br/index.php/revbea/article/view/11102/8381>. Acesso em: 25 fev. 2021.

CARVALHO, Aurilene Maria de Souza. SILVA, Dianne Michelle Alves da. Abordagem do Bioma Cerrado nos Livros Didáticos do Ensino Médio. Experiências em Ensino de Ciências, 2019. n. 3, v. 14, p. 583-597. Disponível em: <https://if.ufmt.br/eenci/artigos/Artigo_ID671/v14_n3_a2019.pdf>. Acesso em: 21 mar. 2020.

CARVALHO, Rosiani. As Tecnologias no Cotidiano Escolar: Possibilidades de Articular o Trabalho Pedagógico aos Recursos Tecnológicos. 2009. Disponível em: <http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/1442-8.pdf>. Acesso em 27 ago. 2020.

FOUCAMBERT, J. Modos de ser leitor: Aprendizagem e ensino da leitura no ensino fundamental. Curitiba: Editora UFPR, 2008.

FREITAS, Eduardo de. Cerrado, um risco de extinção em Goiás. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/brasil/cerrado-um-risco-extincao-goias.htm>. Acesso em 25 abr. 2020.

KLINK, C. A. MACHADO, R. B. Conservation of the Brazilian Cerrado. Conservation Biology. 2005. v.19, n.3, p.707-713.

LENCASTRE, L. Leitura: A compreensão de textos. Fundação Calouste Gulbenkian e Fundação para a Ciência e para a Tecnologia. Lisboa, 2003.

MORAN, José. Novas tecnologias e o reencantamento do mundo. Revista Tecnologia Educacional, 1995. n. 126, v. 23, p. 24-26. Disponível em: <http://www.eca.usp.br/prof/moran/novtec.htm>. Acesso em: 15 maio 2020.

PERROTI, E. Verbete Leitura. In: COELHO, T. Dicionário Crítico de Política Cultural. São Paulo: Iluminuras, 2012.

REIS, J. C. GUERRA, A. BRAGA, M. Ciência e arte: relações improváveis? História, Ciências, Saúde: Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 13, p. 71-87, 2006.

ROCHA, Paulo Ernesto Diaz. Arte Educação Ambiental: o que é e para que serve? In: VI Congresso Latino-Americano de Educação Ambiental. San Clemente del Tuyu, 2009.

SAITO, C. H. ALMEIDA, L. E. Conservação da Biodiversidade e a valorização do componente educacional. Floresta e Ambiente - Seropédica, 2006. v. 13, p. 66-74.

SANTOS, Helena Cardoso dos. A Arte como Elemento no Ensino da Educação Ambiental no Brasil: Educação Infantil e Ensino Fundamental I. Monografia (Mestrado) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Medianeira, 2014. Disponível em: < http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/bitstream/1/4801/1/MD_ENSCIE_IV_2014_47.pdf>. Acesso em: 20 jan. 2021.

SERTÃO VELHO CERRADO. Direção de André D’Élia. Chapada dos Veadeiros: Cinedelia, 2018. Documentário (1h36m), son., color.

SPOLIN, Viola. Jogos Teatrais: O Fichário de Viola Spolin. São Paulo: Perspectiva, 2008.

VILLAÇA, Iara de Carvalho. Arte-Educação: A Arte Como Metodologia Educativa. Cairu em Revista, 2014. n. 4, p. 74-85. Disponível em: <https://www.cairu.br/revista/arquivos/artigos/2014_2/05_ARTE_EDUCACAO_METODOLOGIA_EDUCATIVA.pdf>. Acesso em: 10 de jan. 2021.

Downloads

Publicado

01-06-2022

Como Citar

Poletto, G. I., & Rodrigues, A. de M. (2022). Jogos dramáticos como proposta de Educação Ambiental. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 17(3), 185–198. https://doi.org/10.34024/revbea.2022.v17.12384

Edição

Seção

Relatos de Experiências
Recebido: 2021-07-04
Aceito: 2022-03-15
Publicado: 2022-06-01

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.