Implantação e uso na Educação Ambiental de um sistema para reutilização da água de refrigeração de destilador

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2021.v16.11579

Palavras-chave:

Protótipo; Reuso; Sustentabilidade; Conscientização.

Resumo

O aumento na demanda de água, somado à degradação dos corpos hídricos, cria um cenário de escassez desse recurso. As instituições de ensino devem promover mudanças socioambientais para minimizar esse impacto. O IFMG - Campus Bambuí (MG) possui um Laboratório de Análises de Solo que utiliza alta quantidade de água destilada, com desperdício da água de resfriamento. Assim, este trabalho apresenta um sistema de reuso dessa água nas caixas d’água da biblioteca para fins não potáveis. Análises físico-químicas e microbiológica da água pós-destilador mostraram que apenas o valor de cloro residual desviou-se do padrão. Para difundir a ideia de reuso da água, realizaram-se intervenções em escolas municipais por meio de maquete e protótipo do sistema.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Meryene de Carvalho Teixeira, Instituto Federal de Minas Gerais, campus Bambuí

Professora de Química pelo IFMG, Campus Bambuí. Doutora em Agroquímica pela Universidade Federal de Lavras.

Referências

ABREU, L. L. C. et al. Reutilização da água usada no processo de destilação. Rev. da Meta, v. 1, n. 1, p. 323-329, 2016.

ANTUNES, L. N.; GHISI, E. Water and energy consumption in schools: case studies in Brazil. Environment, Development and Sustainability, v. 22, p. 4225–4249, 2020.

BARBOSA, T.; COELHO, L. Sustentabilidade por meio do reuso da água dos aparelhos de ar-condicionado da faculdade de tecnologia deputado Waldyr Alceu Trigo - FATEC Sertãozinho. Rev. Academus, v. 4, n. 1, 2016.

BERCHIN, I. I. et al. The importance of international conferences on sustainable development as higher education institutions' strategies to promote sustainability: A case study in Brazil. Journal of Cleaner Production, v. 171, p. 756-772, 2018.

BRASIL. Fundação Nacional de Saúde. Manual prático de análise de água / Fundação Nacional de Saúde – 4. ed. – Brasília: Funasa, 2013. 150 p. Disponível em: http://www.funasa.gov.br/site/wp-content/files_mf/manual_pratico_de_analise_de_agua_2.pdf. Acesso em: 05 nov. 2020.

BRASIL. Portaria de Consolidação nº 5, de 28 de setembro de 2017. Anexo XX. Padrões de potabilidade da água para consumo humano. Brasília. DOU de 03/10/2017. Disponível em: https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2018/marco/29/PRC-5-Portaria-de-Consolida----o-n---5--de-28-de-setembro-de-2017.pdf Acesso em: 11 nov. 2020.

BRUNI, J. C. A água e a vida. Tempo Social. Rev. Sociol. USP, S. Paulo, v. 5, n. 1-2, p. 53-65, 1993 (editado em nov. 1994).

COELHO, C. A. S. et al. The 2014 southeast Brazil austral summer drought: regional scale mechanisms and teleconnections. Clim. Dynamics, v. 46, p. 3737–3752, 2016.

DICTORO, V. P.; HANAI, F. Y. Simbolismos da água: valores, saberes e tradições dos moradores de Pirapora - MG nas margens do rio São Francisco. Rev. Gest. Sust. Ambient., Florianópolis, v. 6, n. 1, p. 487 -503, abr./set. 2017.

DRAHEIN, A. D.; LIMA, E. P. DE; COSTA, S. E. G. da. Sustainability assessment of the service operations at seven higher education institutions in Brazil. J. of Cleaner Production, v. 212, p. 527-536, 2019.

FOLEGATTI M.V. et al. (2017) Management of Water Resources and Irrigated Agriculture in Brazil. In: BICUDO, C. E. M.; TUNDISI, J. G.; SCHEUENSTUHL, M. C. B. (eds) Waters of Brazil. Springer, Cham. Diponível em: https://link.springer.com/chapter/10.1007/978-3-319-41372-3_1. Acesso em: 15 nov. 2020.

MACHADO, G. E.; VESTENA, N. P.; FOLMER, I. (Re)uso da água da chuva: experiência no Colégio Politécnico de Santa Maria (RS). Revista Brasileira. de Educação Ambiental, v. 11, n. 5, p. 10-18, 2016.

MENDES, C. B.; LHAMAS, A. P. B.; MAIA, J. S.S. Aspectos da Educação Ambiental crítica: reflexões sobre as desigualdades na pandemia da COVID-19. Revista Brasileira. de Educação Ambiental, v. 15, n. 4, p. 361-379, 2020.

NEVES-SILVA, P.; HELLER, L. Rompimento da barragem em Brumadinho e o acesso à água das comunidades atingidas: um caso de direitos humanos. Cienc. Cult., v. 72, n. 2, p.47-50, 2020.

OFFICE of the High Commissioner for Human Rights - OHCHR. General Comment No. 15: The Right to Water (Arts. 11 and 12 of the Covenant). OHCHR. 2002.

PALHARES, J. C. P.; PEZZOPANE, J. R. M. Water footprint accounting and scarcity indicators of conventional and organic dairy production systems. J. of Cleaner Produc., v. 93, p. 299-307, 2015.

RODRIGUES DO NASCIMENTO, F. G.; LUCENA, C. M. L.; FREIRE, L. L. Reuso em laboratórios de análises ambientais: desperdícios e custos da água residual de destiladores. R. Gest. Sust. Ambient., Florianópolis, v. 8, n. 2, p.578-594, abr/jun. 2019.

SILVA, N. et al. Manual de Métodos de Análise Microbiológica de Alimentos e Água. 5ª ed. Editora Blucher, 2017. 535 p.

SNIS. Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento Básico. Diagnóstico dos serviços de Água e Esgoto, 2019. Disponível em: http://www.snis.gov.br/diagnostico-anual-agua-e-esgotos/diagnostico-dos-servicos-de-agua-e-esgotos-2018. Acesso em: 15 dez. 2020.

TAUCHEN, J.; BRANDLI, L. L. A gestão ambiental em instituições de ensino superior: modelo para implantação em campus universitário. Ver. Gestão e Produção, v.13, n. 3, p. 503-515, 2006.

Downloads

Publicado

2021-06-01

Como Citar

Morais, B. R., Oliveira, B. A. S., Oliveira, P. de S., & Teixeira, M. de C. (2021). Implantação e uso na Educação Ambiental de um sistema para reutilização da água de refrigeração de destilador. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 16(3), 142–152. https://doi.org/10.34024/revbea.2021.v16.11579

Edição

Seção

Artigos