Vivências socioambientais para a formação continuada de professores

Autores

  • Juliana Buratti Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUI
  • Juliana Maria Fachinetto Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUI https://orcid.org/0000-0002-0864-9643
  • Sandra Beatriz Vicenci Fernandes Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUI https://orcid.org/0000-0001-5001-0774
  • Daniel Rubens Cenci Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUI https://orcid.org/0000-0001-7919-6840
  • Vidica Bianchi Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUI
  • Jorge Schirmer Schirmer e Correa Consultoria Florestal LTDA https://orcid.org/0000-0002-5714-9776
  • Alexandra de Moura Prefeitura Municipal de Condor

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2021.v16.11418

Palavras-chave:

Educação Ambiental (EA); Relato de experiência; Trilha ecológica; Universidade; Agenda 2030.

Resumo

A Educação Ambiental, aliada às práticas investigativas, pode ser inserida na formação continuada dos docentes das redes de ensino. O relato apresenta uma reflexão sobre atividades desenvolvidas num programa de formação continuada de professores, a qual oportunizou momentos de discussão e ressignificação das atividades pedagógicas a partir de palestras interativas e práticas com trilha ecológica. Neste sentido, a escola contribui para o enfrentamento do desafio político-ético da Educação Ambiental frente à urgente necessidade de construção de uma sociedade mais justa e ecologicamente equilibrada, alicerçada no conhecimento e no exercício da cidadania que culmina com o cumprimento do acordo global da Agenda 2030.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Maria Fachinetto, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUI

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Maria (2007), mestrado em Zootecnia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2010) e doutorado em Genética e Biologia Molecular pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2014). Atualmente é professora da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUI), atuando nas disciplinas de Genética, Biotecnologia e Evolução, exerce a função de coordenadora dos cursos de Ciências Biológicas (Licenciatura e Bacharelado) e curadora do Herbário Rogério Bueno (HUIRB). É docente permanente do Programa de Pós Graduação em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUI).

Sandra Beatriz Vicenci Fernandes, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUI

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria (1981), mestrado em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria (1986) e doutorado em Ciências do Solo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1998). Atualmente é professor adjunto da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, no Curso de Agronomia e no Curso de Pós graduação em Desenvolvimento Regional e Programa de mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade. Tem experiência na área de fertilidade do solo, manejo e conservação do solo e impactos ambientais das atividades agropecuárias. Atua na área de Desenvolvimento rural, principalmente nos seguintes temas: Sistemas técnicos de produção vegetal, sistemas de cultivo, produção orgânica, manejo e conservação do solo, impactos ambientais

Daniel Rubens Cenci, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUI

Possui Pós-Doutorado em Geopolítica Ambiental Latino-americana, pela USACH - Universidade de Santiago do Chile (2018), Doutorado em Meio Ambiente e Desenvolvimento pela Universidade Federal do Paraná (2009), mestrado em Direito pela UNISC - Universidade de Santa Cruz do Sul (2002), graduação em Direito pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (1998) Formação em Filosofia pela Universidade de Passo Fundo (1992), graduação em Teologia pelo Instituto de Teologia e Pastoral de Passo Fundo (1989). Professor da UNIJUI - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul nos cursos de graduação em Direito, Mestrado e Doutorado em Direitos Humanos, Professor do Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade junto ao DEAG/UNIJUI. Coordenou o Núcleo de Pesquisa do Departamento de Ciências Jurídicas e Sociais compondo o Comitê de Pesquisa da UNIJUI. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Ambiental e áreas propedêuticas, atuando principalmente nos seguintes temas: conflitos socioambientais, sociedade sustentável, legislação ambiental, gestão de políticas públicas e desenvolvimento regional Geopolítica Ambiental, Agenda 2030 e os ODS. Coordenador do grupo de pesquisa 'Direitos Humanos, Justiça Social e Sustentabilidade, Saúde e Sustentabilidade. Pesquisador colaborador do Projeto Sistemas Socioambientais, Sociedades Sustentáveis eInterdisciplinaridade e do Projeto COMPARTE/UE - com Universidades de Madrid, Barcelona, Girona e Universidade de Manágua. Professor do curso de Doutorado em Desenvolvimento Regional e Sustentabilidade e Integração, na UGD - Universidad Gastón Dachary, em Posadas. Professor colaborador da UNITINERANTE - UFPR/PR - Curitiba.

Vidica Bianchi, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUI

Possui graduação em Licenciatura Plena Em Ciências Hab Biologia pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (1985), mestrado em Educação Nas Ciências pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (1998) e doutorado em Ecologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2005). Atualmente é professor efetivo adjunto nível 1, doutor da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, do Programa de Pós-graduação em Educação nas Ciências e do Programa de Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade(UNIJUÍ). Pesquisadora em Controle Biológico, nos temas: biodiversidade, interações ecológicas, educação ambiental, formação de professores e estudos de currículo. Tutora do Programa de Educação Tutorial - PET BIO, desde setembro de 2018. Orientadora Voluntário do Subprojeto multidisciplinar (Biologia; Letras e Inglês; Matemática) do programa Residencia Pedagógica (2018-2019).

Jorge Schirmer, Schirmer e Correa Consultoria Florestal LTDA

Graduação em Engenharia Florestal (UFSM), Especialista em Extensão Rural. Atua como consultor técnico ambiental.

Alexandra de Moura, Prefeitura Municipal de Condor

Graduação em Educação Especial, Especialista  em Educação Especial: Deficiência Mental - Universidade Tuiuti do Paraná; Educadora Especial - Hab. Deficientes da Audiocomunicação - UFSM. Professora da Sala de Recursos Multifuncionais da Rede Municipal de Condor. Atuou como Coordenadora Pedagógica e como Secretária da Educação na Secretaria Municipal da Educação em Condor/RS.


Referências

ARAÚJO, M. S.; NASCIMENTO, C. M. C. Perspectivas e práticas para a Educação Ambiental : representações sociais a partir do olhar docente do Ensino Fundamental em escolas de Boa Vista (RR). Revista Brasileira de Educação Ambiental, v. 13, n. 4, 2018.

ASSIS, A. R. S.; CHAVES, M. R. A Educação Ambiental e a formação de professores. Fronteiras: Journal of Social, Technological and Environmental Science, v. 4, n. 3, 2015.

BAUM, M.; POVALUK, M. A Educação Ambiental nas escolas públicas municipais de Rio Negrinho, SC. Revista Interdisciplinar, v. 1, n. 1, 2012.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação Câmara de Educação Básica. Diretrizes Curriculares Nacionais Para a Educação Infantil. Resolução CNE/CEB 5/2009. Diário Oficial da União, Brasília, 18 de Dezembro de 2009.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC. Disponível em: <http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC20dez_site.pdf>. Acesso em: 22 jun. 2020. 2017.

CAMPOS, M. A. T.; CARVALHO, A. M. Educação Ambiental e os sentidos da escola. Cadernos de Pesquisa: Pensamento Educacional, Curitiba, v. 13, 2018.

CECCON, S.; COMPIANI, M.; HOEFFEL, J. L. D. M. Estudo de caso do Programa de Educação Ambiental Fruto da Terra : contextualização e não disciplinarização em um projeto na educação fundamental. Alexandria, v. 4, n. 1, 2011.

DIAS, G. M.; BONOTTO, D. M. B. As dimensões local e global nos entendimentos e práticas de professores participantes de um curso de formação continuada em Educação Ambiental. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, v. 11, n. 1, 2012.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 49. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2014.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2017.

GARCIA, J. M. et al. Degradação ambiental e qualidade da água em nascentes de rios urbanos. Sociedade & Natureza, v. 30, n. 1, 2018.

LEFF, E. Saber ambiental: sustentabilidade, racionalidade, complexidade, poder .8. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011. 494 p.

LIMA, A. M.; OLIVEIRA, H. T. A (re) construção dos conceitos de natureza, meio ambiente e Educação Ambiental por professores de duas escola públicas. Ciência e Educação, v. 17, n. 2, 2011.

LIMA, G. V. et al. Ecossistema manguezal: vivências de Educação Ambiental no município de Piúma (ES). Revista Brasileira de Eucação Ambietal, v. 15, n. 3, 2020.

MALDANER, O. A. A pesquisa como perspectiva de formação continuada do professor de química. Quím. Nova [on-line], v. 22, n. 2, 1999.

MALDANER, O. A. A formação inicial e continuada de professores de Química. Ijuí: Editora Unijuí, 2000.

MARTINS, J. P. A.; SCHNETZLER, R. P. Formação de professores em Educação Ambiental crítica centrada na investigação-ação e na parceria colaborativa. Ciência e Educação, v. 24, n. 3, 2018.

MATURANA, H. R. Conversando con Maturana de Educación. Málaga: Ediciones Aljibe, 2003.

MENGHINI, F. B. As trilhas interpretativas como recursos pedagógicos: caminhos traçados para Educação Ambiental. 2005. 103 p. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade do Vale do Itajaí, SC, 2005.

MORIN, E. Complexidade e transdisciplinaridade: a reforma da universidade e do Ensino Fundamental. Natal: EDUFRN, 2000a. 58 p.

MORIN, E. Os sete saberes necessários à educação do futuro. Tradução Catarina Eleonora F. da Silva e Jeanne Sawaya. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2000b. 118 p.

MOSER, A. S. et al. Concepções de ambiente e Educação Ambiental de professores: o Padlet como uma ferramenta interativa. Revista Brasileira de Educação Ambiental, v. 15, n. 5, 2020.

ONU. Organização das Nações Unidas. A ONU e a água. 2015. Disponível em: https://nacoesunidas.org/acao/agua/. Acesso em: 22 jun. 2020.

PASIN, E. B.; BOZELLI, R. L. Sentidos de Educação Ambiental mobilizados em discursos de professores de escolas envolvidos na formação de licenciandos em ciências biológicas. Investigações em Ensino de Ciências, v. 22, n. 2, 2017.

PINHEIRO, A. R.; CARDOSO, S. P. O lúdico no ensino de ciências: uma revisão na Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências. Revista Insignare Scientia, v. 3, n. 1, 2020.

PORLÁN, R.; MARTÍN, J. El diario del profesor: un recurso para la investigación en el aula. 9. ed. Sevilha: Díada, 2004. 86 p.

ROSSETTO, E. A educação a luz do pensamento de Maturana. Educação Especial, v. 32, 2008.

SANTOS, R. S. S. Caminhos formativos para inserção da Educação Ambiental no currículo de formação de professores. Revista Observatório, v. 5, n. 5, 2019.

SANTOS, V. M.; JACOBI, P. R. Formação de professores e cidadania : projetos escolares no estudo do ambiente. Educação e Pesquisa, v. 37, n. 2, 2011.

SAUVÉ, L. Viver juntos em nossa terra: desafios contemporâneos da Educação Ambiental. Revista Contrapontos – Eletrônica, v. 16, n. 2, 2016.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 12. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

VIGOTSKY, L. S. Psicologia pedagógica. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

WOLLMANN, E. M.; SOARES, F. A. A.; ILHA, P. V. As percepções de Educação Ambiental e meio ambiente de professoras das séries finais e a influência destas em suas práticas docentes. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 15, 2015.

Downloads

Publicado

2021-06-01

Como Citar

Buratti, J., Fachinetto, J. M., Fernandes, S. B. V., Cenci, D. R., Bianchi, V., Schirmer, J., & Moura, A. de. (2021). Vivências socioambientais para a formação continuada de professores. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 16(3), 288–300. https://doi.org/10.34024/revbea.2021.v16.11418

Edição

Seção

Relatos de Experiências

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)