A percepção ambiental dos jovens sobre a cidade de Manaus (AM)

Autores

  • José Cavalcante Lacerda Junior Instituto Federal do Amazonas – Ifam, Campus Manaus Distrito Industrial

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2021.v16.11217

Palavras-chave:

Percepção, Jovens, Cidade

Resumo

O artigo objetiva apresentar a percepção ambiental dos jovens sobre a cidade de Manaus. Utiliza como estratégia metodológica uma entrevista semiestrutura e tece suas fundamentações teóricas no âmbito da relação pessoa-ambiente. Desse modo, os dados foram organizados a partir da Análise de Conteúdo e como resultado identificou a percepção dos jovens em torno da cidade diretamente conectada com o processo de apropriação. Tal conjuntura, demonstra que há um distanciamento e percepções de menor valência quando os jovens não se sentem integrados aos contextos, por outro lado, quando os jovens se sentem participativos a sua percepção vislumbra uma cidade a partir de uma potencialidade sustentável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALVES, M.R.; RISEK, C.S. Cidade Contemporânea, Cidade do Empresariamento: aspectos da produção socioespacial do urbano. In.: RODRIGUEZ, J.E.B. et al. (orgs.). Os Estudos Socioespaciais: cidades, fronteiras e mobilidade humana. Manaus: Editora da Universidade Federal do Amazonas, 2014.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2016.

BRASIL. Lei N.º 8.069, 13 de julho de 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8069.htm>. Acessado no dia 14 de setembro de 2020.

BRASIL. Lei N.º 12.852, de 5 de agosto de 2013. Institui o Estatuto da Juventude e dispõe sobre os direitos dos jovens, os princípios e diretrizes das políticas públicas de juventude e o Sistema Nacional de Juventude - SINAJUVE. Disponível em <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2013/Lei/L12852.htm>. Acessado no dia 14 de setembro de 2020.

CARVALHO, M.I.C.; CAVALCANTE, S.; NÓBREGA, L.M.A. Ambiente. In: Temas básicos em Psicologia Ambiental. Rio de janeiro: Vozes, 2011.

FISCHER, G.N. Psicologia social do ambiente. Lisboa: Instituto Piaget, 1994.

HARVEY, D.A Liberdade da cidade. In.: Cidades Rebeldes: passe livre e as manifestações que tomaram as ruas do Brasil. 1.ed. São Paulo: Boitempo: Carta Maior, 2013.

HARVEY, D. Cidades Rebeldes: do direito à cidade à revolução urbana. São Paulo: Martins Fontes, 2014.

HEIDEGGER, M. Construir, Habitar, Pensar. Conferência pronunciada por ocasião da "Segunda Reunião de Darmastad", publicada em Vortäge und Aufsätze, G. Neske, Pfullingen, 1954. Tradução de Marcia Sá Cavalcante Schuback. Disponível em <https://www.fau.usp.br/wp-content/uploads/2016/12/heidegger_construir_habitar_pensar.pdf>. Acessado no dia 28 de agosto de 2020.

HIGUCHI, M.I.G.; KUHNEN, A. Percepção e Representação Ambiental: métodos e técnicas de investigação para a Educação Ambiental. In: PINHEIRO, J.Q.; GÜNTHER, H. Métodos de pesquisa nos estudos pessoa-ambiente. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2008.

HIGUCHI, M.I.G.; KUHNEN, A. Percepção Ambiental. In: CAVALCANTE, S.; ELALI, G.A. (orgs.). Temas básicos em Psicologia Ambiental. Petrópolis: RJ: Vozes, 2011.

IASI, M.L. A rebelião, a cidade e a consciência. In.: Cidades Rebeldes: passe livre e as manifestações que tomaram as ruas do Brasil. 1.ed. São Paulo: Boitempo: Carta Maior, 2013.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Estimativas da População, 2020. Disponível em <https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/populacao/9103-estimativas-de-populacao.html?=&t=resultados>. Acessado no dia 14 de setembro se 2020.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Produto Interno Bruto dos Municípios, 2017. Rio de Janeiro: IBGE, 2019.

KUHNEN, A. Percepção Ambiental. In: CAVALCANTE, S.; ELALI, G.A. (orgs.). Temas básicos em Psicologia Ambiental. Petrópolis: RJ: Vozes, 2011.

LEFF, E. Saber Ambiental: sustentabilidade, racionalidade, complexidade, poder. Petrópolis/RJ: Vozes, 2015.

LISBOA, C.P.; KINDEL, E.A.I.(org.). Educação Ambiental: da teoria à prática. Porto Alegre: Mediações, 2012.

MIRA, R.G. La ciudad percebida: una psicología ambiental de los bairros de a Coruña. Coruña: Universidade da Coruña, 1997.

MORANTA, T.V.; URRÚTIA. E.P. La apropiación del espacio: una propuesta teórica para comprender la vinculación entre las personas y los lugares. Anuario de Psicología, Barcelona, vol. 36, n. 3, p. 281-297, 2005.

MOURÃO, A.R.T.; CAVALCANTE, S. O processo de construção do lugar e da identidade dos moradores de uma cidade reinventada. Estudos de Psicologia, 11(2), p.143-151, 2006.

OLIVEIRA, J.A.; SHOR, T. Manaus: transformações e permanências do forte à metrópole regional. In.: CASTRO, E. (Org.). Cidades na Floresta. São Paulo: Annablume, 2008.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS – ONU Transformando Nosso Mundo: A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, 2015. Disponível em: <https://nacoesunidas.org/wp-content/uploads/2015/10/agenda2030-pt-br.pdf>. Acesso em: 27 de setembro de 2017.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS – ONU-HABITAT. Urbanization and Development: emerging futures. Nairobi, Kenya, 2016. Disponível em <http://cdn.plataformaurbana.cl/wp-content/uploads/2016/06/wcr-full-report-2016.pdf>. Acesso em: 14 de setembro de 2020.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS – ONU. Fórum global sobre cidades destaca desenvolvimento sustentável, 12 de fevereiro de 2020. Disponível em <https://www.unenvironment.org/pt-br/noticias-e-reportagens/reportagem/forum-global-sobre-cidades-destaca-desenvolvimento-sustentavel>. Acessado no dia 14 de setembro de 2020.

PAZ, D.T. Aspectos constitutivos do engajamento e participação de jovens em coletivos socioambientais na região metropolitana de Manaus/AM. 78 f. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2017.

POL, E. La apropiación del espacio. In: IÑIGUEZ, L.; POL, E. (orgs.). Cognición, representación y apropiación del espacio. Barcelona: Universitat de Barcelona, 1996.

PREFEITURA MUNICIPAL DE MANAUS. Lei Nº 1.401, de 14 de janeiro de 2010. Dispõe sobre a criação e a divisão dos bairros da cidade de Manaus, com estabelecimento de novos limites. Disponível em <http://dom.manaus.am.gov.br/pdf/2010/janeiro/dom2365cad1.pdf>. Acessado no dia 14 de setembro de 2020.

TUAN, Yi-Fu. Topofilia: um estudo da percepção, atitudes e valores do meio ambiente. Londrina: Eduel, 2012.

Downloads

Publicado

2021-10-01

Como Citar

Lacerda Junior, J. C. (2021). A percepção ambiental dos jovens sobre a cidade de Manaus (AM). Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 16(5), 233–246. https://doi.org/10.34024/revbea.2021.v16.11217

Edição

Seção

Artigos
Recebido em 2020-09-27
Aceito em 2021-08-03
Publicado em 2021-10-01

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)