Educação Ambiental: um caminho possível para a construção de um projeto societário sustentável?

  • Silvana Hoeller Universidade Federal do Paraná
  • Maurício Fagundes Universidade Federal do Paraná
Palavras-chave: Educação Ambiental Popular, Pedagogia Freireana, Sociedade Sustentável

Resumo

Este artigo tem a intencionalidade de refletir sobre os caminhos para a construção de um projeto societário sustentável por meio da Educação Ambiental Popular. Este estudo se constitui em um ensaio bibliográfico. O texto faz um breve resgate histórico dos principais descaminhos e possíveis caminhos para a reorganização produtiva de nossa sociedade com a inclusão de dados constituintes do atual cenário pandêmico e do panorama ambiental e educacional. Por fim, apresentamos uma proposição de Educação Ambiental Popular. Como resultado, entendemos ser possível a construção de uma sociedade sustentável se, epistemologicamente, construirmos processos de Educação Ambiental Popular, de inspiração freireana.

Referências

ALIER, J. M. O ecologismo dos pobres: conflitos ambientais e linguagens de valoração. 2. ed. 3˚ reimpressão, São Paulo: Contexto, 2017.

AZEVEDO, Alessandro Augusto de. O que a pandemia interpela a professores e professoras. Natal: Editora Feitoemcasa, 2020.

BANDEIRA, M. Presença dos Estados Unidos no Brasil: dois séculos de história. 2. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978.

BRANDÃO, C. R. O que é educação popular. São Paulo: Brasiliense, 2012.

BRASIL. Política Nacional de Educação Ambiental. Lei Nº 9795/1999 de 27 Abril de 1999. Disponível em: https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra;jsessionid=50EE32BD99AF52EB7D5DB8E7E03AE765.node1?codteor=634068&filename=LegislacaoCitada+-PL+4692/2009. Acesso em: 20 jun. 2020.

BRUNDTLAND, G. H. O Nosso Futuro Comum - Comissão Mundial do Ambiente e do Desenvolvimento - W.C.E.D. Lisboa: Meribérica/Liber, 1987.

CARSON, R. Primavera Silenciosa. Lisboa: Ed. Portico, 1962.

CORREIO BRASILIENSE. Quarentena reduz a poluição. Disponível em: https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/brasil/2020/04/13/internabrasil,844116/imagens-de-satelite-mostram-como-a-quarentena-reduz-a-poluicao.shtml. Acesso em: 25 mai. 2020.

CUNHA, L. A. e GÓES, M. O golpe na educação. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora, 1985.

FÁVERO, O. (Org.). Cultura popular e educação popular: memória dos anos 60. 2. ed. Rio de Janeiro: Graal, 1983.

FOSTER, J. B. Marxismo e Ecologia: fontes comuns de uma grande transição. Lutas Sociais, São Paulo, vol.19 n.35, p.80-97, jul./dez. 2015.

FOSTER. J. B. Entrevista com John Bellamy Foster. 2020. Carta Capital. Disponível em: https://envolverde.cartacapital.com.br/capitalismo-de-catastrofe-mudanca-climatica-covid-19-e-crise-economica/. Acesso em: 25 mai. 2020.

FREIRE, P. Ação cultural para a liberdade e outros escritos. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

FREIRE, P. A educação na cidade. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2000.

FREIRE, P. Educação e atualidade brasileira. São Paulo: Cortez, 2001.

HOELLER, S. C.; FAGUNDES, M. C. V.; FARIAS, M. I. Educação do Campo, educação popular e a geografia: uma construção dialógica. Curitiba: Intersaberes, 2019.

MOONEY, P. R. O escândalo das sementes: o domínio da produção de alimentos. São Paulo: Nobel, 1987.

PIRES A. P. F. et al. 1˚ Diagnóstico Brasileiro de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos, BPBES – Plataforma Brasileira de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos. 2019. Disponível em: https://www.bpbes.net.br/wpcontent/uploads/2019/09/BPBES_Completo_VF-1.pdf. Acesso em: 25 maio de 2020.

PORTO GONÇALVES, C. W. Os (des)caminhos do meio ambiente. 14. ed. São Paulo: Contexto, 2006.

SOUSA SANTOS, B. A cruel pedagogia do virus. Coimbra: Almeida, 2020.

SWINBURN, B. A. et al. A Sindemia Global da Obesidade, da Desnutrição e das Mudanças Climáticas: relatório da comissão The Lancet. Jan. 2019. Disponível em: https://alimentandopoliticas.org.br/wpcontent/uploads/2019/10/Relat%C3%B3rio-Completo-The-Lancet.pdf. Acesso em: 25 maio de 2020.

Publicado
2020-08-22
Como Citar
Hoeller, S., & Fagundes, M. (2020). Educação Ambiental: um caminho possível para a construção de um projeto societário sustentável?. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 15(5), 213-229. https://doi.org/10.34024/revbea.2020.v15.10853
Seção
Artigos