A pedagogia freireana e suas contribuições para a Educação Ambiental na escola: a resistência em busca da transformação da realidade socioambiental

  • Claudia Lourenço Gomes Universidade Federal do Paraná
  • Marília Andrade Torales Campos Universidade Federal do Paraná
  • Almerilis de Oliveira Ramos Universidade Federal do Paraná
Palavras-chave: Pedagogia freiriana; escola; educação ambiental.

Resumo

Em tempos de crise na educação, retrocessos e desmontes na Educação Ambiental, considera-se pertinente reavivar alguns princípios e pressupostos político-filosóficos e as contribuições da pedagogia de Paulo Freire. O estudo é de natureza teórica e estabelece um breve diálogo entre a obra Pedagogia da Autonomia, a Teoria da Complexidade e autores do campo da educação ambiental para a reflexão desta ação educativa na escola. Freire propõe uma pedagogia capaz de levar os sujeitos a ler, interpretar e transformar as realidades vividas através do processo educativo. A pedagogia libertadora apresentada na obra freireana é entendida como um referencial teórico metodológico para o desenvolvimento da práxis educativa ambiental.

Biografia do Autor

Claudia Lourenço Gomes, Universidade Federal do Paraná

Mestranda em Educação pela Universidade Federal do Paraná, no Programa de Pós- Graduação em educação: Teoria e Prática de Ensino. Membra do Grupo de Pesquisa em Educação Ambiental e Cultura da Sustentabilidade. Professora na Rede Municipal de Ensino de Curitiba.

Marília Andrade Torales Campos, Universidade Federal do Paraná

Professora Doutora na Universidade Federal do Paraná no Programa de Pós-Graduação em Educação: Teoria e Prática de Ensino. Lider do Grupo de Pesquisa em Educação Ambiental e Cultura da Sustentabilidade.

Almerilis de Oliveira Ramos, Universidade Federal do Paraná

Mestranda no Programa de Pós-Graduação pela Universidade Federal do Paraná. Membra do Grupo de Pesquisa em Educação Ambiental e Cultura da Sustentabilidade. 

Referências

CAPRA, F. A teia da vida: uma nova compreensão científica dos sistemas vivos. São Paulo: Cultrix, 1996.

CARVALHO, I.C.M. Educação Ambiental: a formação o sujeito ecológico. São Paulo: Cortez, 2004.

FREIRE, P. Pedagogia as autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

LOUREIRO, C.F.B. Questões ontológicas e metodológicas da Educação Ambiental crítica no capitalismo contemporâneo. REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, [S.l.], v. 36, n. 1, p. 79-95, maio 2019.

LEFF, H. Epistemologia ambiental. São Paulo: Cortez, 2001.

MORIN, E. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo: Cortez, 2002.

PERNAMBUCO, M.M.; SILVA, A.F.G. Paulo Freire: a educação e a transformação do mundo. In: CARVALHO, I.C.M.; GRÜN, M.; TRAJBER, R. (Org.). Pensar o Ambiente: bases filosóficas para a Educação Ambiental. Brasília: Ministério da Educação, SECAD, UNESCO, 2006.

SÁ, R.A.; CARNEIRO, S.M.; LUZ, A.A. A escola e os sete saberes: reflexões para avanços inovadores no processo educativo. Revista da FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 22, n. 39, p. 159-169, 2013.

TORALES, M.A. A inserção da Educação Ambiental nos currículos escolares e o papel dos professores: da ação escolar a ação educativo-comunitária como compromisso político-ideológico. REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, [S.l.], p. 1-17, mar. 2013.

Publicado
2020-12-07
Como Citar
Gomes, C. L., Campos, M. A. T., & Ramos, A. de O. (2020). A pedagogia freireana e suas contribuições para a Educação Ambiental na escola: a resistência em busca da transformação da realidade socioambiental. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 15(7), 165-172. https://doi.org/10.34024/revbea.2020.v15.10183
Seção
Artigos