Olhares de educadores e alunos sobre racismo e a educação das relações étnico-raciais no ensino médio em Belo Campo

  • Luana Lima Bittencourt Silva UESB
  • Mary Weinstein UESB

Resumo

A lei 10.639/2003 é considerada marco social do Brasil, ao passo que potencializa o espaço educacional como agente transformador da prática e mentalidade racistas. Porém, após 15 anos de sua implantação no país, percebe-se que a prática não tem sido como no discurso e muitas instituições ainda não desenvolvem ações educacionais com vistas a essa temática. Este estudo de caso foi realizado numa escola no campo, no estado da Bahia com setenta e seis alunos do Ensino Médio e seis professores no intuito de compreender quais as vivências e concepções destes sobre o racismo no ambiente escolar e seu combate através da efetivação da lei 10.639/2003. Através dos resultados afirma-se a existência do racismo no ambiente escolar e consciência deste problema, tanto por alunos quanto por professores. Ainda, há afirmativa da importância da temática racial na educação, porém não se percebe a efetivação do trabalho voltado a esse fim.

Biografia do Autor

Luana Lima Bittencourt Silva, UESB

Graduada em Administração

Mestranda em Ensino

Mary Weinstein, UESB
Doutora pelo Programa Multidisciplinar em Cultura e Sociedade, da Faculdade de Comunicação (2012), da Universidade Federal da Bahia, mestre em Artes Cênicas pelo PPGAC (2005), graduada em Comunicação, com habilitação em jornalismo (1985) e em Licenciatura em Dança (1982), também, pela Universidade Federal da Bahia. Foi repórter do Jornal A Tarde de 2001 a 2012, onde começou escrevendo sobre dança e teatro, para o Caderno 2. Ao se transferir para a editoria de local, passou a escrever sobre cidades e cotidiano, tornando-se repórter especializada em urbanismo e patrimônio histórico e cultural. Também tem experiência em telejornalismo (TV Bahia e TVE), como repórter e editora. Atualmente, é professora adjunta no Curso de Comunicação da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), e é professora vinculada ao Programa de Pós Graduação em Ensino (PPGEn/Uesb), como professora permanente, e ao Programa de Pós-Graduação em Museologia (PPGMuseu/Ufba), como professora colaboradora. É coordenadora do grupo de estudo (CNPq) Jornalismo, Cidade e Patrimônio Cultural, do projeto de pesquisa Cultura e Memória em (in) Formação, e integra o grupo de pesquisa Lugar Comum, sediado na Faculdade de Arquitetura da Ufba.
Publicado
2019-05-31
Como Citar
Bittencourt Silva, L. L., & Weinstein, M. (2019). Olhares de educadores e alunos sobre racismo e a educação das relações étnico-raciais no ensino médio em Belo Campo. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 7(1), 18-35. https://doi.org/10.34024/olhares.2019.v7.842
Seção
Dossiê Temático