A FORMAÇÃO DO FORMADOR E A QUALIDADE DOS CURSOS DE LICENCIATURA

Autores

  • Carla Patrícia Quintanilha Corrêa Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)/Instituto Superior de Educação Prof. Aldo Muylaert (ISEPAM)

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2018.v6.792

Resumo

Neste estudo, objetiva-se discutir sobre a formação dos professores que atuam nos cursos de licenciatura, sendo, portanto, formadores de novos professores. Para isso, aborda-se o contexto da formação inicial no país, com um levantamento sobre as dificuldades enfrentadas na área e algumas políti- cas educacionais voltadas ao enfrentamento dessa conjuntura. Aborda-se ainda a temática da formação do formador, que não pode ser considerada isoladamente e que, inegavelmente, exerce papel relevante na almejada ga- rantia da qualidade na formação de professores. A análise proposta está fun- damentada nas contribuições de Bernardete Gatti, Marli André, Miguel Za- balza, dentre outros autores, e desvela como principais pontos de reflexão as dificuldades encontradas nos cursos de licenciatura, no que se refere à for- mação dos formadores, bem como uma promissora iniciativa universitária de apoio aos docentes.

PALAVRAS-CHAVE: Formação inicial, políticas educacionais, formação do formador.


 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carla Patrícia Quintanilha Corrêa, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)/Instituto Superior de Educação Prof. Aldo Muylaert (ISEPAM)

Pós-doutoranda em Educação pela UFJF e Professora do Curso de Licenciatura em Pedagogia do ISEPAM

Downloads

Publicado

2018-11-28

Como Citar

Corrêa, C. P. Q. (2018). A FORMAÇÃO DO FORMADOR E A QUALIDADE DOS CURSOS DE LICENCIATURA. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 6(2), 57–79. https://doi.org/10.34024/olhares.2018.v6.792