ARTES NO ENSINO MÉDIO E TRANSFERÊNCIA DE COGNIÇÃO

Autores

  • Ana Mae Barbosa Universidade Federal de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2017.v5.746

Resumo

Este texto traz um breve histórico contextualizando a trajetória da Arte que, na escola brasileira, tem oscilado, de modo arbitrário, entre componente curricular obrigatório e não obrigatório. Mostra, fundado em bibliografia especializada, como as Artes desenvolvem a cognição do indivíduo, cognição esta que pode ser aplicada a outras áreas do conhecimento. Conclui que a retirada da Arte como disciplina escolar significa reduzir a possibilidade do desenvolvimento de habilidades importantes para os jovens, relacionadas com o desenvolvimento de sua subjetividade e com a formação profissional.

PALAVRAS-CHAVE: cognição, ensino médio, artes, história da arte.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-11-27

Como Citar

Barbosa, A. M. (2017). ARTES NO ENSINO MÉDIO E TRANSFERÊNCIA DE COGNIÇÃO. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 5(2), 77–89. https://doi.org/10.34024/olhares.2017.v5.746