A DISCIPLINA DE SOCIOLOGIA NO ENSINO MÉDIO: A VISÃO DOS ESTUDANTES DO SERTÃO ALAGOANO

Autores

  • Maria Lenilda Caetano França Universidade Federal de Sergipe
  • Paulo Sergio Marchelli Universidade Federal de Sergipe

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2018.v6.683

Resumo

O estudo investiga as percepções de estudantes do 3o ano do Ensino Médio matriculados em escolas públicas do município de Delmiro Gouveia, situado no sertão do Estado de Alagoas, sobre a disciplina Sociologia. O contexto da pesquisa corresponde ao momento em que uma Medida Provisória do Governo Federal pretendeu retirar a obrigatoriedade do ensino de Sociologia do currículo, entre outras reformas para o Ensino Médio que geraram protestos em todo o país, culminando na ocupação de escolas pelos estudantes. O estudo se vale de um referencial bibliográfico e de um corpus documental específicos, bem como da aplicação de um questionário estruturado para a tomada de dados junto aos estudantes, parte deles presente na ocupação de uma das escolas em Delmiro Gouveia. Posteriormente, graças à mobilização dos estudantes, entre outros direitos conquistados em relação à sua formação, a Sociologia voltou a ser conteúdo obrigatório do currículo do Ensino Médio.

PALAVRAS-CHAVE: Estudantes de ensino médio, disciplina de Sociologia, legislação educacional

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Lenilda Caetano França, Universidade Federal de Sergipe

Mestranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Sergipe e professora da rede pública do Estado de Alagoas

Paulo Sergio Marchelli, Universidade Federal de Sergipe

Doutor em Educação pela Universidade de São Paulo e professor do Departamento de Educação do Campus Alberto Carvalho e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Sergipe.

Downloads

Publicado

2018-05-28

Como Citar

França, M. L. C., & Marchelli, P. S. (2018). A DISCIPLINA DE SOCIOLOGIA NO ENSINO MÉDIO: A VISÃO DOS ESTUDANTES DO SERTÃO ALAGOANO. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 6(1), 181–201. https://doi.org/10.34024/olhares.2018.v6.683