O JOGO NAS AULAS DE MATEMÁTICA DOS ANOS INICIAS: POR QUÊ? PARA QUE? COMO?

Autores

  • Luciane de Fátima Bertini Universidade Federal de São Paulo - Unifesp, campus Diadema
  • Ítale Luciane Cericato Universidade Federal de São Paulo - Unifesp, campus Diadema

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2017.v5.672

Resumo

Este trabalho revela como o jogo, entendido como uma forma de brincadeira, pode favorecer o processo de ensino e aprendizagem da matemática nos anos iniciais do Ensino Fundamental. As discussões baseiam-se na psicologia histórico-cultural, que atribui função de destaque para a ação de brincar e a reconhece no processo de desenvolvimento infantil. Expõem-se as contribuições da brincadeira para o desenvolvimento da criança e discutem-se os jogos Kalah e NIM como recursos que, problematizados no decorrer da ação de jogar, permitem o diálogo com e entre as crianças e dão destaque aos conceitos matemáticos envolvidos. Desse diálogo e dessa problematização, diferentes perspectivas e estratégias de pensamento podem ser desenvolvidas para o aprendizado dos conceitos matemáticos, bem como a argumentação de ideias e estratégias que façam uso desses conceitos. Por fim, destaca-se a possibilidade de utilização do jogo como elemento desencadeador de aprendizagens matemáticas e a importância dessas aprendizagens para jogar melhor.

PALAVRAS-CHAVE: jogos e brincadeiras, ensino de matemática, anos iniciais do ensino fundamental.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciane de Fátima Bertini, Universidade Federal de São Paulo - Unifesp, campus Diadema

Docente no departamento de ciências exatas e da terra na Universidade Federal de São Paulo - Unifesp, campus Diadema

Ítale Luciane Cericato, Universidade Federal de São Paulo - Unifesp, campus Diadema

Doutora em educação (psicologia da educação) pela PUCSP e docente no departamento de ciências exatas e da terra na Universidade Federal de São Paulo - Unifesp, campus Diadema

Downloads

Publicado

2017-11-27

Como Citar

Bertini, L. de F., & Cericato, Ítale L. (2017). O JOGO NAS AULAS DE MATEMÁTICA DOS ANOS INICIAS: POR QUÊ? PARA QUE? COMO?. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 5(2), 189–209. https://doi.org/10.34024/olhares.2017.v5.672