FORMAÇÃO DE PROFESSORES, POSSIBILIDADES E DESAFIOS DAS PRÁTICAS EM ESTÁGIOS NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

Autores

  • Conceição Paludo Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Lígia Cardoso Carlos Universidade Federal de Pelotas

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2016.v4.448

Resumo

O artigo realiza uma reflexão sobre a formação inicial de professores para a Educação de Jovens e Adultos (EJA), tendo como base os estágios no Curso de Pedagogia da Universidade Federal de Pelotas nos anos 2013 e 2014. Os objetivos foram: sistematizar o processo de ensino e aprendizagem do estágio; articular temáticas da formação de professores da EJA; dar visibilidade aos desafios do campo do trabalho e da formação de professores. Para tanto nos utilizamos da pesquisa bibliográfica; da leitura dos relatórios, do acompanhamento do estágio e da análise reflexiva do processo. Concluiu-se que o estágio se constitui em um espaço privilegiado de formação de professores e que as práticas educativas dos estagiários são acompanhadas de dificuldades na superação do hegemonicamente instituído, cabendo destaque para a infantilização dos jovens e adultos e para a limitação das teorias sobre o desenvolvimento humano que são frágeis em relação ao mundo adulto.

PALAVRAS-CHAVE: formação de professores, EJA, prática pedagógica, estágio supervisionado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Conceição Paludo, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutora em Educação. Professora da Faculdade de Educação da UFRGS.

Lígia Cardoso Carlos, Universidade Federal de Pelotas

Doutora em Educação. Professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

Downloads

Publicado

2016-05-25

Como Citar

Paludo, C., & Carlos, L. C. (2016). FORMAÇÃO DE PROFESSORES, POSSIBILIDADES E DESAFIOS DAS PRÁTICAS EM ESTÁGIOS NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 4(1), 320–334. https://doi.org/10.34024/olhares.2016.v4.448