A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA NA REGIÃO CENTRO-OESTE: UM MAPEAMENTO DAS PRODUÇÕES ACADÊMICAS (2005-2011)

Autores

  • Patrícia Sandalo Pereira UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL - UFMS
  • Susimeire Vivien Rosotti Andrade Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE
  • Adriana Fátima de Souza Miola Universidade Federal da Grande Dourados - UFGD

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2016.v4.279

Resumo

RESUMO: O presente artigo tem como objetivo mapear e analisar as pesquisas em Formação Continuada de Professores de Matemática produzidas nos Programas de Pós-Graduação na região Centro-Oeste, no período de 2005 a 2011. Esta pesquisa faz parte de um projeto intitulado “Estado da arte das pesquisas em Educação Matemática que tratam da formação de professores produzidas nos Programas de Pós-Graduação das
regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste no Brasil, a partir de 2005”, financiado pelo CNPq e pela CAPES. O mapeamento possibilitou verificar que seis pesquisas encontradas no Portal da Capes tratam da formação continuada de professores de Matemática. Porém, não foi possível detectar pesquisas que tratem da parceria entre Universidade e Escola. Apenas o trabalho de Lopes Junior (2011) apresenta uma relação muito próxima. Esperamos que os resultados alcançados possam fomentar novas discussões sobre a formação continuada de professores de Matemática e trazer reflexões sobre as propostas diferenciadas.

PALAVRAS-CHAVE: Educação Matemática. Formação Continuada. Parceria Universidade- Escola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrícia Sandalo Pereira, UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL - UFMS

Instituto de Matemática - INMA

ÁREA: Educação Matemática

Downloads

Publicado

2016-05-25

Como Citar

Pereira, P. S., Andrade, S. V. R., & Miola, A. F. de S. (2016). A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA NA REGIÃO CENTRO-OESTE: UM MAPEAMENTO DAS PRODUÇÕES ACADÊMICAS (2005-2011). Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 4(1), 287–304. https://doi.org/10.34024/olhares.2016.v4.279