Bullying e desempenho escolar: leituras e compreensões

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2021.v9.11470

Palavras-chave:

Violência, Bullying, Desempenho Escolar

Resumo

O presente artigo, recorte da pesquisa “Violência Escolar: discriminação, bullying e responsabilidade”, tem como objetivo analisar a compreensão de professores sobre o bullying e, mais especificamente, identificar o perfil dos envolvidos nessas ações (os agressores, as vítimas e os observadores), bem como a relação entre violência (sofrida e praticada) e desempenho escolar. A metodologia empregada foi de cunho qualitativo e os dados foram levantados através de entrevista semiestruturada com professores de Língua Portuguesa, Artes e Educação Física que atuam nos anos finais do Ensino Fundamental. Os resultados da pesquisa apontam que os professores compreendem de forma parcial a situação de bullying, identificam as vítimas e os agressores, mas não mencionam os observadores que, diante do papel que exercem, carecem de ser visibilizados. Por sua vez, a violência e o desempenho escolar denotam ambiguidade diante do intelectual e da manifestação das hierarquias oficial e não oficial que se materializam na escola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria José Oliveira Duboc, Universidade Estadual de Feira de Santana

Doutora em Educação pela Universidade del Mar –Chile. Mestre em Educação Especial pela UEFS/CELAEE-Cuba. Professora efetiva da Universidade Estadual de Feira de Santana e membro do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação Especial.

Susana Couto Pimentel, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Doutora em Educação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Mestre em Educação Especial pela UEFS/CELAEE-Cuba. Professora Associada da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação Científica, Inclusão e Diversidade (PPGECID/UFRB) e do Mestrado Profissional em Gestão de Políticas Públicas e Segurança Social (UFRB). Coordenadora do Grupo de Estudo sobre Educação, Diversidade e Inclusão

Jislane Ribeiro Carneiro., Universidade Estadual de Feira de Santana

Estudante do curso de Pedagogia da Universidade Estadual de Feira de Santana e bolsista de Iniciação Científica

 

André Luís Gomes de Matos, Rede estadual de Educação da Bahia 

Licenciado em Biologia, Especialista em Metodologia do Desenho e professor da educação básica da rede estadual da Bahia

Referências

ADORNO, Theodor W. Educação e Emancipação. Tradução de W.L. Maar. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995.

ANTUNES, Mitsuko Aparecida Makino. Psicologia Escolar e Educacional: história, compromissos e perspectivas. In: Psicologia Escolar e Educacional. (Impr.), Campinas, v. 12, n. 2, p. 469-475, Dec. 2008. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572008000200020&lng=en&nrm=iso>. acesso em 7 Jul. 2020. https://doi.org/10.1590/S1413-85572008000200020.

ANTUNES, Deborah Christina; ZUIN, Antônio Álvaro Soares. Do bullying ao preconceito: os desafios da barbárie à educação. In: Psicologia & Sociedade. Porto Alegre, v. 20, n. 1, p. 33-41, Apr. 2008. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-71822008000100004&lng=en&nrm=iso>. acesso em 8 Jul. 2020. https://doi.org/10.1590/S0102-71822008000100004.

AUGÉ, Marc. Não-lugares: introdução a uma antropologia da supermodernidade. Campinas, SP: Papirus, 2017

BOGDAN, Robert O.; BIKLEN, Sari K. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto: Ed. Porto, 1982

CROCHIK, José Leon. Fatores psicológicos e sociais associados ao bullying. In: Revista Psicologia Política, São Paulo, v. 12, n. 24, p. 211-229, ago. 2012. Disponível em <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-549X2012000200003&lng=pt&nrm=iso>. acesso em 7 jul. 2020.

CROCHIK, José Leon. Formas de violência escolar: preconceito e bullying. In: Movimento-Revista de Educação, Niterói, n. 3, p. 29-56, jan. 2016.

CROCHIK, José Leon; CROCHIK, Nicole. Bullying, preconceito e desempenho escolar: uma nova perspectiva. São Paulo: Benjamim Editora, 2017.

FANTE, Cleo. Fenômeno bullying: como prevenir a violência nas escolas e educar para a paz. 2. ed. Campinas, SP: Verus Editora, 2005.

FRANCO, Maria Laura P.B. Análise do Conteúdo. 2 ed. Brasília, Liber Livro Editora, 2007.

FREIRE, Isabel P.; SIMAO, Ana M. Veiga; FERREIRA, Ana S. O estudo da violência entre pares no 3º ciclo do ensino básico: um questionário aferido para a população escolar portuguesa. In: Revista Portuguesa de Educação, Braga, v. 19, n. 2, p. 157-183, 2006. Disponível em <http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0871-91872006000200008&lng=pt&nrm=iso>. acesso em 10 jul. 2020.

FREUD, Sigmund. El malestar en la cultura. In: BRAUSTEIN, Nestor A. (Org.) A medio siglo de El malestar en la cultura de Sigmund Freud. Tradução de J. L. Etcheverry. México: Siglo Veintiuno, 1986. p. 22-116.

HORKHEIMER, Max; ADORNO, Theodor W. Dialética do esclarecimento. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1985.

JUVONEN, Jaana; WANG, Yueyan; ESPINOZA, Guadalupe. Bullying experiences and compromised academic performance across middle school grades. In: Journal of Early Adolescence, v. 31, n. 1, p. 152-173,2011.

LEVANDOSKI, Gustavo; LUIZ CARDOSO, Fernando. Imagem corporal e status social de estudantes brasileiros envolvidos em bullying. In: Revista Latinoamericana de Psicologia, Bogotá, v. 45, n. 1, p. 135-145, Jan. 2013. Disponível em <http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0120-05342013000100010&lng=en&nrm=iso>. Acesso em 30 Nov. 2020.

LOPES NETO, Aramis A. Bullying: comportamento agressivo entre estudantes. Jornal de Pediatria, Rio de Janeiro. v.81, n.5(supl), p. 164-172, 2005.

MARTINS, Maria José D. O problema da violência escolar: Uma clarificação e diferenciação de vários conceitos relacionados. In: Revista Portuguesa de Educação, 18(1), 93-105, 2005.

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política. São Paulo: Difel, 1984.

MEHTA, Sharmila B. et al. Bullying climate and school engagement in ninth grade students. In: Journal of School Health, v. 83, n. 1, p. 45-52, 2013.

OSTBERG, Viveca. Children in classrooms: Peer status, status distribution and mental well-being. In: Social Science & Medicine, 2003 56, 17-29

PALACIOS, Marisa; REGO, Sergio. Bullying: mais uma epidemia invisível?. In: Revista Brasileira de Educação Médica, Rio de Janeiro, v. 30, n. 1, p. 3-5, Apr. 2006. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022006000100001&lng=en&nrm=iso>. Acesso em 10 Jul. 2020. https://doi.org/10.1590/S0100-55022006000100001.

PONCE, Anibal. Educação e luta de classes. São Paulo: Cortez, 1994.

STROM, Ida Frugård. et al. Violence, bullying and academic achievement: a study of 15-year-old adolescents and their school environment. In Child Abuse & Neglect, v.37, n. 4, 2013.

Downloads

Publicado

2021-04-21

Como Citar

Oliveira Duboc, M. J., Couto Pimentel, S., Ribeiro Carneiro., J. ., & Gomes de Matos, A. L. . (2021). Bullying e desempenho escolar: leituras e compreensões. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 9(1), 21–37. https://doi.org/10.34024/olhares.2021.v9.11470