O perfil e a trajetória dos estudantes indígenas na UFFS

Expectativas, encantos e desencantos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2021.v9.11321

Palavras-chave:

Indígenas, Educação superior, Permanência

Resumo

Este texto tem como intenção apresentar o perfil dos estudantes indígenas que estão matriculados e frequentando os cursos de graduação na Universidade Federal da Fronteira - UFFS e as suas percepções a respeito dos processos seletivos de ingresso, da inserção na universidade, das ações de permanência, do seu desempenho acadêmico, além das sugestões que eles propõem para qualificar o Programa de Acesso e Permanência dos Povos Indígenas (PIN) da UFFS. Para a produção do texto, utilizou-se como materiais de análise as respostas dadas pelos estudantes indígenas no questionário aplicado a eles para a construção do segundo relatório de avaliação do PIN e os dados existentes no Sistema de Gestão Acadêmica – SGA da UFFS. Observa-se que os estudantes indígenas demonstram uma satisfação muito grande em estarem na universidade, porém enfrentam muitos desafios provenientes tanto de questões culturais quanto de limitações decorrentes da sua condição econômica e social. Contudo, esses estudantes têm superado séculos de exclusão e esquecimento ao buscarem a educação superior. O PIN representa um esforço institucional da UFFS para fortalecer esse grupo social e firmar-se como entidade que possui um papel diferenciado nas regiões em que está inserida, propiciando oportunidades de acesso e permanência no ensino superior desconhecidas antes de sua instalação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucélia Peron, Universidade Federal da Fronteira Sul

Mestra em Educação pela Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS (2016). Servidora da Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS

Rosenei Cella, Universidade Federal da Fronteira Sul

Doutora em Educação pela Universidade de Passo Fundo - UPF (2019), linha de pesquisa em Políticas Educacionais. Servidora da Universidade Federal da Fronteira Sul -UFFS

Referências

AMARAL, Wagner Roberto do. As trajetórias dos estudantes indígenas nas Universidades Estaduais do Paraná: Sujeitos e pertencimentos. (Tese, Doutorado em Educação). Curitiba: Universidade Federal do Paraná, 2010.

AMARAL, Wagner Roberto do. Indígenas nas universidades estaduais do Paraná: sujeitos, trajetórias e pertencimentos. In AMARAL, Wagner Roberto do; FRAGA, Letícia; RODRIGUES, Isabel Cristina e LÁZAR, André (Org.) Coleção estudos afirmativos, 8: universidade para indígenas: a experiência do Paraná. Rio de Janeiro: FLACSO, GEA; UERJ, LPP, 2016, p. 105 – 120.

ANGNES, Juliane Sachser; FREITAS, Maria de F. Q. de; KLOZOVSKI, Marcel L.; COSTA, Zoraide da F.; ROCHA, Carla M. (2017). A Permanência e a Conclusão no Ensino Superior: O que Dizem os Índios da Universidade Estadual do Centro Oeste do Paraná [UNICENTRO] – Brasil. Arquivos Analíticos de Politicas Educativas, 25(6). http://dx.doi.org/10.14507/epaa.25.2426

BANIWA, Gersem. Educação escolar indígena no século XXI: encantos e desencantos. 1. ed. Rio de Janeiro: Mórula, Laced, 2019.

BERGAMASCHI, Maria A.; MEDERIROS,Juliana S. História, memória e tradição na educação escolar indígena: o caso de uma escola Kaingang. Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 30, nº 60, p. 55-75 – 2010.

INEP – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo da educação superior. 2018. Disponível em: <http://portal.inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-superior >. Acesso em: 20 ago. 2020.

PEREIRA, G. F. de S. F.; AMARAL, W. R. do; BILAR, J. A. B. (2020). A experiência de estar na universidade sob a ótica de uma indígena estudante da pós-graduação. Arquivos Analíticos de Políticas Educativas, 28(158). https://doi.org/10.14507/epaa.28.4791.

Universidade Federal da Fronteira Sul. Conselho Universitário. RESOLUÇÃO Nº 33/2013 – CONSUNI. Institui o Programa de Acesso e Permanência dos Povos Indígenas (PIN) da Universidade Federal da Fronteira Sul. Chapecó-SC, 12 de dezembro de 2013.

Universidade Federal da Fronteira Sul. Processo 23205.010901/2020-61 – Segundo relatório de avaliação do Programa de Acesso e Permanência dos Povos Indígenas (PIN) da UFFS. Chapecó-SC, 15 de setembro de 2020.

Downloads

Publicado

2021-07-25

Como Citar

Peron, L., & Cella, R. . (2021). O perfil e a trajetória dos estudantes indígenas na UFFS : Expectativas, encantos e desencantos. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 9(2), 80–99. https://doi.org/10.34024/olhares.2021.v9.11321