Educação em direitos humanos na educação básica

Reflexões sobre sua prática pedagógica em escolas pública

  • Celma Tavares NEPEDH/Universidade Federal de Pernambuco
Palavras-chave: Educação em direitos humanos, Educação básica, Prática pedagógica

Resumo

A educação em direitos humanos (EDH), área de conhecimento recente no Brasil, implica um processo de formação do sujeito de direitos. Nos anos 2000 esse campo avançou com instrumentos normativos e ações nas esferas governamental e não governamental. A sua inserção na educação básica tem ocorrido com atividades mais pontuais e raramente como uma política envolvendo toda a rede de ensino. Nesse processo, o olhar para a prática pedagógica, junto com as estratégias metodológicas e opções curriculares, é fundamental porque esta deve ser efetivada em consonância com os princípios dos direitos humanos. Assim, este trabalho objetiva discutir as perspectivas da prática pedagógica em direitos humanos baseado em estudos desenvolvidos no período 2012-2017 em escolas públicas em Pernambuco. A opção metodológica foi pela abordagem qualitativa, incluindo a pesquisa-ação, com análise de conteúdo para o exame do material coletado, e utilizando-se como referencial teórico os principais autores e autoras latino-americanos e brasileiros da área. De forma geral, os dados apontaram modelos de disciplinaridade e de transversalidade e que estes têm influenciado as práticas pedagógicas em direitos humanos. Neste sentido, os resultados assinalam a importância de seguir investindo no processo formativo e de produção do conhecimento para que a EDH contribua para a democratização dos espaços educativos e de toda a sociedade.

Métricas

Carregando métricas...

Biografia do Autor

Celma Tavares, NEPEDH/Universidade Federal de Pernambuco

Possui Graduação em Comunicação Social - Unicap (1995) e em Pedagogia - Unip
(2015), Mestrado em Ciência Política - UFPE (1999), Especialização em Educação em
Direitos Humanos – Instituto Interamericano de Direitos Humanos (2011), Doutorado
em Direitos Humanos - Universidade de Salamanca/Espanha (2006), Pós-Doutorado
em Educação - UFPE (2013 e 2018) e Pós-Doutorado em Direitos Humanos e Direitos
Sociais – Universidade de Salamanca (2020). Atualmente realiza estância de
investigação no Seminário Internacional de História Contemporânea dos Direitos
Humanos, na Universidade de Salamanca. Fundadora e vice-coordenadora do Núcleo
de Estudos e Pesquisas de Educação em Direitos Humanos da Universidade Federal
de Pernambuco. Pesquisadora do Grupo de Pesquisa de Educação em Direitos
Humanos, Diversidade e Cidadania (CNPq). Pesquisadora do Grupo de Pesquisa
Dimensões dos Direitos Humanos do Instituto Jurídico Portucalense, da Universidade
Portucalense/Portugal. Docente no Programa de Pós-Graduação em Direitos
Humanos da UFPE entre 2013-2018. Tem experiência e publicações na área de
Educação em Direitos Humanos, atuando com os temas: direitos humanos, gênero,
comunicação e memoria.

Referências

BARDIN, LAURENCE. Análise de conteúdo. Lisboa, Edições 70, 1977.
BRASIL. Ministério da Educação. Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos. Brasília, MEC/SEDH, 2006.
BRASIL. Parecer CNE/CP n.º 8/2012, de 8 de março de 2012. Diretrizes Nacionais para a Educação em Direitos Humanos. Brasília, MEC/CNE, 2012
CANDAU el al. Tecendo a cidadania: oficinas pedagógicas de direitos humanos. Petrópolis, RJ: Vozes, 1996.
CANDAU, Vera. ______. Educação em direitos humanos: questões pedagógicas. In: BITTAR, Eduardo (Org.). Educação e metodologia para os direitos humanos. São Paulo: Quartier Latin, 2008. p. 285-298.
CANDAU, Vera; SACAVINO, Suzana. Educação em direitos humanos no Brasil: ideias-força e perspectivas de futuro. In: MAGENDZO, Abraham (Org.) Pensamiento e ideas-fuerza de la educación en derechos humanos en Iberoamérica. Santiago, Chile: OIE/Orealc/Unesco, 2010. p. 68-83.
CANDAU et al. Educação em direitos humanos e formação de professores(as). São Paulo: Cortez, 2013.
DÍAZ, José Rafael. La investigación-acción y la educación en derechos humanos. México: Comisión de Derechos Humanos del Distrito Federal, 2002.
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997.
______. Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. 16. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2009.
______. Pedagogia do oprimido. 49. reimp. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.
GENTILI, Pablo. La evaluación de la calidad educativa en América Latina: modelos emancipadores en construcción. En: Diálogos del Siteal. Nov. 2014. Disponible en: http://www.siteal.org/sites/default/files/siteal_dialogo_gentili.pdf Acceso en 05 de enero del 2015.
GHEDIN, Evandro; FRANCO, Maria Amélia. Questões de método na construção da pesquisa em educação. São Paulo: Cortez, 2008.
IIDH. Informe interamericano de la educación en derechos humanos: un estudio en 19 países: parte I, Desarrollo normativo. San José, IIDH, 2002.
______. Propuesta curricular y metodológica para la incorporación de la educación en derechos humanos en la educación formal de niños y niñas entre 10 y 14 años de edad. San José, IIDH, 2006.
LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.
MAGENZO, Abraham. Derechos humanos: un desafío para los docentes de hoy. Santiago, LOM Ediciones, 2006.
______. La escuela y los derechos humanos. México, DF: Cal y Arena, 2008.
______. (Org.) Pensamiento e ideas-fuerza de la educación en derechos humanos en Iberoamérica. Santiago, Chile, OIE/Orealc/Unesco, 2010.
MOREIRA, Antonio Flávio; CANDAU, Vera. Currículo, conhecimento e cultura. Brasília, MEC/SEB, 2007.
MORGADO, Patrícia P. Lima. Práticas pedagógicas e saberes docentes na educação em direitos humanos. Rio de Janeiro, 2001. p. 1-16. Disponível em: . Acesso em: 16 nov. 2012.
NAÇÕES UNIDAS. Plan de Acción para la primera etapa del Programa Mundial para la Educación en Derechos Humanos. Nueva York; Ginebra: Unesco, 2006
PECES-BARBA MARTÍNEZ, Gregorio. La dignidad de la persona desde la filosofía del derecho. 2. ed. Madrid: Dykinson, 2003.
RODINO, Ana María. La educación en valores entendida como educación en derechos humanos: sus desafíos contemporáneos en América Latina. Costa Rica: IIDH, 2003.
SCHMIDT, Leide; RIBAS, Mariná; CARVALHO, Marlene. A prática pedagógica como fonte de conhecimento. Olhar de professor, Ponta Grossa, v. 1, n 1, p. 9-23, out. 1998.
SILVA, Tomas Tadeu da. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte, MG: Autêntica, 2007.
SILVA, Aida. Direitos humanos na docência universitária. In: PIMENTA, Selma Garrido; ALMEIDA, Maria Isabel (Org.). Pedagogia universitária: caminhos para a formação de professores. São Paulo, Cortez, 2011.
SILVA, Aida; TAVARES, Celma. A formação cidadã no ensino médio. São Paulo: Cortez, 2012. (Coleção Educação em Direitos Humanos).
SOUZA, Ivânia de. A gestão do currículo escolar para o desenvolvimento humano sustentável do semi-árido brasileiro. São Paulo: Peirópolis, 2005.
SOUZA, João Francisco de. E a educação popular ¿¿quê??: uma pedagogia para fundamentar a educação, inclusive escolar, necessária ao povo brasileiro. Recife: Bagaço, 2007.
Publicado
2020-08-09
Como Citar
Tavares, C. (2020). Educação em direitos humanos na educação básica. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 8(2), 46-62. https://doi.org/10.34024/olhares.2020.v8.10710