Construção e avaliação de um museu virtual dos resíduos sólidos

  • Nilva Lúcia Rech Stedile
  • Rui Rafael Faraco Giacomoni UCS - UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL
Palavras-chave: Resíduos sólidos, museu virtual e construção

Resumo

As tecnologias da informação permitiram a humanidade construir museus na dimensão virtual. O presente artigo relata a experiência da  construção de um site para abrigar o Museu Virtual Resíduos Sólido (MVRS) na área das Engenharias e Ciências Ambientais. A construção do site do MVRS foi dividida em duas etapas, (Revisão bibliográfica, Processo de construção do Museu), sendo a segunda dividida em cinco etapas (Elaboração de um fluxograma, Definição da organização do Museu e dos conceitos que o compõem, Processo de elaboração do site MVRS, Avaliação do MVRS e Socialização do MVRS). A avaliação do MVRS, mostrou que a construção do site do MVRS foi bem aceita pelo público. Destaca-se a necessidade de monitoramento e avaliação constante do Museu, como forma de garantir sua eficácia.

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, Resíduos Sólidos: Classificação. NBR 10.004. Rio de Janeiro, 2004.

BRASIL. LEI Nº 12.305, de 2 de agosto de 2010DE. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei no 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências. Disponível em: Acessado em: 12 de nov. 2018.

GRIMAS, Prof. W. Fluxograma 2008 Disponível em: Acesso em: 20 out 2018.

INTERNATIONAL COUNCIL OF MUSEUMS (ICOM) statutes: approved in Vienna (Austria) August 24, 2007. Paris, 2007. Disponível em: . Acesso em: 20 nov. 2018.

Estatuto de Museus instituído pela Lei nº 11.904 (BRASIL, 2009),

LÉVY, P. Cibercultura. São Paulo: Editora 34, 1999.

MENEZES, S.J. M.; DOMINGUES, G. F.; LIMA, C. A.; LANA, V. M.; RIBEIRO, C. A. A. S.; LIMA, C. A. (2012). Educação Ambiental: Utilização de geotecnologias na disseminação da percepção ambiental. Revista Brasileira de Educação Ambiental, v. 7, n. 1, p. 21-28. Disponívelem: Acesso em: 5 mar. 2019.

PEINADO, J.; GRAEML, A. R. Administração da produção: operações industriais e de serviços. Curitiba : UnicenP, 2007. Disponível em: Acesso em: 10 dez. 2018.

SOUZA, R. M. O papel das Redes de Informação e Conhecimento nas Tramas da Educação Ambiental. Revista Brasileira de Educação Ambiental, v..3, n.1, p. 105-111.Disponívelem: Acesso em: 20 fev. 2019.
Publicado
2019-09-16
Como Citar
Lúcia Rech Stedile, N., & Rafael Faraco Giacomoni, R. (2019). Construção e avaliação de um museu virtual dos resíduos sólidos. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 14(3), 206-219. https://doi.org/10.34024/revbea.2019.v14.9410
Seção
Artigos