Projeto Sinergia Solar: o poder transformador do sol

  • Gustavo Alonso Muñoz Magna Faculdade de Tecnologia e Ciências
  • João Raphael Gomes da Silva Oliveira Universidade Federal da Bahia, BA
  • Rafael Copello Universidad de Cádiz (Espanha)
  • Vânia Stolze Consultoria e Treinamento em Energia Solar
Palavras-chave: energia solar;, sustentabilidade;, educação;, sociedade

Resumo

O objetivo deste trabalho é apresentar os principais resultados alcançados nas ações desenvolvidas pelo projeto Sinergia Solar no seu primeiro ciclo de existência. Palestras, oficinas, capacitações e intervenções no Brasil foram executadas no período, intencionando sensibilizar, aproximar e facilitar o acesso ao conhecimento sobre o uso e benéficos da energia solar como alternativa energética e de baixo custo em comparação às tecnologias convencionais. Estudantes de escolas públicas, universidades e comunidade em geral foram alcançados pelas ações desenvolvidas. Totalizando 26 atividades executadas, foi possível comprovar o impacto que gera o debate relacionado à energia solar e o interesse em aprofundar o conhecimento neste tipo de tecnologia como alternativa energética e democrática para o Brasil. Estima-se que ao longo da vida do projeto mais de 3000 pessoas foram sensibilizadas diretamente na temática da energia solar.

Biografia do Autor

Gustavo Alonso Muñoz Magna, Faculdade de Tecnologia e Ciências

Doutor em Ciências, Energia e Ambiente. Engenheiro Ambiental

João Raphael Gomes da Silva Oliveira, Universidade Federal da Bahia, BA

Bacharel em Humanidades. Graduando em Psicologia

Rafael Copello, Universidad de Cádiz (Espanha)

Graduado em Turismo e Hoteleria. Pós-graduado em Gestão, Educação Ambiental e Sustentabilidade.

Vânia Stolze, Consultoria e Treinamento em Energia Solar

Arquiteta. Consultora em Energia Solar.

Referências

ANEEL. Agência Nacional de Energia Elétrica. Capacidade de Geração no Brasil. BIG ‐ Banco de Informações de Geração 2017. Disponível em <http://www2.aneel.gov.br/aplicacoes/capacidadebrasil/capacidadebrasil.cfm>. Acesso em: 10 dez. 2018.

BRASIL. Lei n.9795, de 27 de abril de 1999. Política Nacional de Educação Ambiental. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília-DF, 28 de abril de 1999.

BEN21. Renewables 2016. Global Status Report. Disponível em <http://www.ren21.net/wp-content/uploads/2016/10/REN21_GSR2016_FullReport_en_11.pdf>. Acesso em: 05 nov. 2018.

CABRAL, I.; VIEIRA, R. Viabilidade econômica x viabilidade ambiental do uso de energia fotovoltaica no caso brasileiro: uma abordagem no período recente. Anais do Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental, III, Goiânia – GO. 2012.

EPE. Empresa de Pesquisa Energética. Resenha Energética Brasileira – Exercício de 2013. Brasília – DF, 2014. Disponível em: <http://www.mme.gov.br/spe/menu/balanco_energetico.html>. Acesso em: 05 dez. 2018.

INPE. INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS. Atlas Brasileiro de Energia Solar. São José dos Campos: INPE 2017. Disponível em: <http://ftp.cptec.inpe.br/labren/publ/livros/Atlas_Brasileiro_Energia_Solar_2a_Edicao.pdf>. Acesso em: 10 dez. 2018.

JACOBUCCI, D.F.C. Contribuições dos espaços não-formais de educação para a formação da cultura científica. Em Extensão., v.7, p.55-66, 2008.

OLIVEIRA, O.G.; OLIVEIRA, R.H.; GOMES, R. O. Energia solar: um passo para o crescimento. Revista Eletrônica de Graduação., v.10, p.377-389, 2017.

SILVA, R.G.; CARMO, M.J. do. Energia solar fotovoltaica: uma proposta para melhoria da gestão energética. Inter Science Place., v.12, p.129-147, 2017.

Publicado
2020-02-25
Como Citar
Magna, G. A. M., Oliveira, J. R. G. da S., Copello, R., & Stolze, V. (2020). Projeto Sinergia Solar: o poder transformador do sol. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 15(1), 415-430. https://doi.org/10.34024/revbea.2020.v15.6838
Seção
Relatos de Experiências