A pesca artesanal e a conservação da biodiversidade de peixes no Pantanal de Mato Grosso: a voz e o silêncio das pantaneiras e dos pantaneiros

  • Silvano Carmo de Souza Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Mato Grosso http://orcid.org/0000-0001-7224-626X
  • Amadeu José Montagnini Logarezzi Universidade Federal de São Carlos
Palavras-chave: Educação Ambiental. Pescadores. Metodologia Comunicativo-crítica.

Resumo

este artigo faz parte de uma tese de doutorado de educação ambiental dialógico-crítica, cujo objetivo geral foi contextualizar a atividade pesqueira profissional artesanal em Cáceres no Pantanal de Mato Grosso a partir do diálogo igualitário com pescadoras/es, de modo a promover, simultaneamente, processo de formação dialógico-crítica com aquelas pessoas, sobretudo a partir de seus contextos e a respeito deles, utilizando a metodologia comunicativo-crítica. Neste artigo tratamos dos saberes tradicionais pantaneiros e sua relação com a conservação da diversidade biológica de peixes. Identificamos, dialogicamente, que as/os pescadoras/es tradicionais têm grande interesse em contribuir tanto com a formulação quanto com a efetivação das políticas de conservação.

Biografia do Autor

Silvano Carmo de Souza, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Mato Grosso

Biólogo, Bacharel em Ciências Jurídicas e em Teologia, Mestre e Doutor em Ciências Ambientais. Professor no IFMT campus Cáceres-MT.

Amadeu José Montagnini Logarezzi, Universidade Federal de São Carlos

Pós-doutorado em Sociologia. Professor vinculado ao Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais da UFSCar

Publicado
2019-12-06
Como Citar
Souza, S. C. de, & Logarezzi, A. J. M. (2019). A pesca artesanal e a conservação da biodiversidade de peixes no Pantanal de Mato Grosso: a voz e o silêncio das pantaneiras e dos pantaneiros. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 14(4), 120-142. https://doi.org/10.34024/revbea.2019.v14.2717
Seção
Artigos

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##