Pesca predatória do mapará (Hypophthalmus spp.) no município de Limoeiro do Ajuru (PA) e Educação Ambiental como instrumento mediador de interesses e conflitos

  • Antonio Rodrigues da Silva-Junior UFPA e ESAMAZ
  • Suzi Carolina Moraes Rodrigues UFPA
  • André Cutrim Carvalho UFPA
Palavras-chave: Ictiofauna, Implicações Socioambientais, Sensibilização Ambiental.

Resumo

Os peixes das espécies Hypophthalmus H. marginatus, H. edentatus e H. fimbriatus, popularmente conhecidos como Mapará, é uma importante fonte econômica e alimentar da população do município de Limoeiro do Ajuru/PA. Todavia, ações antrópicas degradadoras, relacionadas à utilização de petrechos de pesca predatória, como redes impróprias para o pescado, bem como o desrespeito ao período reprodutivo das espécies, estão provocando uma redução no estoque pesqueiro do Mapará, o que acende um sinal de alerta às autoridades e sociedade organizada que precisam instrumentar mecanismos de governança para minimizar ou mitigar essas ações antagônicas à sustentabilidade.

Biografia do Autor

Antonio Rodrigues da Silva-Junior, UFPA e ESAMAZ
Graduado em Geografia, Especialista em Gestão Ambiental, Mestre em Geociências, Doutorando em Geografia e Professor da ESAMAZ
Suzi Carolina Moraes Rodrigues, UFPA
Graduada em Biologia, Especialista em Gestão Ambiental e Mestranda em Gestão dos Recursos Naturais e Desenvolvimento Local
André Cutrim Carvalho, UFPA
Graduado em Economia, Especialista em Gestão Ambiental, Mestre em Economia, Doutor em Economia, PhD em Economia e Professor da UFPA
Publicado
2019-03-30
Como Citar
Silva-Junior, A. R. da, Rodrigues, S. C. M., & Carvalho, A. C. (2019). Pesca predatória do mapará (Hypophthalmus spp.) no município de Limoeiro do Ajuru (PA) e Educação Ambiental como instrumento mediador de interesses e conflitos. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 14(1), 81-100. https://doi.org/10.34024/revbea.2019.v14.2702
Seção
Artigos