Educação Ambiental Crítica, da Teoria à Prática Escolar: Análise da experiência de um projeto no contexto de uma escola pública do Rio de Janeiro

  • Paolo Martins Instituto Permacultura Lab
  • Ana Carolina Souza da Silva Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Diogo Majerowicz Maneschy Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
  • Celso Sánchez Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
  • Monica Cardoso Ambivero
  • Alexandre Ferreira Lopes Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Educação Ambiental em Espaços Escolares, Educação Ambiental Crítica, Projeto Político Pedagógico.

Resumo

Este trabalho investigou as possibilidades da inserção da Educação ambiental (EA) em uma escola publica, bem como suas potencialidades e desafios, tendo como base teórica a EA crítica. A metodologia utilizada foi a Pesquisa Participante. Os fatores limitantes constatados para a inserção da EA crítica foram a fragilidade na formação docente, não inserção da EA no Projeto Politico Pedagógico da escola, forte presença de projetos que reproduzem o paradigma hegemônico da sociedade capitalista, entre outros. As principais potencialidades constatadas são a inserção da EA no PPP escolar elaborado de forma coletiva, garantia de formação continuada dos professores, articulação com a comunidade local e realização da EA de forma disciplinar.

Biografia do Autor

Paolo Martins, Instituto Permacultura Lab
Possui Bacharelado (2013) e Licenciatura (2016) em Ciências Biológicas pela Universidade Federal Fluminense- UFF e Mestrado pelo Programa de Pós-Graduação em Práticas em Desenvolvimento Sustentável da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro UFRRJ (2015).
Ana Carolina Souza da Silva, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Bacharelado (2015) e Licenciatura (2018) em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ. Mestranda pelo Programa de pós-graduaçao em Ecologia (PPGE) - UFRJ
Diogo Majerowicz Maneschy, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Licenciando em Ciências Biológicas pela Unirio.
Celso Sánchez, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Biólogo, licenciado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1995), mestrado em Psicossociologia de Comunidades e Ecologia Social, Cátedra UNESCO de Desenvolvimento Durável pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2001) e doutorado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2008). É professor da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro(UNIRIO), atuando na Graduação e no Programa de Pós-Graduação em Educação.
Monica Cardoso Ambivero
Graduação em Gestão Ambiental pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2014) e mestrado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2016).
Alexandre Ferreira Lopes, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Licenciado em Ciências Biológicas (2002), Mestre em Ecologia (2004) e Doutor em Ecologia (2009) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. rofessor no Instituto Três Rios da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro do curso de Gestão Ambiental e é professor vinculado ao Programa de Pós-graduação em Práticas em Desenvolvimento Sustentável - PPGPDS/UFRRJ.
Publicado
2019-06-18
Como Citar
Martins, P., da Silva, A. C. S., Maneschy, D. M., Sánchez, C., Ambivero, M. C., & Lopes, A. F. (2019). Educação Ambiental Crítica, da Teoria à Prática Escolar: Análise da experiência de um projeto no contexto de uma escola pública do Rio de Janeiro. Revista Brasileira De Educação Ambiental, 14(2), 86-102. https://doi.org/10.34024/revbea.2019.v14.2683
Seção
Relatos de Experiências