Prática Experimental: Educação Ambiental, Energia Eólica e o Ensino de Física

  • Claudemiro Lima Júnior Universidade de Pernambuco
  • Fabricyo Villa Verde Silva Instituto Federal do Sertão Pernambucano
  • Eduardo César de Miranda Loureiro Universidade de Pernambuco
Palavras-chave: Metodologia de Ensino, Ciências Ambientais, Fontes Renováveis de Energia, Ciência da Natureza

Resumo

O presente trabalho correlaciona o funcionamento das turbinas eólicas com assuntos da física, abordando também a importância da utilização de fontes renováveis de energia. O papel fundamental da educação ambiental é reconhecido na conscientização da sociedade quanto a importância de usufruir dos recursos que a natureza oferece, sem prejudicá-la. Além disso, a educação torna-se mais efetiva quando os alunos reconhecem a importância do que se aprende em situações cotidianas. Encarregada dessa tarefa estão às práticas experimentais, principalmente, por se tratar de uma metodologia de ensino que permite aos professores ensinarem de forma mais conectada com o mundo e aos alunos, aprenderem de forma mais efetiva e atrativa.

Biografia do Autor

Claudemiro Lima Júnior, Universidade de Pernambuco
Graduado em Engenharia Mecânica pela Universidade de Pernambuco (2003), com mestrado em Engenharia Mecânica com ênfase em Energia Eólica pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE (2006) e doutorado em Tecnologias Energéticas e Nucleares (CAPES 5), com ênfase em Fontes Renováveis pela UFPE (2013). Atualmente, é professor permanente do mestrado acadêmico do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia Ambiental para o Semiárido da Universidade de Pernambuco - Campus Petrolina. Desenvolve projetos de pesquisa em Fontes Renováveis de Energia, atuando principalmente em estudos de potenciais energéticos (SOLAR, EÓLICA e BIOMASSA) e tecnologias de aproveitamento energético de fontes renováveis para o semiárido.
Fabricyo Villa Verde Silva, Instituto Federal do Sertão Pernambucano
Graduando em Licenciatura Plena em Física, IFPE, Pesquisador de Iniciação Científica do Laboratório de Física e Energias Renováveis da Universidade de Pernambuco.
Eduardo César de Miranda Loureiro, Universidade de Pernambuco
Doutor em Tecnologias Energéticas e Nucleares, UFPE, Docente da Escola Politécnica da Universidade de Pernambuco e Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Energia. Recife, PE, Brasil
Publicado
2019-09-13
Como Citar
Lima Júnior, C., Silva, F. V. V., & Loureiro, E. C. de M. (2019). Prática Experimental: Educação Ambiental, Energia Eólica e o Ensino de Física. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 14(3), 31-40. https://doi.org/10.34024/revbea.2019.v14.2680
Seção
Artigos